sábado, 16 de novembro de 2013

[Crítica] The Tomorrow People - 1x06: Sorry For Your Loss


Enquanto os gatos saem, os ratos fazem a festa. Ou perdem a ''televirgindade''.

Review:
(Spoilers abaixo)

Antes de começar a crítica, quero informar que The Tomorrow People, Reign e The Originals ganharam temporadas completas pela CW, com 22 episódios. Mas isso não quer dizer que teremos a série por vários anos: vale lembrar que The Secret Circle também conseguiu uma temporada completa, mas foi cancelada sem dó nem piedade, e TTP tem a mesma audiência de Reign, ou seja, uma das duas pode ser massacrada pelo canal. Mas não vamos discutir isso agora, não é? Afinal ainda tem muita coisa pela frente.

Parece que será tradição nessa temporada vermos o passado dos Seres, né? Nesse episódio conhecemos o do Russell. Aos cinco anos, ele tocou pela primeira vez num piano e o pai o fez seguir a carreira, mesmo contra sua vontade, o que resultou em um péssimo relacionamento entre os dois. Nos dias atuais, Russell descobre que o pai morreu e, para não deixar o amigo ir sozinho ao velório, John o acompanhou. Traduzindo: o plot só serviu para deixar John longe de Cara e ela ficasse à sós com Stephen.


Com John fora da cidade, Cara acompanhou Steph no resgate de Piper, que ele e Russell conheceram num bar horas antes e que também é uma Ser do Amanhã. Piper (como todos até agora) recusou a ajuda dos dois, que foram seguidos pela Ultra. Quase sendo descobertos, Steph não viu outra solução a não ser beijar Cara. E assim tivemos o primeiro beijo dos dois. Vocês shippam Cara com John ou com Steph? Eu prefiro ela com o Steph, acho que eles têm mais química. Voltando ao episódio: após o beijo, o clima entre os dois ficou estranho por um tempo, mas depois voltou ao normal e eles tiveram mais intimidade enquanto procuravam Piper.

O que foi as cenas onde Cara disse que Steph só havia ficado com meninas com nomes de strippers e que começavam com C; e aquela onde ela disse que ele era ''televirgin'' por nunca ter transado com uma tomorrow people? Ela deu tantos detalhes que até eu fiquei curioso pra saber, imaginem o Steph. Mas esse momento foi interrompido, quando Piper quase foi capturada pela Ultra, se eles não tivessem salvado-a e levado-a para o esconderijo dos Seres, onde descobrimos que Piper é, nada mais, nada menos que irmã de Darcy. Gente, como assim a Darcy também um Ser? Eu jurava que ela tinha aqueles poderes quando capturou a Cara, por ter roubado do Steph, sei lá. Nem me passou pela cabeça que ela era uma.

Steph então levou a parceira de missões na Ultra para reencontrar a irmã, porém Darcy resolveu entregar Piper para mantê-la segura. Graças a Deus, Steph a convenceu do contrário e Darcy, para proteger Piper, acabou indo contra a Ultra e foi morta por eles. Gente, pelo amor de Deus. Já perdemos Miranda (Ravenswood), Amara e Tessa (TVD); e agora a Darcy? Eu não aguento mais perder os personagens que eu gosto nas séries atuais. Vou começar a gostar do Jesse (TVD) pra ver o que acontece. Steph e Piper retornaram para o subterrâneo e vimos que Irene sobreviveu ao ataque do episódio passado. Agora poderemos acompanhar a continuação do plot da cura para a cura.

Astrid e a família de Stephen não deram as caras no episódio, enquanto Jed teve apenas duas cenas, mas que nós revelaram que ele mantém um caso com Morgan, que é uma Ser. Já dizia o ditado: Diga o que eu digo, mas não faça o que eu faço. E nos minutos finais, Cara e Stephen pararam de resistir a atração que sentem e ela tirou a ''televirgindade'' dele. Agora só nos resta esperar para ver o que a amante do Jed vai fazer na série e como vai se desenrolar o triângulo Steph/Cara/John. Vejam a promo do 1x07:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário