segunda-feira, 6 de maio de 2013

[Crítica] O Lado Negro


Direção: Gregory Orr
Ano: 2012
País: EUA
Duração: 90 minutos
Título Original: Recreator / CLONED: The Recreator Chronicles

» Será distribuído pela Flash Star, direto em DVD, com o título O Lado Negro. A distribuidora realmente vem conseguindo surpreender com suas péssimas escolhas. Esse filme já era conhecido como Recriação, e qualquer título girando em torno disso (como Recriados) seria melhor que o oficial.

Crítica:

Você será substituído.

Queridos leitores, a decepção existe. E não está presente apenas naquele filme do ano, que vocês estiveram esperando por séculos. Está também naquele filme desconhecido, que vocês nem sabiam que existia, viu o trailer, achou bom e decidiu dar uma oportunidade. É aí que mora o verdadeiro perigo! Você é decepcionado quando não está esperando simplesmente NADA. E já vou logo adiantando que este é o caso de Recriação, um filme que parecia ser bom, mas acabou se revelando uma enorme bomba.

A história gira em torno de três jovens que decidem acampar em uma ilha desconhecida. Chegando lá, eles vêem uma casa, que não há ninguém. Depois de fugir da tempestade, eles são obrigados a passar a noite dentro da casa. Na manhã seguinte, os donos chegam e os encontram lá. Para completar a situação bizarra, os três jovens se deparam com versões idênticas de si mesmos, suas cópias mais inteligentes, rápidas e fortes. No meio de toda esta loucura, eles irão perceber que só é possível que apenas UM corpo ocupe lugar no espaço.

Uma coisa engraçada, é que eu não sei definir de qual gênero este filme representa. Podemos descartar o terror, obviamente, porque não chegamos nem perto de nos assustar. Suspense também não é uma possibilidade, porque não há o menor clima ou tensão. E, se tivermos a coragem de chamarmos de ficção científica, iremos ser processados, porque este filme é realmente uma vergonha. A verdade é que nenhum gênero deveria ser responsável por esta porcaria. Estou com rancor no meu coração, então vamos continuar. Todos com sua língua-chicote? Espero que sim.

Primeiro que os efeitos visuais são ridículos. E olha que não é usado muitas vezes. No máximo, em alguns raios e uma chuva computadorizada mal feita. Por ser usado em tão poucas situações, eles deviam ter caprichado. Mas não o fizeram. O que acaba provando quão limitado é o orçamento. Pelo menos o trabalho com as duplicadas em cena é feito de forma digna. Mas se fosse o contrário, este filme já poderia ser jogado diretamente no lixo. O maior defeito deste enredo, é que ele é tão vazio quanto uma piscina sem água (eu sei, vocês ficaram de boca aberta com a metáfora).

Temos diversas perguntas sem respostas. E o pior é ver o roteiro tentando responder questões importantes com soluções medíocres e fáceis. Um dos maiores exemplos é o meio que os jovens ganham seus clones. Se não quiser saber, pule esse parágrafo, mas é algo realmente estúpido, então aconselho seguir em frente. Então quer dizer que é só sentar em um vaso sanitário e você vai ser clonado? Não sabia que era tão fácil. As respostas são tão vazias que me deram vergonha. Nada justifica os clones e muito menos os seus comportamentos. Afinal, por que eles não mataram os originais, assim como os clones anteriores? Não faz o menor sentido dar tempo de conhecê-los. Vocês podem até pensar que o roteiro guarda uma explicação para isso no final, mas não ele guarda nada. E o vazio presente dentro dele volta para nos assombrar.

Quem esperou até o final para saber se teríamos alguma reviravolta ou explicação, vai se decepcionar ainda mais. Há um grande desperdício nas falas, que poderiam usar os clones – que sabem tudo de seus originais – para criar conflito. Essa opção foi desenvolvida uma vez, mas poderia ter sido muito melhor aproveitada. No final nos deparamos com uma reviravolta óbvia e totalmente sem graça, se pensarmos que, quem ficou na ilha, poderá sair facilmente. Enfim, um verdadeiro desperdício do meu tempo e certamente não merece tomar o de vocês. Não recomendo, mas, no final, quem acaba decidindo não sou. Só estou aconselhando, então, boa sorte.


Trailer:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
5 Comentários

Comentário(s)

5 comentários:

  1. Assisti esse filme ontem no Space,concordo com tudo o que vc disse Nefferson.Tbm não recomendo.


    PS:Parece que tem o segundo,totalmente desnecessário.

    ResponderExcluir
  2. To assistindo no space....Comecei pensando q era uma série do tipo "Além da imaginação ! Pelo o q entendi os clones não mataram os originais Pq eles são uma versa "melhorada" nao uma "top" Pq os originais são meio patetas! O único q salva um pouco é o negão,mas depois q voltou caiu no meu conceito ! E se tiver o segundo, poderiam mudar os responsáveis pelo filme ! Kkkkk

    ResponderExcluir
  3. To assistindo no space....Comecei pensando q era uma série do tipo "Além da imaginação ! Pelo o q entendi os clones não mataram os originais Pq eles são uma versa "melhorada" nao uma "top" Pq os originais são meio patetas! O único q salva um pouco é o negão,mas depois q voltou caiu no meu conceito ! E se tiver o segundo, poderiam mudar os responsáveis pelo filme ! Kkkkk

    ResponderExcluir
  4. Vocês reclamam demais , eu assisti , e até que tem um jeito meio filme "fraco" mas a história até que mexe com a imaginação, pessoas sem conteúdo é que não veem . O final é belíssimo na minha opinião e não é sempre o "bonzinho" que se dar bem .

    ResponderExcluir
  5. Simples desnessessario sua critica pode sim ser fraco p filme porem vooc nao prestou um pingo de atençao em nada (Nao é sentendo no vaso que voce vai ser clonado , Simples o cientista tinha sua formula escondida em barris ou sera que ngm viu qi estava caido no chao e assim vasou os componentes que juntando com o dna de cada um forma os clones ate msm em um simples banho poderia acontecer) eu gostei por eu quis presta atençao em cada detalhe e sim espero que continuaçao sai p mais rapido possivel

    ResponderExcluir