segunda-feira, 16 de setembro de 2013

[Crítica] Don't Trust the B---- in Apartment 23 - 2ª Temporada (Segunda Parte)


Status: Cancelada
Episódios (Segunda Metade): 12-19
Emissora: ABC

The bitch is back for a last drink.

Crítica:
Spoilers Abaixo!

Quem pensou que a vadia do 23 nunca voltaria para o nosso mundo, estava muito enganado. Na Fall passada a série foi cancelada prematuramente e nem todos os episódios foram exibidos. Alguns meses depois, a ABC liberou os restantes em sua página oficial. Eu até pensei em fazer as críticas semanais, conforme os episódios fossem saindo, mas achei que seria uma perda de tempo e que um especial para a segunda metade seria a melhor forma de não deixar passar em branco. São apenas sete episódios os que não foram exibidos, então quem parou depois de ter sido cancelado, pode voltar agora e terminar tudo em apenas uma semana.

Eu fiquei muito triste pela série, não só pelo cancelamento, como também pelo descaso da emissora, que trocou a ordem dos episódios, sem a menor preocupação com os fãs. Achei uma enorme sacanagem não só com a gente, como também para os profissionais que se esforçaram para fazer algo decente. A confusão se estabeleceu depois de que ABC cortou os episódios produzidos da primeira temporada e os reorganizou pela segunda. Se lembram que a primeira temporada tem apenas 7 episódios? Bem, na verdade, ela tinha treze - assim como essa segunda. O problema é que os outros episódios da primeira foram colocados aleatoriamente dentre os episódios desse ano.

Enfim, vamos começar a falar sobre a série em si. Confesso que a qualidade caiu bastante desde o primeiro ano. Os episódios da primeira temporada são incríveis, mas os desse ano deixaram um pouco a desejar. Talvez seja o fato de haver uma quantidade maior, mas há diversos plots dispensáveis por aqui. Mas também há alguns episódios geniais. Particularmente, eu adoro o enredo em que a Chloe é obrigada a viver uma história de amor, mas acaba sendo enganada em seu próprio truque. Mas essa segunda temporada veio recheada de loucuras, envolvendo mães em cadeiras de roda, June esfaqueando concorrentes e Chloe feche de revista. Ninguém realmente segura essa vadia!

Um dos meus desejos foi em torno do interesse amoroso da Chloe, que mostrou estar no mesmo nível que o dela. Ele apareceu pelo menos em mais dois episódios nessa segunda temporada. Ainda que o seu retorno não tenha superado sua primeira participação, valeu para fechar o relacionamento entre os dois. Vocês acham mesmo que a Chloe acabaria se comprometendo? Para ela, se comprometer é fazer sexo em todos os banheiros que puder encontrar. E, acreditem em mim, eu não estou inventando isso. Para completar a aventura romântica entre os dois, Chloe faz o cara ser deportado porque não estava aguentando os seus sentimentos de ciúmes.

Outro plot que teve bastante destaque em torno da série é a paixão "secreta" (todos sabem, cara) do Mark pela June. Depois de ser avisada sobre isso por todo o elenco, até mesmo o Mark fala na cara dela. Então vocês podem imaginar o que acontece. Todo aquele clichê de que "somos apenas amigos", mas começa a vê-lo com outros olhos, até descobrir que realmente gosta dele. O problema? Não estamos em uma série comum. E, quando eles transam, percebem que são incompatíveis juntos. E, depois de tentarem provar várias vezes isso, decidem que não nasceram para ficarem juntos. Alguém chorou? Nem eu. June poderia mesmo ter ficado com o personagem do Nicholas D'Agosto, que faz uma participação especial em uma semana.

Bem, pelo menos a série cortou todas as suas pontas. Os relacionamentos amorosos tiveram uma conclusão e, no final, todo mundo saiu solteiro. Ah, Luther e James também brilharam nessa segunda metade (mas não tanto quanto a Chloe e sua arma mortal de dardos tranquilizantes). Sentirei saudades, é claro, mas estou feliz que a série encerrou de maneira satisfatória. E, no Series Finale, Chloe tem a oportunidade de conseguir vingança contra a "Vadia Original", sua arqui-inimiga do inferno. Não foi o melhor episódio, mas certamente foi simbólico. E vocês? Não vão correr atrás do desfecho?
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário