terça-feira, 5 de novembro de 2013

[Crítica] The Carrie Diaries - 2x02: Express Yourself


E quem venham os novos dramas, os novos romances e muito mais de Samantha!


Review: 
(Spoilers Abaixo)

O segundo episódio dessa nova temporada foi para mim um divisor de águas. Express Yourself foi um ótimo episódio e deu novos rumos a série. Desde a evolução da amizade de Carrie e Samantha até o finalmente juntos para Walt e Bennet, os quarenta e dois minutos de episódio foram deliciosos de assistir. E trouxeram frases épicas que com certeza ficarão entre as melhores da série!

Três semanas depois e Samantha continua no apartamento de Larissa com Carrie e Walt. Ela não está só passando uns dias lá, como também está andando nua pela casa e dando dicas de como combater o calor: coloque suas roupas intimas na geladeira e algum tempo depois... use-as! (Só eu que fiquei curioso para testar o método?) No meio de tudo isso, Carrie está enfrentando um drama, que acredito eu, todos nós já passamos: como ser sincera com um amigo sem machucá-lo?

O que aconteceu é que os dias que Samantha iria passar no apartamento se tornaram semanas e ela está se sentindo a vontade demais para uma convidada de uma convidada, como diz Carrie. E enquanto Walt insiste para que C. seja sincera e fale com Samantha, ela ainda não sabe como fazer isso. Ela até tentou quando mostrou a Samantha anuncios de apartamentos no jornal, mas Sam não entendeu o recado e achou que a amiga queria lhe mostrar o anuncio para operadora de telesexo. E foi justamente isso que rendeu ao episódio alguns dos seus melhores momentos!

E enquanto Carrie não cria coragem para falar com Samantha, ela planeja uma festinha para comemorar o aniversário de 18 anos de Walt. E quando ele analisa sua minuscula lista de convidados, ele percebe que só tem amigas mulheres, é então que Carrie sugere que ele chame Bennet. Mas há um problema: quando a loira fala sobre o aniversário de Walt para Bennet ele diz não poder ir porque vai está trabalhando num show do Z100 no Central Park. Numa tentativa desesperada de fazer com que seu melhor amigo e Bennet fiquem juntos ela diz que é lá que eles irão comemorar o aniversário e ainda por cima na área VIP. Pronto, está tudo certo: Bennet vai poder comemorar o aniversário de Walt! Mas os ingressos VIPs para o show se esgotaram e Carrie precisa encontrar uma forma de consegui-los.

No meio de tudo isso Carrie recebe uma ligação do pai falando sobre uma ótima oportunidade que ele tem para ela: um curso de escrita. Carrie fica extremamente animada com a ideia, mas a entrevista para entrar no curso é justamente no mesmo dia do aniversário de Walt. Agora ela terá que está dois em lugares ao mesmo tempo para conseguir agarrar essa oportunidade única e está presente no aniversário do melhor amigo.

É realmente belo ver como Tom está apoiando Carrie nesse sonho dela de ser escritora. O apoio da família é realmente algo extremamente necessário para termos força para seguir em frente e não é isso que Sebastian e Maggie têm. O loiro aparece poucas vezes no episódio e Maggie aparece menos ainda. Mas o contato entre os dois nesse episódio deu a entender que uma grande e sincera amizade pode surgir dali, afinal os dois possuem muito em comum e o mais evidente que fica é o problema que eles têm com suas respectivas famílias.

De volta a Big Apple, Carrie recebe um ultimato para dizer a Samantha que ela tem que procurar um outro lugar para ficar quando Larissa envia um fax falando que irá voltar mais cedo do que o esperado. E no meio de tudo isso temos o primeiro contato entre Mouse e Samantha, que não poderia ter sido mais engraçado. O novo trabalho de Samantha caiu como uma luva para ela e Mouse a pedindo conselhos de como fazer sexo pelo telefone foi uma ótima cena.

No elenco adulto da série temos a reaparição da amante do pai de Carrie na primeira temporada, e ao que parece ela é agora oficialmente namorada dele. Carrie até mesmo já aceita os dois juntos e age com naturalidade quando sabe que os dois terão um encontro, o que para mim mostrou um certo crescimento da personagem. Afinal, ela perdeu a bolsa que pertencia a sua mãe e agora já aceita o relacionamento do pai com outra mulher, parece que ela finalmente superou a morte da mãe. Algumas pessoas podem achar as cenas do pai de Carrie e sua namorada desnecessárias, mas eu acho que é uma forma que os roteiristas encontram para trabalhar com o personagem. Afinal, se você tem um personagem você precisa fazer uso dele e não simplesmente sumir com ele fazendo parecer que ele não existe, o que acontece muito por exemplo em Pretty Little Liars.

Bom, o fato é que o aniversário de Walt realmente acontece no tal show! Tudo graças a Samantha que já tinha feito um belo trabalho no "microfone" de um dos organizadores do evento e conseguiu com ele os ingressos VIP.

E que foi a cena do Walt ficando nervoso ao ver Bennet se aproximando? Para mim mostrou a fragilidade do personagem e o quanto ele ainda tem que crescer. Isso fica mais claro ainda quando os dois estão conversando naquele túnel e Bennet fala sobre um de seus encontros e pergunta se Walt tem encontrado com alguém em Nova York, ele é sincero e responde que não, que Bennet é o único cara gay que ele conhece na cidade. Gostei da atitude de Walt, esperava que ele fosse mentir e dizer que estava saindo com alguém para não ficar por baixo, mas ele foi sincero o suficiente para dizer que não estava com ninguém e que estava esperando por Bennet. Este por sua vez revela que gosta do garoto de Castlebury, mas que não está pronto para manter um relacionamento exclusivo com ele. Eu até entendo, afinal ele já é um cara mais velho e entendido do assunto e sabe como as coisas funcionam em Nova York. Já Walt é o carinha de cidade pequena que está apenas começando a viver e se descobrir, cheio de idealizações do que é o amor, ele ainda tem muito o que aprender sobre um relacionamento entre dois homens.

É a partir desse momento que o episódio parte para seus minutos finais onde todos começam a passar mal depois de comerem algo, menos Samantha. Carrie está na entrevista para o curso quando acaba vomitando e acha que arruinou a sua chance de conseguir uma vaga. No meio do show enquanto todos vomitam, Donna solta uma de suas ótimas frases: "Eu sou muito linda para ser um cadáver no Central Park!" e acaba levando um tapa na cara de Samantha que a pede para acalmar-se e leva todos para o apartamento de Larissa, onde Carrie já está a vomitar novamente.

Cuidando dos amigos doentes, Samantha tem um de seus melhores e mais engraçados momentos no episódio ao proferir frases como: "Vocês estão arruinando minha fantasia de ser a enfermeira sexy de vocês!". Como não amar a Samantha num momento desses? Quando todos param para pensar no motivo de estarem naquele estado, eles lembram de tudo o que comeram e Samantha diz que a causa pode ter sido o seu caviar traficado. Carrie fica simplesmente furiosa com ela porque foi justamente por isso que ela perdeu a oportunidade da entrevista e é nesse momento que ela toma coragem para dizer a Samantha para ir embora. Só que ela cometeu um erro ao julgar a amiga, o verdadeiro motivo para estarem naquele estado foram os ovos estragados que Mouse usou para preparar o quiche para o aniversário de Walt. Hora de pedir desculpas Carrie.

E Samantha a perdoa, mostrando o quão madura ela é para saber que Carrie disse aquilo por está nervosa pela perda da entrevista. Ela então pergunta por que Carrie não foi sincera e falou com ela antes, afinal como ela mesmo diz: "Eu sou extremamente fabulosa, mas eu não sei ler mentes." E tudo volta a ficar bem entre elas, afinal elas precisam continuar a serem amigas porque vestem o mesmo número de roupa intima (quem já viu o episódio vai entender).

O episódio chega aos momentos finais quando Sebastian aparece no apartamento de Larissa. Não entendo como ele foi parar ali e como Mouse sabia que era ele se ele havia decidido ir até lá sem avisar a ninguém, nem mesmo ao pai. Mas deixando isso de lado, eu esperava que Carrie fosse dizer muito mais do que aquilo para ele. Ainda assim o que ela disse para ele valeu, principalmente por fazer Walt perceber que estava pronto para embarcar num relacionamento com Bennet, mesmo que não fosse exclusivo. Como ele mesmo disse: "Vendo Carrie e Sebastian, eu percebi que mesmo quando você promete, as coisas podem dar errado. Hetero ou gay." E ele tem razão, exclusividade não significa que não vá haver traição. Em alguns casos um relacionamento aberto logo no inicio ajuda o casal a decidir se eles realmente querem continuar juntos ou não.

O que vai acontecer agora, só nos resta esperar para ver... enquanto isso podemos fazer como Carrie e seu pai: comer waffles congelados com manteiga (?)

Nos vemos no próximo episódio!

PS¹: Ri muito com a Mouse usando o vestido da Larissa achando que é um avental, juro que eu também pensei!
PS²: Dorrit não dar as caras num episódio é simplesmente maravilhoso!
PS³: Com a volta de Larissa, a estádia de Carrie em Nova York estaria ameaçada? Torcemos para que não!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário