quinta-feira, 11 de julho de 2013

[Crítica] Twisted - 1x04: Sleeping With The Frenemy

Dormindo com as inimigas. 

Review:
(Spoilers Abaixo)

Gente, como a legenda dessa série demora pra sair, né? A série é de terça, e legendada só sai no sábado. Complica minha função de crítico. Então, pela primeira vez, a demora nessa review não é completamente culpa minha, já que eu não poderia ter assistido o episódio sem legenda. Daqui a pouco é melhor esperar a série sair no Boomerang pra assistir, né? Brincadeira, ninguém merece a dublagem desse canal. Tenho dor no pâncreas toda vez que assisto qualquer coisa na emissora. Mas enfim, foco no assunto. 

Essa semana, Twisted venho mantendo seu bom ritmo, uma amiga que também assiste, comentou que a série já começou com enrolação. Mas convenhamos que estamos no quarto episódio de uma primeira temporada, eu não esperava um ritmo frenético. Na verdade, fiquei até surpreso com a primeira grande suspeita já sendo desvendada nesse episódio. 

É minha gente, aparentemente Archie mentiu sobre álibi porque ele estava com medo de revelar que estava em um encontro com o treinador para discutir uma possível saída do time e largar os colegas a própria sorte. Confesso que achei um motivo muito fraco pra justificar tanta mentira. Posso até engolir mentir pros amigos sobre isso, mas daí mentir em um depoimento pra polícia? Algo ainda está mal contado nessa história toda. 

E na minha opinião, aquele cd que a Regina fez com fotos dele foi outra coisa mal explicada. As imagens no cd e o jeito como elas estavam legendadas não parecia algo feito pra entregar a alguém interessado no Archie, e sim, feito por uma fã louca e apaixonada. Pra mim, desse mato ainda sai coelho. Senão muitas coisas vão ficar incongruentes. 

Eu vi por aí, que algumas pessoas estão começando a suspeitar do Desai, e eu pensei que foi só eu que tinha o pé atrás com o personagem. Algumas atitudes dele são muito suspeitas mesmo, e alguns elementos na própria série podem ser consideradas pistas. Pra começar, logo no piloto temos a explicação do termo "sociopata". Desde então, presto atenção no Dan pra ver se ele tem algumas das características citadas. Então fui pesquisar, e descobrir que o Danny tem mais um "Q" de psicopata, do que de sociopata. Agora, não sei se nos Estados Unidos, existe diferença entre as duas coisas ou se eles tem ideias invertidas. Tipo, o que seria psicopatia pra nós, é sociopatia é pra eles, e vice versa. 

O fato é, quando foi que o Danny já demonstrou algum sentimento? Algo real? Porque tudo que ele faz me parece tão friamente calculado. Temos vários Danny diferentes, é como se ele fosse o Desai que a situação pede. Tipo, pro Rico ele é o melhor amigo que um nerd isolado pode querer, pra Jo, ele é engraçado, charmoso. Pra Lacey ele é o ex-amigo que precisa de perdão e entendimento. Pra mãe, ele age com revolta e é rebelde, mas parece que sempre que precisa dela, ele se mostra mais compreensivo e amigo. Com Archie, ele busca uma paz e uma aceitação que simplesmente não faz sentido. O que ele iria ganhar entrando pro time de futebol? A amizade de um bando de garotos superficiais? Simplesmente não bate com o Danny que ele diz ser. Tudo que ele conseguiu foi causar um clima de tensão entre os outros jogadores e o Archie. E não demonstrou o menor remorso por isso. 

Será que o protagonista pode mesmo ser o assassino que dizem? Depois que li algumas teorias, fiquei com essa suspeita na cabeça. Com isso em mente, olhemos pro título desse episódio "Dormindo com o inimigo", será que o título se refere somente a situação de Jo? Quem mais poderia ter dormido com um inimigo? Acertou quem pensou na Lacey. Ela dorme - no sentido sexual da coisa - com o Archie, e dormiu - no sentido literal - com o Desai. Será uma pista, ou estou viajando? O jeito é aguardar por mais loucuras e ver aonde essa história vai parar. 
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário