sábado, 31 de agosto de 2013

[Crítica] O Mistério da Passagem da Morte


Direção: Renny Harlin
Ano: 2013
País: EUA | UK | Rússia
Duração: 100 minutos
Título Original: The Dyatlov Pass Incident | Devil's Pass

Crítica:

A história sempre se repete.

Mais um found footage chegando na área! Esse filme mal saiu na internet e já está marcado para chegar às locadoras brasileiras, pela Swen Filmes. Gosto quando as distribuidoras agem rápido e lançam algo enquanto ainda é novidade. E, para começar, esse não é um filme em primeira pessoa comum. Afinal, em um mar de produções que vendem "realidade", quantas realmente se basearam em algo que aconteceu? Quase nenhuma, isso eu garanto. E, enquanto eu não estou dizendo que os eventos narrados nesse filme são verídicos, confirmo que a história de fundo é verdadeira. É um detalhe simples, mas acredito que já deixa O Mistério da Passagem da Morte na frente de muitos outros do mesmo estilo.

A história acompanha um grupo de estudantes que são financiados em uma viagem para investigar o mistério de nove esquiadores russos que morreram inexplicavelmente enquanto esquiavam pelos Montes Urais em 1959. A intenção do grupo é passar pelos mesmos lugares que o grupo de 59 e sentir exatamente o que eles sentiram, de modo que eles possam entender alguns dos eventos bizarros que aconteceram naquele dia. Com câmeras em punho, os estudantes partem para a Montanha da Morte, vista com maus olhos pelo povo local. Eles partem em busca da verdade, mas quando ela se revela muito mais assustadora do que eles esperam, o grupo irá perceber que o custo das respostas é sua própria vida.

Como já adiantei no primeiro parágrafo, o roteiro desse filme não narra eventos reais, mas se apoia neles para apoiar sua história. O bizarro destino dos nove esquiadores russos é real e as suas mortes permanecem como um dos maiores mistérios não-solucionados do século XX. Basta pesquisar na internet sobre "Dyatlov Pass incident" (ou, em português, "Incidente do Passo Dyatlov", tradução literal do título do filme) para saber mais detalhes sobre o caso. Recentemente, eu li um artigo muito interessante (Para conferir, clique AQUI) sobre os acontecimentos e tenho certeza que vale muito a pena. Aliás, esse resumo sobre o que realmente aconteceu consegue ser muito mais assustador que o próprio filme.

Apesar de se basear em uma história envolvente, o filme em si não consegue sair do lugar comum. Algo muito parecido aconteceu com Chernobyl - Sinta a Radiação, já que ambos entregaram uma história aquém dos acontecimentos reais. Porém, os roteiristas poderiam ter explorado diversas situações em torno do que realmente aconteceu. Apesar do incidente ser dominado com conspirações e teorias sobre alienígenas, nada é certo e o roteiro teria a liberdade para entregar o que melhor lhe coubesse. Infelizmente, a explicação por trás do mistério é, além de surreal, muito anticlímax. Esperava algo muito mais assustador. Mas eu gostei da forma como o roteiro teve a preocupação de tentar explicar alguns dos detalhes estranhos que aconteceram com a equipe em 59, incluindo a radiação encontrada em um dos corpos.

Se vocês pesquisarem, porém, irão perceber que algumas coisas simplesmente não batem. Sei que estamos lidando com uma ficção, mas detalhes bobos poderiam ter sido narrados de uma forma mais fiel, principalmente em torno do único sobrevivente dos eventos de 59. Além disso, o filme demora bastante para apresentar algum ritmo. Eu estava encantado pela história, então não liguei para isso, mas tenho certeza que muitos espectadores ficarão ansiosos esperando que o "terror" tome conta da tela. Confesso que os personagens poderiam ter entrado no forte militar mais cedo, o que teria dado tempo para um certo suspense e mais vítimas para a criaturas que viviam nas trevas.

Não é um filme realmente ruim, porém, consegue facilmente ser desbancado com algum artigo narrando o incidente original. Apesar de ser um filme de baixo orçamento, até que achei os efeitos especiais aceitáveis. Sei que muitas pessoas irão reclamar do excesso de CGI no terceiro ato, mas isso não conseguiu me incomodar. Os maiores defeitos do filme estão em perder tempo desenvolvendo os personagens e a solução abaixo das expectativas para o caso. Não deve ser uma perda de tempo para quem gosta de found footage, mas também não há nada de novo para aqueles que não aguentam mais ver esse estilo.


Trailer:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
12 Comentários

Comentário(s)

12 comentários:

  1. Credo isso foi dirigido por Renny Harlin?! O coitado caiu muito mesmo. Ficou fadado a fazer filme desconhecido, depois de Do Fundo do Mar, Duro de Matar 2...

    ResponderExcluir
  2. Oi amigo, parceria? Tenho banner no blog: http://minhavisaodocinema.blogspot.com.br/
    Abração e parabéns.

    ResponderExcluir
  3. E 9 misterio dos yeti tb ficou no ar. Tem uma cena no filme em que aparece dois seres brancos correndo ao fundo. Possivelmente poderia ser 3xplorado mais sobre tais criaturas. Sobre a passagem e a voltq no tempo achei meio sem nexo. Poderiam ter terminado o filme de forma diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tbm acho a mesma coisa Rodrigo,tipo quando vi essa parte das duas "criaturas" andando por ali(mais sem brincadeira,naquela parte já esperava que iria aparecer,alguma coisa),já estava achando que eles iriam colocar algum ser mitológico,de cara veio logo o Wendigo ou o Yeti(que eles citaram muito no filme),depois que chegou no final e terminou,fiquei boiando sobre isso,tipo como aparece duas coisas grandes brancas e peludas no meio do filme,e depois aparece no final,dois seres magros parecendo uns palitos de tão magros rsrs,bom,o filme e até legalzinho comparados com outros,mais pecou em deixar certas partes sem esclarecimento,o roterista podia ter explorado mais a historia e o roteiro,mesmo que desse 2,3,4 filmes,quando mais a historia e envolvente melhor o filme... bom essa e minha opinião :D

      Excluir
  4. Eu nao gostei do filme fiquei sem entender boa parte...

    ResponderExcluir
  5. Alguém sabe o que foi que passou no fundo no minuto 00:37:41 .?

    ResponderExcluir
  6. Alguém sabe o que foi que passou no fundo no minuto 00:37:41 .?

    ResponderExcluir
  7. Alguém sabe o que foi que passou no fundo no minuto 00:37:41 .?

    ResponderExcluir
  8. Assisti ontem e concordo com as opiniões daqui; o filme se as vezes foge do lugar comum do estilo Bruxa de Blair; outras vezes, se perde em costurar a solução a la Nos limites da imaginação. Área 51 foi mais feliz na sua tentativa cinematográfica.

    ResponderExcluir
  9. Acabei de ver o filme e realmente e qdo mostrou as duas criaturas até achei q eram os seres mutantes mas qdo o personagem está filmando e a luz da câmera foca neles parece q n suportam a luz.Fiquei confusa.No final,eles se teletransportam pro passado e vemos q eles é q são as criaturas.Por isso q a senhorinha q deu o relato antes deles irem p a montanha falou q viu 11 .Eram os 9 + os 2 q haviam teletransportado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Taís. Eu cheguei a essaúde conclusão. O portal que eles viram era para o passado. Só que nesse processo eles viravam essas coisas bizonhas.

      Excluir