sábado, 16 de novembro de 2013

[Crítica] Scandal - 3x06: Icarus


Voando alto, sem medo de ser feliz.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Segurem-se, meus queridos! Porque a série está bombardeando a concorrência. Antes mesmo da primeira metade desse terceiro ano, o enredo já está se aprofundando na Operação Remington. Como já era esperando, há muita coisa que não sabemos sobre ela e, como conhecemos a Shonda, podemos esperar reviravoltas chocantes em todas as esquinas. Tanta coisa pode acontecer que eu não duvido nada que a mãe da Olivia esteja viva. O que foi? Eu não sou louco. Acontece que nunca a vimos morrer, só falaram sobre isso. Neste tipo de série eu só acredito nos meus olhos. Não vai ser a primeira e nem a última vez que um personagem dado como morte retorna do além (Arrow mandou oi).

Lisa Kudrow continua sendo o grande destaque desse arco de episódios. Ela está dando um show interpretando a Josephine Marcus. E ainda que ela seja uma mulher instável em alguns momentos, é impossível não ver flashes da boa e velha Phoebe em algumas cenas, principalmente quando ela solta alguma piadinha. Em todo caso, Kudrow está fazendo um exemplo papel e está mostrando força nele. Nesse episódio a personagem cresceu mais uma vez ao mostrar suas garras para o mundo, crescendo no conceito da população e se livrando de associações machistas.

Atualmente ela tem uma grande chance de vencer as eleições, até porque, Olivia Pope está ao seu lado. Infelizmente, a personagem se apresenta um pouco instável. Apesar de seguir os conselhos da Pope, diversas vezes ela bate de frente com ela. Essa semana ela basicamente gritou quando foi pressionada e acho que é esse tipo de comportamento que irá afundá-la eventualmente. Eu só espero que a Josephine consiga vencer pelo menos essa primeira etapa das eleições, já que sua ascensão se espelha na Liv, que está precisando desesperadamente de uma vitória.

Liv, por sua vez, está enfrentando um drama antigo, o acidente envolvendo a morte de sua mãe. Jake e Huck conseguiram abrir uma ferida antiga e agora ela não para mais de sangrar. É óbvio que a nossa poderosa Olivia Pope não irá parar de cutucar a ferida até saber exatamente o que aconteceu com o avião em que sua mãe estava. Sofrimento para aqueles que ainda torciam pelo seu relacionamento com o Fitz. Pelo que parece, eles vão se distanciar ainda mais agora. Vocês sabem como o amor pode se transformar em ódio em um piscar de olhos, não é verdade? Pois bem.

Fico imaginando como ocorrerá essas próximas eleições. Digo, a trama gira em torno dos conflitos do Fitz sendo o Presidente, estabelecendo uma conexão direta com a Olivia e fazendo a trama se movimentar. Então me questiono se o enredo irá tirá-lo do poder. Se sim, confesso que ficarei surpreso, porque a trama inteira terá que ser renovada e diversos dos personagens se tornarão obsoletos. Se não, eu quero motivos sólidos para que Fitz seja reeleito. Afinal, a vida do Presidente é mais escandalosa que a dos artistas. Então é meio difícil acreditar que ele conseguirá entrar no coração dos eleitores novamente depois de tantas baixarias.

Por último, eu infelizmente não estou conseguindo dar conta dessa série como ela merece. Então agora eu peço ajuda a vocês. Não ainda há ninguém disponível no Meu Mundo para fazer as críticas semanais de Scandal e, apesar dos meus esforços, não conseguirei mantê-la no blog por muito tempo. Então a salvação da série fica nas suas mãos! Se alguém se interessar em fazer as reviews semanais da série, basta mandar uma crítica atual para o meu e-mail (nefferson_2@hotmail.com), que eu retornarei a todos. Boa sorte!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário