domingo, 20 de outubro de 2013

[Crítica] Hart of Dixie - 3x02: Friends In Low Places


Nada como uma festa de boas-vindas em Bluebell!

Review:
(Spoilers abaixo)

Como o Nefferson anunciou na última review que uma nova pessoa assumiria Hart of Dixie, aqui estou eu, a novata! Bom, eu sou a Ana Paula, carinhosamente chamada de Pio, tenho 18 confusos anos, moro em Rondônia (sim! Esse estado existe), e sou fanática por séries. Eu nunca escrevi em páginas públicas, mas geralmente leio muito (e de tudo, cultura inútil é meu sobrenome). E adoro ler aqui blog. Subestimei HoD por um bom tempo, mas a série me deu um tapa na cara. Estou apaixonada desde então. Principalmente pelo Wade (team zeorge não me julguem!). E aos leitores eu peço que não sejam tímidos, comentem e critiquem também. Prometo postar o mais rápido possível. E já Hart of Dixie tem ótimas chances de ter a quarta temporada, nós ficaremos mais íntimos no decorrer do tempo.

Essa semana, Zoe mostrou (ou tentou mostrar) toda as maravilhas e a hospitalidade do sul ao amado Joel. Mas como a nossa doutora é especialista em confusão, a segunda impressão do novo morador não foi das melhores. Até porque, ela estava mais interessada no relacionamento de Lemon e Wade que deixou o namorado à mercê dos perigos da cidade (a pedra formiguenta). E só isso já me provou que o relacionamento Zoel não vai muito longe. Amei a cena da massagem íntima do Brick no Joel. Aliás estou me perguntando quando Zoe vai retornar ao consultório.

Como nosso repórter especial Dash fez questão de anunciar, Lemonade se tornou oficial, com direito a KISS! KISS! KISS! Entretanto as consequências não foram agradáveis. Para Lemon, o relacionamento faria ela se curar do vício “Meatball”. E se não fosse o solteiro mais cobiçado do Alabama (que por sinal, eu cobicei) ter entrado na disputa pela moça, o caos teria sido menor. O tal fulano parecia ter sido feito exatamente na medida para a Breeland, e ela sabia disso.

Lavon, entre o plot ridículo de bancar o protetor da nada santa Lynly (que pegou o George e não sabe o que é sexo casual) resolveu dar a festa de recepção ao Joel. Seria realmente uma festa estilo sem graça, assim como o convidado especial, mas juntando as melhores pessoas de Bluebell com todas as suas mentiras e tramas foi no mínimo um show de esclarecimento.

Começando pela pobre Lemon que ficou sem os “serviços” de Meatball ,que foram expostos para todo mundo, sem o talvez provável romance com o solteirão (que por favor retorne!) e sem o namoro fake com Wade. E tudo por ser uma pessoa melhor. Lemon passou de vadia do mal na primeira temporada, com o intervalo de Lemon 1.5 na segunda para uma pessoa boa que realmente abre mão da sua felicidade pelos amigos. Ainda quero Lemonade. E de verdade. Para sambar na cara da Zoe que acha que o Wade não pode supera-la. E também quero ela usando o corpinho do almôndega, afinal ela merece um pouco de anormalidade. E quero realmente o solteirão. Resumindo, quero TUDO pra Lemon.

Joel além de chato, paranoico com críticas, também é alérgico e não se deu bem com a comida, resultado: uma consulta com a doutora mais gata e confusa do Alabama que revelou ainda ficar mexida com Wade. E o que ele faz? Ajuda a desmascarar Lemonade. Por quê? Eu não sei. Talvez ele goste de concorrência. Sinto muito cara, mas Wade ganha fácil. Zoe apenas ainda não enxergou isso. Como sempre. Mas ainda bem que ele ficou esperto e viu que Zoe tem um histórico amoroso (George deu olá sem apertar a mão). Dá tempo de voltar pra Nova York querido.

E finalmente: Zade. Ainda há muito sentimento nesses corações. E o sentimento é recíproco. A conversa dos dois no final do episódio nos deixou um quero mais. Porque é claro que nenhum dos dois superou, e que tá faltando só uma faísca para não resistirem mais. Posso até estar exagerando um pouquinho, mas creio que até a mid season isso acontece.

Uns esclarecimentos:

- Lynly poderia pegar nas mãos de Joel e ir no primeiro ônibus pra qualquer outro lugar. Mas enquanto isso não acontece nós ficamos como o George: ansiosos.

- Shelby, minha diva dos apps precisa retornar. Brick voltou a ser um pé no saco. Embora Magnólia não deva sair de onde quer que esteja.

- No last name required. Like Cher and Jesus. Realmente Meatball dispensa até o sobrenome.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Eu simplesmente amo Hart of Dixie. É uma das séries mais fofas e deliciosas de assistir... Lemonade!!!

    ResponderExcluir