Especial

Foto:

[Crítica] The Vampire Diaries - 4x19: Pictures Of You


Memórias deveriam permanecer no passado.

Review:
(Spoilers Abaixo)

É impressionante como a CW adora um bom e longo hiatus. Bem, a espera finalmente acabou e aqui estamos novamente sambando na cara do recalque pelas ruas de Mystic Falls. Estou feliz por enquanto, uma vez que a série ainda está divertida e a Elena continua sem suas emoções. Eu sei que vocês vivem comentando que ela voltará a sentir as coisas ao seu redor, então eu estou apreciando cada momento em que ela aparece psicótica e sem coração. É muito provável que esse evento choque-se com a Season Finale. E, como a saída dos Originais e o retorno das emoções da Elena, minhas expectativas para o quinto ano da série não poderiam ser mais broxantes.

Pelo menos esse episódio foi muito legal de acompanhar. Tivemos de tudo um pouco, onde as tramas de todos os episódios são desenvolvidas de uma forma inteligente e dinâmica. Tudo isso mexendo com o arco central dessa reta final, o Silas. Eu estava sentindo saudade dessa interatividade que a série passava nas primeiras temporadas. Por isso, esse foi um ótimo episódio, onde diversas coisas importantes aconteceram. É uma pena que os Originais sairão da série, porque eu não consigo enxergar um futuro sem eles por perto. Bem, vamos nos aprofundar nos tópicos semanais.

Como já adiantei, Elena continua implacável em sua versão sem emoções. Ela coleciona desafetos e a única pessoa que parece querer estar ao seu lado é a Rebekah. Gosto muito da interação entre as duas, porém, ao mesmo tempo em que são parceiras, elas buscam coisas completamente diferentes. Talvez seja por isso que elas consigam se aguentar. Elena não quer a cura e está disposta a fazer o que for necessário para que nada fuja dos seus planos. Já a Original, quer se tornar humana novamente e busca redenção pelos seus pecados. Porém, quando você é uma vampira com centenas de anos, seus pecados devem realmente dar a volta no quarteirão.

Matt é mesmo um personagem sem função na série, mas teve sua posição admirada pela Rebekah. Não pensem que eu não gosto do Matt, porque ele é simpático, mas nunca esteve ativo na trama central. Essa semana ele voltou a interagir com a Rebekah, o que é ótimo. Os dois juntos são ótimos. Matt é um romântico incansável e foi muito legal vê-lo dando outra chance para a Original. Porém, não há muito que dizer aqui, uma vez que ela sairá da série, assim como os seus irmãos. Seria divertido vê-la entrando em um relacionamento com o Matt, se redimindo sem precisar voltar a ser humana, mas ela definitivamente não o levará na bolsa para o Spin-off.

Outro casal que recebeu uma enorme placa de STOP depois do Spin-off, foi Caroline e Klaus. Eu simplesmente não aguento mais vê-los flertando um com o outro e nada acontecer. Depois de um longo caminho de ódio, Caroline parece ter perdoado o Klaus pelos seus atos. Infelizmente, isso não quer dizer que ela vai sair pulando nos braços do híbrido. Eles agora têm uma relação amigável - a ponto do Klaus emprestar seus vestidos (Rá!) para ela. Só que, mais uma vez, houve uma interrupção do Tyler. Será que só eu vomitei um pouquinho? Não quero que ele volte. Nunca. E o mais interessante é que o Klaus o deixou viver, mesmo estando cara a cara com ele. Espero que a Caroline saiba que isso aconteceu e passe a dar valor ao seu híbrido.

Esse episódio foi um show de retornos inesperados. Até mesmo Jeremy voltou do túmulo para mandar um 'oi' para a galera. Certo, é brincadeira. Jeremy não voltou de verdade. Ele apareceu em sonho para alertar a Bonnie que ela estava brincando de churrasco e o Silas usou seus poderes para atormentar a garota, aparecendo como o seu ex-namorado morto. Bonnie está literalmente sendo possuída pela Expressão e está tão sem controle quanto sua amiga desligada. Foi muito lindo ver a Elena se ferrando e implorando pela sua vida. E, no final, Bonnie foi direto ao covil do Silas e viu seu rosto.

Então quer dizer que, se o Silas morrer, o véu que separa os mortos acaba? Então, no final de tudo, ele quer apenas morrer? Estou doido para saber mais sobre essa maldição em torno dele. Será que há alguma esperança de relacionamento futuro para o atual vilão da série? É bem possível que aconteça uma versão vampiresca de A Bela e a Fera. Porém, se ele quiser morrer de verdade, basta namorar a Bonnie. Jeremy concorda, assim como os outros que a Bonnie pegou.

PS. O que foi aquela carta cretina que a Vampbitch deixou para o Klaus? Não precisou nem aparecer para brilhar mais do que todo mundo.

PS². Elena vai para a rehab. Ela disse "não, não, não".

PS³. Façam as malas, bitches. Semana que vem, vamos para Nova Orleans.
Comentário(s)
1 Comentário(s)

Um comentário:

  1. ótima review!ótimo ep aliás! vi gente xingando esse ep de tudo que é nome, mais quem liga eu não!gostei do ep e pronto! elena sem sua humanidade tava mais vadia do que nunca! sério produção que ela tentou matar a bonnie?sério? a bonnie tava metida a carrie -a -estranha e eu gostei bastante de quando ela tentou matar a elena! gostei bastante do silas se passando por todo mundo, e fazendo alguns de burros! né elijah??agora que ele tem a cura sabe-se o que vem por ai!!
    e que venha ThE Originals!!

    ResponderExcluir