sábado, 18 de maio de 2013

[Crítica] Arrow - 1x22/23: Darkness On The Edge Of Town/Sacrifice (Season Finale)

Sempre tenha um sacrifício B...E uma equipe de mocinhos maior. 

Review:
(Spoilers Abaixo)

Adoro quando chega as séries chegam na sua reta final, os roteiristas parecem tomar alguma coisa e ficam aguçadíssimos com suas tramas. Não tem uma série que é diferente, todas costumam ter um aumento de qualidade na sua reta final. Mas digamos que Arrow está se superando. Comparado as outras séries, Arrow é uma das que está se saiu melhor na sua reta final e ainda nos presenteou com um final excelente. Ainda tem alguma dúvida de que esse foi o grande acerto da CW? Não vou exagerar e dizer que a temporada perfeita, mas acho que isso é mal de série estreante, né? É comum as novatas de perderem, mas é inegável de que a série teve seu saldo final bastante positivo. A ponto de, inclusive, estar renovadíssima tanto na emissora quanto aqui, no nosso Mundão Alternativo. Pois é, voltaremos Fall que vem pras aventuras em Starling City. Mas chega de conversa fiada que não vai nos levar a lugar nenhum, vamos falar dos dois episódios finais da série e da importância que eles podem (ou não) ter pra segunda temporada.

E não tem como começar a falar desses episódios sem dizer isso: CARALHO, PUTA QUE PARIU, quão FODA foi essa Season Finale. Desculpem descer tanto o nível da review, mas a excelência desse final de temporada exige alguns equívocos. Eu realmente não sei como tanta coisa aconteceu em 40 minutos, foi explosão pra cá, choro pra lá, DR pra lá. Acho que nenhum outro episódio de Arrow chegou a ter tanta carga dramática quanto esse teve. 

Aposto que vocês estão se perguntando "review dupla de novo, Ricardo?!", mas gente, não tem como separar esses dois episódios. O primeiro é o que abre as portas pra essa finale sambar na nossa cara lindamente. Tivemos cenas ótimas, como a invasão da empresa do Malcolm pela Felicity, Oliver e Diggles. A minha equipe de heróis favorita, os Vingadores que me desculpem.

Falando nela, como a Felicity cresceu na série, né? TOTALMENTE merecido, a personagem é excelente, não tem como não amar. As cenas dela são sempre excelentes e nessa reta final ficaram ainda melhores. Existem certos tipos de personagens que acabamos nos apegando a eles, Felicity é uma delas. A cena final dela na Season Finale me deixou com o coração apertadíssimo  todo o lugar desabando e os equipamentos explodindo e ela diz que está tudo bem com lágrimas nos olhos. Meu, nessa altura quem já estava quase chorando era eu. Torço pra que a personagem só cresça na segunda temporada, porque as cenas dela são divertidas e intensas. 

Falando nisso, e ela e o Quentim trabalhando juntos? Amei. Os dois personagens recorrentes que mais cresceram e ganharam espaço na série trabalhando juntos. Quentim foi outro que estava decidido a arrancar lágrimas de mim, ele se despedindo de Laurel foi uma estratégia bem colocada dos roteiristas, pra nos fazer acreditar que seria ele o personagem a se sacrificar. O personagem não só me ganhou, como já torço por mais interações entre ele e o Vigilante. 


:'(

Juro que não sou de chorar assistindo as coisas, mas em episódios em que menos espero, as lágrimas insistem em aparecer pra me fazer chorar. Como eu disse semana passada, os roteiristas foram ousados nessa reta final, e mantiveram esse ousadia até o último segundo da finale. Uma das coisas que a série soube fazer muito bem foi tornar todas as relações entre os personagens complexas ao extremo. Os roteiristas brincaram bastante com isso, mas na hora de concluir, eles fugiram do clichê, igual o capeta supostamente foge da cruz. 

Alguém esperava que o Tommy fosse o personagem que faria um sacrifício? Não, né? Todo mundo acreditava que fossem seguir aquele caminho que o Harry Osborn seguiu em Homem-Aranha 3. Ou seja, ele assumiria o lugar do papai como o grande vilão. E tipo, estava todo mundo apostando nisso. E talvez, esse até fosse o plano inicial dos roteiristas, mas Tommy mudou e mudou, e mudou muito. A cena dele morrendo foi golpe baixo, estou passando por uma situação parecida com a dos dois, também briguei com um dos meus melhores amigos por causa de uma garota e enfim...Isso aqui não é o blog da Jenna. Assim que vi a cena meus olhos marejaram, a cena num todo foi muito bem feita. Ambos os atores se entregaram de um jeito que realmente parecia que os dois são melhores amigos. O Ollie dizendo "Era pra ter sido eu" partiu meu coração. Agora, é ver os impactos que a morte dele vai causar na relação entre Laurel e Oliver, os dois exalam química mas é óbvio que esse acontecimento foi pra causar um mal estar na relação dos dois. Aposto que a Laurel vai ficar de mimimi agora, mas enfim, vamos aguardar a segunda temporada e ver no que isso vai dar. 

Bom, enquanto isso, tínhamos a continuidade da trama dos flashbacks da ilha, que, de certo modo, também tiveram um final digno. Quão "Uow, isso acabou mesmo de acontecer?" vocês ficaram quando o Fyers atira no Yao Fei? Meu, aquilo foi surpreendente. A própria cena foi chocante, um tiro a queima roupa na cabeça foi demais. Final feliz não é para todos meu caro, mas finalmente vimos Oliver começando a matar com seu arco, como muitos disseram, foi naquele momento que surgiu o Vigilante. Agora é ver quais serão as próximas aventuras que Shado, Slade e Oliver enfrentaram. Afinal, ele ficou cinco anos naquela ilha e só se passaram...É, não sei quanto tempo se passou na ilha desde o começo da temporada, mas não deve ter sido mais de um ano. 

Menções heroicas:

- A amizade entre Oliver e Diggles está cada vez maior, mesmo tendo desavenças, um sempre pode contar com o outro em situações de vida ou morto. 

- Moira se entregando foi um excelente jeito de redimir a personagem, em compensação agora me pergunto qual será o plot da personagem na próxima temporada.

- Roy e Thea foram excelentes, os dois funcionam bem juntos e qualquer coisa que movimente a irmã do protagonista é bem vindo. Aliás, achei super digna a cena da Thea acertando um bandido e ter tido aquela cena "Sou boa de mira", com certeza ela vai ser a Speedy futuramente (by the way, tem uma menina que é igualzinha a Thea onde eu estudo, futuramente posto uma foto dela aqui pra vocês compararem. Brincadeira, isso é ilegal, eu acho).

- Malcolm morreu ou não morreu?

Só na Segunda Temporada:

- Felicity, Slade e Roy como regulares. 

- Há boatos de uma possível participação do Besouro Azul na série. 

- Possível começo da transformação da Laurel na Canário Negro.




Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário