domingo, 28 de abril de 2013

[Crítica] Smash - 2x12: Opening Night


Por favor, tome conta e não esqueça de mim.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Finalmente os atrasos foram quitados e, a partir dessa semana, Smash volta às suas críticas individuais. E não poderia ter dado atenção a um episódio mais especial. Depois de tantas reclamações e um começo de temporada bastante chato, a série está encontrando o seu caminho para o grande final. Esse décimo segundo episódio, por exemplo, trabalhou como uma espécie de Season Finale para o espetáculo Bombshell. O show passou por diversos problemas de produção, troca de atores e diretores, mas finalmente estreou. E, o melhor de tudo, arrasou com o recalque.

Infelizmente não vimos nada do espetáculo, apenas uma cena - provavelmente a final -, onde Ivy cantou a belíssima Don't Forget Me, que é uma música tocante, com agudos vibrantes em seus versos finais. Outra música legal no episódio foi o inesperado dueto entre a Ivy e a Karen. Não é uma das minhas favoritas, mas pareceu extremamente certo no momento. O clima foi leve entre as duas, assim como a letra e os improvisos no meio da canção. Foi um momento bastante especial e por isso que a música ficou tão divertida de acompanhar. Estava sentindo falta de músicas com as quais eu me identificasse na série. E não posso falar em músicas sem citar a magnífica I Can't Le Go, interpreta pela Jennifer Hudson. Simplesmente insuperável, uma canção que sempre guardarei com carinho.


Bombshell foi mesmo um sucesso de críticas e público, ainda que o Times tenha ficado com o pé atrás. Eileen percebeu que tem um enorme potencial com o espetáculo em suas mãos e vai começar a divulgação em massa para garantir o sucesso duradouro e os prêmios. Em paralelo a isso, Derek quer lançar o seu Hit List ainda na mesma temporada na Broadway, para bater de frente - literalmente - com Bombshell. Os dois espetáculos já estão sendo considerados os mais badalados do momento, então seria uma briga muito feia, onde veríamos mais conflitos para a Ivy e a Karen. Provavelmente não deve seguir adiante, porque a série não tem muitos episódios restantes. Essa deveria ser uma ideia trabalhada a longo prazo, o que não vai acontecer.

Aliás, por falar na Karen e na Ivy, confesso que adorei o clima de cumplicidade entre elas nesse episódio. Desde a temporada anterior - quando a Ivy transou com o namorado da Karen - não víamos a duas em completa harmonia desse jeito. O momento que a Karen confidenciou sua inveja ao ver o espetáculo foi muito bom, porque ficou claro que o arrependimento passou diante dela enquanto assistia ao show que deveria estar protagonizando. Não achei que ela teria a coragem e a força de mostrar. E, para completar e agradecer o gesto, Ivy a chamou para um dueto muito divertido. A única coisa que pode separá-las agora é o Derek.


Além disso, Karen também está passando por outros problemas. Depois de ter deu papel diminuído do show que ela ajudou a levantar, ela finalmente descobriu o segredo sombrio do Jimmy. Esperava algo muito pior, sinceramente. Ele só contou uma história trágica clichê e continuou com algo que todos sabíamos. Não imaginava que ele tinha um irmão, mas estava óbvio que ele era um traficante e um drogado. A verdade não poderia ter chocado mais do que o saquinho de cocaína que a Karen achou no bolso do Jimmy. Foi decepcionante, assim como tudo que envolve ele.

Por fim, temos o drama do Tom e da Julia. Tom quer seguir sua carreira de diretor, mas é muito fácil dirigir um espetáculo que já está praticamente pronto. Julia se esforçou e desencavou um projeto dos sonhos e acabou sendo colocada para escanteio. Mas foi lindo quando o Tom se arrependeu e ela não quis saber mais dele. É muito provável que a Julia siga em frente o projeto com o seu novo interesse amoroso - oficial agora. E o Tom? Bem, pelo menos ele saiu muito bem acompanhado. Achei horrível o Kyle ter ido com ele. Espero que ele consiga algo melhor até o final da série, porque o Kyle é um dos melhores personagens da série, ainda que não se imponha muito.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Eu não queria que Smash fosse cancelada, e o pior, eu não faço ideia do porque não!! Tipo, ao contrario das pessoas, eu achei a primeira season "perfeita" teve um bom inicio e fim. A história girou e se resolveu. Agora? Nem vou falar nada...o Jimmy? Bláh. Eu não suporto mais a Karen e estou amando a Ivy, também entre aspas..talvez voce entenda.
    Você sabe se tem p/ vender a season 1 no Brasil, algum lugar?? Eu não acho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Box da primeira temporada está disponível nas Lojas Americanas: http://migre.me/ejuxE

      Excluir