sábado, 26 de outubro de 2013

[Crítica] Infectados


Direção: Roger Christian
Ano: 2013
País: Canadá | UK
Duração: 84 minutos
Título original: Stranded

» Será distribuído pela H20 Films, nos cinemas, com o título Infectados. Eu não poderia estar mais chocado! Esse filme mal merecia chegar nas prateleiras das locadoras nacionais, muito menos nos cinemas. É revoltante ver que filmes como esse conseguem esse tipo de atenção e outros com muito mais potencial sequer receberam lançamento no país (como o maravilhoso Black Sheep). Para completar, ainda deram um nome clichê qualquer, que é bastante diferente do original (que seria algo como Sem Recursos). Decepção em todos os sentidos...

Crítica:

O nosso primeiro contato poderá ser o último.

Vocês sabem o quanto eu sou otimista, certo? E eu simplesmente adoro filmes de ficção científica no espaço com alienígenas acabando com aspirantes a astronautas. É por isso que eu não consegui resistir a esse lançamento, que já nasceu com cara de meia-boca. Não importa quão ruim o filme pareça, eu ainda tenho esperanças que consiga ver algo interessante. É claro que na grande maioria das vezes, o óbvio acontece a qualidade é extremamente baixa. O caso de Stranded não é diferente dos demais. Infelizmente.

A história gira em torno de um grupo de quatro astronautas que têm sua base quase totalmente destruída por uma chuva de meteoros. Ao tentar controlar os danos, Ava consegue uma amostra do material que os atingiu, libertando algo maligno no complexo. Depois de ser contaminada, Ava passa a apresentar sinais estranhos e, quando o inesperado acontece, a sanidade entra em colapso com a razão. Porém, logo tudo fica claro quando eles descobrem que estão lidando com um parasita alienígena que tem o poder de duplicar o DNA humano e trocar de forma.

Não há absolutamente nada de especial nesse filme. Tudo na produção é genérica, desde a direção até a sua história. É um filme extremamente simples que tenta se levar a sério apresentando diversas situações absurdas. Em mais de uma hora acompanhando os personagens, é incrível como nenhum deles apresentou alguma habilidade fora do comum, sendo que qualquer civil poderia lidar com aquela mesma situação de forma melhor. Se depender desse filme, estudar não é mesmo necessário para se aventurar no espaço sideral.

A parte mais engraçada é quando há algumas cenas envolvendo o lado de fora do complexo, como por exemplo, a chuva de meteoros. É risível! Fica evidente que estamos diante de uma maquete e as pedras caindo são muito falsas. Pelo menos a produção caprichou nos efeitos de maquiagem. Há diversos estágios interessantes que podemos acompanhar. Alguns dos personagens são contaminados e também há outras cenas envolvendo a transformação do parasita. O diretor foi inteligente em não adicionar efeitos em CGI (digitais) nessas cenas. A boa e velha maquiagem é útil e funciona bem aqui.

O enredo ainda tenta dar uma desculpa para os personagens não acreditarem no que está acontecendo, no caso, contaminação por monóxido de carbono, que pode causar alucinações. Porém, essa seria uma opção viável caso não houvesse uma personagem passando por todos os estágios da gravidez em poucas horas. E, mesmo depois de outros eventos bizarros, os protagonistas ainda insistem em dizer que tudo não passa da imaginação dos outros. É realmente ridículo acompanhar o ceticismo deles. O roteiro poderia ter jogado de forma sutil a transformação para que os personagens pudessem ficar em dúvida quanto sua sanidade.

Enfim, o filme é realmente uma piada. Não é dos piores que eu já vi, mas certamente não fica acima da média. Como já disse, tudo é muito genérico e raso. Se você gosta desse estilo e não se importa em ver algo inferior, certamente não irá morrer de ódio. Mas bem que você poderia dedicar o seu precioso tempo para outra coisa. Aliás, para aqueles que estão querendo uma novidade boa desse estilo, basta esperar pelo aguardado The Last Days on Mars, que promete tocar o terror no coração do povo. Também recomendo o found footage Apollo 18, que combina tensão e bons efeitos. Quanto a este, está em suas mãos!


Trailer Legendado:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário