quarta-feira, 15 de maio de 2013

[Crítica] Arrow - 1x20/21: Home Invasion/The Undertaking

Ousadíssima rsrsrs

Review:
(Spoilers Abaixo)

Adoro quando vou assistir os episódios e sou surpreendido pelo que vejo, sabe, é realmente muito boa a sensação de que o tempo perdido assistindo aos dois episódios valeu incrivelmente a pena. E "ousadia" é exatamente o termo que eu usaria pra definir os dois episódios, o modo que o roteiro foi conduzido foi totalmente diferente do que eu tinha imaginado pra essa reta final, até porque, já estava esperando que fossem cair no clichê mas eis que #boom. Mas chega de enrolar, vamos falar dos episódios, porque daqui a pouco vêm a Finale

O Deadshot - preciso parar de confundir ele com o Deadpool - é simplesmente um dos meus vilões favoritos. Quem lê um pouco de quadrinhos, sabe que o personagem é muito sádico. Por isso achei muito digno deixarem ele vivo mais uma vez, estou louco pra um episódio mais focado no vilão. Aliás, cultura inútil, nos quadrinhos a primeira aparição do Deadshot é quando ele tenta assumir o lugar do Batman, na época não percebi a coincidência, mas se pararmos pra analisar, no terceiro episódio da série, o Floyd meio que tentou tomar o lugar do Arqueiro. Adoro quando usam os arcos dos quadrinhos decentemente nas adaptações. 

Bom, acontece que Arrow perde muito tempo com os procedurais, e alguns dramas acabam ficando rasos (o que não é a mesma coisa que superficiais), queria ver mais de Diggles e da relação de ódio que ele está começando com o Floyd, espero que isso ganhe destaque nas próximas temporadas. Muitos acharam forçado o Dead ter deixado o Dig vivo, mas quem conhece o personagem, sabe que é mesmo algo que ele faria. Ele pode ser um mercenário, ele mata porque pagam. Ele já é alguém que está tão acostumado a matar, que não vê a graça em matar alguém de graça.

O Oliver está cagando em todas as relações que ele têm, é incrível como ele consegue ser pior que eu. Está certo que tem personagem que abusa do direito de ser dramático (cof Tommy cof), mas o Diggles realmente teve a razão em ficar mal com o protagonista. Lógico que na situação que estava o Oliver teve que fazer uma escolha, e acho eu, que se estivesse na situação em que ele estava, teria escolhido o mesmo. O perigo que envolvia a Laurel, também envolvia uma criança órfã (acho tem escroto dois acentos na mesma palavra), ou seja, eram questões mais urgentes. Entretanto, mesmo sabendo disso, o Dig teve seu momento de ficar chateado. Mas quando a amizade é verdadeira, as brigas nunca duram mais que o necessário. E esse tempo afastado serviu pro Ollie perceber que ele precisa do Diggles pra não fazer merda.


#Twins #BrotherAndSister #KristenFace

Acreditam que eu já estava esquecendo do Walter? Já nem lembrava mais da existência do personagem. Brincadeira, lembrava sim. Mas eu já estava começando a achar que só veríamos o personagem de novo morto, o que talvez, fizesse com que a Felicity se aliasse aos mocinhos definitivamente em busca de vingança. Mas não, Walter ainda está vivo. O que é excelente, afinal, veremos quão longe o Malcolm vai ter coragem de ir agora. Sabendo que tem alguém na sua cola de novo. 

FINALMENTE - parece que essa é a palavra pra esses episódios - o Oliver descobriu a vadia-mor que sua mãe é. Fiquei até com pena dele, mas finalmente ele vai poder lutar contra os planos do Malcolm e da sua mãe. Foi genial a sacada que o Oliver teve, eu fui pego de surpresa quando ele aparece ouvindo a conversa da Moira e do Malcolm. Não esperava mesmo que fossemos ter essa cena logo agora, quero só ver como vai ser a atitude dele quando realmente tiver que enfrentar a mãe.

E bom, parece que realmente o Tommy vai se firmar como o vilão da segunda temporada. Ele largou a Laurel de vez, foi trabalhar com o Papai do Mal e está todo trabalhado no recalque com o Oliver. Sendo completamente honesto, não entendi porque tanto drama entre ele e o Ollie, não entendi mesmo. Apesar de achar o ator que faz o Tommy um gato, o personagem sempre foi bem chatinho. Espero que ele se firme como vilão mesmo. E sem ele no caminho, a gente pode começar a vislumbrar um futuro pra Laurel e Oliver - apesar de eu ainda shippar Oliver e Felicity loucamente. A última cena que envolveu os dois foi super cute. Mas convenhamos, que o Ollie se declarando pra Laurel agora só vai azedar ainda mais a relação dele com o Tommey(no cú)Agora é ir assistir o vigésimo segundo episódio, enquanto não sai o de hoje. 
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário