sábado, 21 de setembro de 2013

[Crítica] Sleepy Hollow - 1x01: Pilot (Series Premiere)

O que está morto não pode morrer, mas volta a se reerguer mais duro e mais forte.

Review:
(Spoiler abaixo)

Bom galera o outono está chegando e como não poderia ser diferente, vem trazendo algumas novidades. Mas, antes de comentar uma delas, deixa eu me apresentar. Sou André França, faço o curso de Direito, sou de São Luis/MA e se o apocalipse não chegar antes, acompanharei com vocês uma das grandes estreias deste ano. Sem mais delongas, vamos falar da season premiere de Sleepy Hollow.


Antes de tudo, tenho que falar que a serie me ganhou nos primeiros 50 segundos. Não, não é exagero, tenho uma queda pelo terror, logo, quando vi o cavaleiro, até o momento com cabeça, sabia que era amor à primeira vista. Então, com o fim desse plot minhas certezas só se confirmaram. Lembrando que a serie é baseada no conto: A lenda do cavaleiro sem cabeças de, Washington Irving, de 1820. Conto este que foi adaptado para o cinema por ninguém menos que Tim Burton e estrelado por Johnny Deep. Lançado em 1999.

Enfim, tendo em vista inúmeros acontecimentos que marcaram a premiere, me sinto meio perdido, por onde começar e o que comentar se tudo foi extremamente tão relevante? Mãos a obra. Logo nos momentos iniciais somos apresentados a Abbie Mills e ao Xerife, somos informados que ela está na policia como uma forma de cumprimento de pena e, minutos mais tarde, nos é passado que quando o Xerife a recrutou pra policia sabia exatamente o que estava fazendo. Ele vem investigando casos intrigantes há anos, e o de Abbie e sua irmã faziam parte deles. Porém, nem tudo são flores, o Xerife mal mostrou a que veio e já teve seu fim decretado em uma cena digna de deixar Jason x predador comendo poeira (ditados nordestinos, se acostumem com eles).




Enquanto isso Ichabod Crane (tenho que achar um apelido pra ele) “renasce” das cinzas, ou melhor, das pedras, mas engana-se quem pensou que ele foi o ressuscitado. Ocorre que, quando decapitou o cavaleiro do apocalipse, vulgo a morte, o sangue deles se conectaram, e como forma de deter O Sem Cabeça. A mulher (espero muito que ela tenha mais cenas) do Crane, com a ajuda do “George Washington”, lançou um feitiço nele, aprisionando Crane e o Sem Cabeça devido à conexão existente entre os dois. Não, não tem nada a ver com Alaric e Elena. Pois bem, alguém ressuscitou o cavaleiro Sem Cabeça e ao que tudo indica uma luta entre o bem e o mal parece estar se formando.

Já nas participações rápidas, porém marcantes, da serie temos o Padre, que é ninguém mais ninguém menos que George Washington. Sim, ele conseguiu sobreviver por 250 anos e quando eu começo a dizer: “este ai revelará muitos segredos”; eis que o Cavaleiro Sem Cabeça (ele também precisa de um apelido) ressurgi. E depois de resistir lançando alguns feitiços, o Padre acaba tendo a cabeça decepada (inveja é mesmo uma lastima). Ficando a pergunta: o que o cavaleiro estaria procurando? Outro que deixou marcas nesta season foi o Andy, descobrimos que seja lá quem despertou o cavaleiro, também exercia influencia sobre o policial. Alias com a morte dele tem-se respondido, pelo mesmo genericamente, quem estava observando quando o Crane despertou na caverna, (acho q o termo despertar é melhor que ressuscitar, haja vista que tecnicamente o Crane nunca morreu de fato, o que justifica o lema dos homens de ferro usado pra abrir essas review) sendo q esta pessoa/ser/espírito também estava na casa do Andy quando o Cavaleiro Sem Cabeça foi visitá-lo. Onde podemos saber o que ele procura: Sua cabeça. Não, isso não foi nada obvio.

Então o que fica é que esta foi sem duvida uma grande estreia, seus números recordes, são uma mostra disso. E o que me deixou bastante entusiasmado com a serie é que os produtores parecem não fazer questão se esconder segredos por muito tempo. A maioria das questões, levantadas na season premiere, foram respondidas, sem que isto estragasse a vontade de acompanhar os próximos episódios, por fim cabe-nos apenas fazer indagações. O sangue do cavaleiro pode ter transformado o Crane em alguém mais forte? Ele e Abbie são realmente os profetas do apocalipse? A mulher do Crane será resgatada daquela dimensão? Quem será que faz parte dos times do bem e do mal? Teremos mais algum cavaleiro do apocalipse no decorrer da serie? Quem ou o que será a “sombra” que levou Andy pro andar de baixo no final do premiere? Pra responder a tais perguntas só nos resta esperar, mas não tenho duvidas, vai valer apena.

Obs¹: não gostei nada do chefe da Abbie, mas ele parece que não faz parte do bad team.

Obs²: A química entre Nicole Beharie e Tom Mison promete boas cenas, a deles comentando sobre a abolição da escravatura é um bom exemplo.



Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Olá André
    Bem vindo, eu vou acompanhar a série só pela sua critica hehehe

    ResponderExcluir
  2. Obrigado. A serie, parece, que será muito bacana. Te espero por aqui nas semanas seguintes.

    ResponderExcluir
  3. Eu só espero que suas criticas, não caiam o nivel, como o que está acontecendo com outros criticos do blog.

    Só uma pergunta, vc só vai criticar esta serie?

    Por fim amei sua critica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi anônimo, desculpa a demora em responder.
      Meu antivírus estava bloqueando algumas funções do blog e os comentários era uma delas.
      Enfim, Obrigado pelo elogio.
      As próximas temporadas de GoT, Bates Motel e Orphan Black, até segunda ordem, serão comentadas por mim.
      Abraço!!!

      Excluir