terça-feira, 11 de junho de 2013

[Crítica] Awkward. - 3x09: Reality Check

Não sei quem é Pandora, mas a caixa precisa ser fechada.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Finalmente os dramas conjugais de Jenna chegaram ao seu ápice. Na verdade, finalmente a própria série chegou ao seu ápice. A temporada chegou até aqui apresentando episódios divertidos usando a mesma fórmula de sempre, mas dessa vez conseguiu sambar na cara do telespectador. Tanto os dramas de Jenna quanto os de Ming foram bem explorados, me fazendo finalmente dar aquela gargalhada que estava esperando desde o começo da temporada. Concordando ou não, vamos a Review da semana antes que a gente se atrase mais.

Como vimos no ultimo episódio, um simples toque de Collin conseguiu despertar em Jenna algo que pensava poder sentir apenas pelo namorado. Essa pequena atração cresceu, e agora, Collin não só consegue atrapalhar suas relações sexuais com Matty, como também, invadir seu meio criativo para impedi-la de escrever. E logo na semana em que lhe foi designado mais um trabalho escrito sobre a superação da vulnerabilidade. Todos os alunos da classe precisavam escrever sobre “a primeira vez de qualquer coisa que tenha sido importante”, mas como fizera isso na semana passada, precisava agora criar uma ficção.

Acho que a essa altura todos já deveriam saber que Jenna Hamilton é péssima em ficção. Na ultima vez que tentou, ela terminou como uma líder de torcida sem coração, uma grávida sem dinheiro e uma anônima que achava o romance gay de Matty e Jake bonitinho. Mas dessa vez ela estava cercada de inspiração, só não queria admitir pra si mesma. Bastava olhar pro lado e ver seu amigo comprometido dando mais um sorriso que costumava não ser perfeito para que sua imaginação fluísse. Foi assim que ela conseguiu concluir seu trabalho e se absolver da culpa de pensar em alguém que não fosse o namorado.
O único problema agora é Sadie. A garota percebeu que Jenna ficava nervosinha quando estava perto de Collin, e do mesmo jeito que contou ao Jake sobre o passado da Hamilton destruidora de lares, talvez conte a Matty que o trabalho era sobre a sonhada primeira vez com o Collin. Mas quem se importa? Jenna não fez nada de errado e ainda ganhou um jantar perfeito do namorado como narrou em seu trabalho. E até onde eu sei, Tamara não deixou de amar Jake porque começou a fantasiar com o Niall do One Direction. Só o que precisam fazer é esconder suas fantasias, porque como diz o ditado, garotos serão garotos. 

Em paralelo a tudo isso, Ming continuava sua guerra contra a líder psicótica dos asiáticos sem saber que vencer era apenas uma questão caucasiana. Depois de descobrir seu romance com Fred Wu, Becca armou para que ele fosse acusado de trapacear na hora da prova e ser expulso do colégio onde estudava. Ming sabia que ela iria aprontar das suas quando lhe deu o beijo de Judas, mas expulsar seu namorado da cidade era passar dos limites. Então, o único jeito de combater a megera foi ignorar suas descendências asiáticas para lhe dar uma surra ao estilo caucasiano. Pra quem está se perguntando se isso é racista, a resposta com certeza é sim.

A briga levou as duas até a sala da Valerie, onde descobrimos que todos os asiáticos se voltaram contra Becca para fazer de Ming Fei Yen Huang sua nova líder. Quando Valerie disse que eles assinaram uma declaração dizendo que Becca era agressiva eu vibrei, mas nada se compara a cena em que a Ming sai da cena e todos os asiáticos se curvam pra ela, hahaha! E o que a Becca fez? Bem, apenas o que ela podia fazer. Ela gritou como uma louca e depois saiu de fininho como uma verdadeira Lucy Liu derrotada por Uma Thurman numa luta de samurai.

Depois disso eu sinceramente não duvido de mais nada. A única coisa que me preocupa é o destino da Ming, já que encontrou seu desfecho temporário mais cedo do que pensávamos. Ainda temos onze episódios pra essa temporada e não quero que ela fique de lado. Será que ela vai se tornar uma vadia asiática tão cruel quanto Becca agora que é a líder? Eu sei, são muitas emoções. E que venha o próximo samba da temporada.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários: