segunda-feira, 29 de julho de 2013

[Crítica] The Originals - 1x00: Pilot


Família é poder.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Essa semana vazou o episódio Piloto do spin-off de The Vampire Diaries, The Originals. Quem acompanhava minhas críticas à série-mãe sabe que eu não estava encarando esse spin-off com bons olhos. Mas, felizmente, me simpatizei com o que foi apresentado. De fato, The Vampire Diaries deve sofrer nesse próximo ano. Estou curioso em acompanhar o desenvolvimento da história agora que alguns dos mais marcantes personagens deixaram a série para estrelar sua própria história.

A maior curiosidade entre as pessoas é saber a diferença entre o Pilot e o vigésimo episódio da quarta temporada de The Vampire Diaries. 85% das cenas são as mesmas, porém, há a introdução de algumas coisas novas. Além da narração do Klaus no início e no final do episódio, há outras cenas complementares e um desfecho bombante, que definitivamente não estava inserido na exibição anterior. Nesse Piloto há mais cenas entre a Hayley e o Elijah (vamos shippar?), além, é claro, da presença da bruxa enigmática que é a chave para o poder sobre a magia do Marcel. A última cena realmente foi "poderosa", em todos os sentidos da palavra.

E quem pensa que The Vampire Diaries e The Originals é basicamente a mesma coisa está muito enganado. Há uma diferença gritante entre a climatização das duas séries. Os produtores provavelmente se empenharam em trabalhar essa diversidade, o que foi uma escolha inteligente. Nova Orleans é considerada um dos locais mais poderosos em termos de bruxaria/vudu. Diferente de Mystic Falls, a bruxaria deixará de ser apenas um recurso para se tornar algo realmente importante da história. Há uma guerra - uma hierarquia - entre vampiros e bruxas. E o nosso querido Klaus está no meio de tudo isso, buscando o seu lugar ao sol.

É claro que o Klaus é um vilão e, para protagonizar sua própria série, ele teria que mudar. Mas como quebrar o personagem e torná-lo digno de um anti-herói? O roteiro foi inteligente com o plot da gravidez da Hayley. Por causa da forte possibilidade de construir uma família e se fixar em um lugar onde pode criar raízes, Klaus pode começar sua mudança sem parecer algo forçado. Além disso, seguirá um caminho coerente, sem desconstruir o que foi apresentado em The Vampire Diaries. Isso tudo nos leva até Marcel, que, inicialmente, será apresentado como o verdadeiro vilão, forçando o Klaus e a bruxas a unirem forças contra um inimigo em comum. É inteligente e, o melhor, interessante de acompanhar.

E não há série digna sem os possíveis interesses amorosos, certo? Além da Hayley, que está com um filho do protagonista no ventre, temos a introdução de uma intrigante personagem, Camille. Ela é uma bartender faixa preta em karatê (Já quero vê-la destruindo vampiros ala Buffy), que se mostrou mais inteligente que a maioria das outras garotas. Não só despertou o interesse do Klaus, como também do vilão Marcel, o que pode ser o começo de um novo triângulo amoroso.

Enfim, os plots desse spin-off me agradaram bastante, assim como o desenvolvimento e transição da história. Não sei se vocês perceberam, mas assim como o episódio em si, esse texto resgatou alguns parágrafos escritos para o vigésimo episódio do último ano de The Vampire Diaries, com algumas leves edições e outros parágrafos novinhos em folha. Enfim, o importante é que eu aposto muito mais nesse spin-off do que na série que foi originado nessa Fall Season. Doido para saber como essa história vai se desenvolver. Vocês não adoram uma história nova e cheia de probabilidades? Eu também.

Está louca, amiga? Essa macumba está proibida.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Eu realmente estou ansiosa para assistir este spin-off. Nik me conquistou, e achei pelo menos pelo pilot que será bem diferente de TVD, embora o enredo seja também sobrenatural. Com certeza irei sentir muita falta dos três irmãos em TVD, mas vamos ver né?

    xoxo
    It's just my humble opinion!

    ResponderExcluir
  2. Não esquecendo de dizer que venho acompanhando as críticas de PLL e TVD por aqui. Eu realmente adoro esse blog :*

    ResponderExcluir
  3. Eu to AMANDO série já to viciada e eu nem sabia que tinha ligação com TVD se eu não tivesse procurado uma crítica eu jamais ia saber.

    ResponderExcluir
  4. Eu to AMANDO série já to viciada e eu nem sabia que tinha ligação com TVD se eu não tivesse procurado uma crítica eu jamais ia saber.

    ResponderExcluir