quarta-feira, 8 de maio de 2013

[Crítica] Nikita - 3x20: High-Value Target


O fim nunca pareceu tão iminente.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Alguém mais ficou tenso com esse episódio? Tenho certeza que muitos de vocês suaram frio. Então, meus queridos espiões, esse foi um dos episódios mais sinistros dessa temporada de Nikita. Aliás, toda essa sequência final está sendo de matar - literalmente para alguns (Sean mandou "oi"). Definitivamente um dos melhores finais de temporada que a série já apresentou e os próximos episódios prometem apertar ainda mais nossos heróis. Amanda está descontrolada e não vai parar com suas táticas da discórdia enquanto ela não for a última vadia em pé. Alguém tem dúvidas disso?

Os sites especializados em estatísticas de renovação apontam em massa que a renovação de Nikita para o quarto ano é algo certo. Ainda vejo muitas pessoas com medo da série ser cancelada inesperadamente, mas eu também estou confiante para o quarto e último ano. Segundo informações, o anúncio oficial ainda não saiu porque há discussões a respeito de quantos episódios terá a próxima temporada ao total. Os fãs, obviamente, querem se despedir com uma temporada completa, mas isso parece improvável. Além do mais, a tag "We Need Full Nikita S4" foi destaque no twitter, provando a determinação dos espectadores. Porém, enquanto esperamos pela decisão final, vamos ao episódio em si.

Depois de ter sido ameaçada diversas vezes, a Division sentiu a pressão de deixar de existir para sempre, assim como as pessoas dentro dela. Sem aviso prévio, os SEALs entraram no complexo e tocaram o terror em todos, interrompendo uma importante operação em busca da última Caixa Preta. Tensão define, certo? Já perdemos o Sean, não quero que ninguém mais morra. Felizmente (ou não), Nikita recebeu sua oportunidade para salvar a todos e a si mesma. De acordo com a presidente, essa seria a missão de sua vida e não havia a opção "falhar".

A cada reviravolta e situação difícil que Michael e Nikita se metiam eu ficava cada vez mais tenso. Parecia óbvio que nenhum deles iria morrer e que o grupo SEAL não sairia exterminando a todos, mas foi impossível não ficar congelado assistindo-os arrebentando as portas enquanto nossos heróis esperavam pela morte certa. E no meio de muitas traições, quem é a única pessoa e ficar por cima? É claro que é a Amanda. A mulher começou na cama do Owen acorrentada e com um "vale-morte", mas acabou dando a volta por cima e enganou a todos no final, inclusive o próprio Owen/Sam, que foi manipulado lindamente.

Aliás, foi muito legal acompanhar um pouco mais dessa nova fase do Owen. Parecia óbvio que esse lado malvado dele iria quebrar ao ter vivido uma boa pessoa por anos, até porque, Nikita não iria mesmo desistir dele e, se ele fosse inflexível, todos estariam mortos. E o mais interessante foi a conversa entre o Owen e a Alex, quando ele descobre que o Sean morreu e lembra do seu amor do passado. Gosto dessa forte conexão entre a Alex e ele. Provavelmente é o caminho para ele se recuperar novamente. Eu sempre shippei os dois e agora que o Sean não está mais na jogada, pode realmente acontecer.

E no final de toda essa loucura? Division vive para mais um dia. Pelo menos os nossos queridos personagens, já que a Division está oficialmente desativada. E como eles irão sustentar suas operações milionárias? Com o precioso dinheiro da Udinov. De fato, esse é o mínimo que ela poderia fazer por eles. Gostaria de destacar a participação especial do Cyrus, que foi fundamental para o desenvolvimento da trama. Seu retorno veio no momento certo e deu mais credibilidade para o avanço à caça da Caixa Preta. Aliás, depois desse episódio, as Caixas Pretas serão apenas lendas.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário