segunda-feira, 16 de setembro de 2013

[Crítica] Nashville - 1ª Temporada (Segunda Parte)


Status: Renovada
Episódios (Segunda Metade): 14-21
Emissora: ABC

Transforme seu sofrimento em música.

Crítica:
Spoilers Abaixo!

Na segunda parte de Nashville tivemos situações que já sabíamos que poderia acontecer. E algumas delas, no caso, meus chutes deram certos. Uns foram até além daquilo que imaginei.

Pra quem não lembra, Rayna se separou bem aloka e Tedd voltou para sua amante. Ainda mais quando a ~filha~ mais velha descobriu, aí sim foi o ending pra história dos dois. Mas não torcia mesmo pra esse casal. Sono, muito sono me dava. Tanto que de tanto me irritar com pequenos detalhes acabei deixando a série, SIM, abandonei. Mas aí aconteceram coisas que começaram a me intrigar. Comecei a ver pela Sony, tanto que vi os últimos por lá, e claro se fosse por causa daquela propaganda babaca que o canal fez, JAMAIS voltaria a assistir. Só que quando vi que o Gunnar começou a se tornar o irmão e fazer a lindinha e fofinha da Scarlett sofrer, aí eu comecei a gostar.

E de repente, quem entra na loucura? Sim, ele, o lindo gostoso e sensacional Chris Carmack. Que fazia um babaca em THE OC mas águas passadas. O guri chegou chegando e fazendo uma confissão a Gunnar. Com um beijaço na boca. Quer storyline melhor? HAHAHAH. Com tudo isso, Gunnar e ele foram pra prisão, no dia mega especial pra Scarlett que foi cantar pra milhares de gente da grana. Quem foi ver ela bem no fim? Sim, o ex, Avery. Que ficou com Juliette e tá tentando se reerguer das falcatruas.

E falando na diva da série, Juliette se meteu numa puta fria. Dante, o "ex" comes e bebes da mãe dela resolveu a iludir. E a bobinha, dessa vez caiu mesmo. Ele acabou gravando os dois na intimidade e começou a ameaçá-la. Ela chegou a ficar insuportável no sentindo MAIS INSUPORTÁVEL da coisa mesmo. Se no "normal" já é duro aguentar, ali ela tava feroz. Mas aí a mãe dela por não aguentar mais ver a filha sendo humilhada toda vida pelas burradas dela, pois sabemos que a educação da fofa só é aquela por culpa da mesma, o que ela fez? Foi lá, matou o filho da puta. E depois se matou em seguida, fazendo Juliette não indo as câmeras e dizer que errou feio deixando o cara gravar, destruindo todas as provas evidentes. Claro.

Juliette mesmo assim estava doida pra ir ao prêmio da música, mesmo de "Luto" e no fundo, no fundo acabamos vendo que doeu. E ver Rayna no velório com ela foi fofo demais.

Mas fazendo aquele resumão:

> a filha de Deacon e Rayna descobriu que era filha dele > contou pra ele > ele não sabia. Legal né Rayna.

> o Pai de Rayna voltou pra empresa > e a irmã foi pega de surpresa pela federal.

> Deacon surtou > mas SURTOU mesmo.

> Gunnar se arrependeu > pediu Scar em casório e foi fofo.

> Juliette fez homenagem para a mãe > foi lindo > e encerrou a série lindamente.

E o que aconteceu no final?

> Rayna e Deacon se acidentaram. EEEEEEEEE. Um plot sensacional pra GERAL (hahaha) voltar a ver.

E a volta é nesse mês. Não percam guys.

Boa semana,

bêj.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. "Um plot sensacional pra mim voltar a ver"...

    Mim voltar a ver!
    Mim Indio!
    Mim não sabe concordância pronominal.
    Mim Assassina a língua portuguesa.

    ResponderExcluir
  2. Amor, to fazendo história, não Letras. Nem me julgue. Vou corrigir porque você foi fofo HAHAHHAHAH.

    Mim te ama.

    ResponderExcluir