terça-feira, 23 de abril de 2013

[Crítica] Nikita - 3x17: Masks


A bondade é apenas uma máscara.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Alguns não devem saber, mas o Matheus está enrolado e cheio de problemas, então Nikita está sob nova direção. Quem acompanha as críticas dessa série desde a temporada passada, vai saber que eu apenas reassumi o meu posto da Division. Quanto ao Matheus, ele está sendo interrogado e seu destino ainda será decidido. Agora, eu voltei das cinzas para comandar essa organização e colocarei uma bala na cabeça de qualquer um que tentar me impedir. Aliás, muitas coisas mudaram desde que eu estava fora. Por que atirar se você sempre pode controlar o cérebro das pessoas?

Não levava essa trama muito a sério no começo, porém, acabou sendo a grande responsável por chocantes reviravoltas e consequências que trarão uma Season Finale apocalíptica. Amanda realmente consegue mexer com o cérebro das pessoas e os seus talentos são bem mais avançados do que qualquer um poderia sequer imaginar. Um plot que tem sido desenvolvimento lentamente no decorrer dessa temporada é o passado do Owen. Não sabemos nada sobre o que aconteceu antes dele ter sido integrado à Division. E, tendo passado pela mesa da Amanda, ele poderia ter sido qualquer coisa. O roteiro aproveitou essa chance e nos entregou o resultado mais cretino de todos.

O nosso querido Owen - tão fiel à nossa guerreira Nikita -, era conhecido como Sam, um cara completamente diferente do que passamos a conhecer. Sabíamos que ele não era um anjo, porque havia matado todos os seus amigos. Porém, havia aquela esperança de que ele só tivesse se defendendo ou qualquer motivo altruísta parecido com esse. Os roteiristas - cretinos toda vida - também pensaram nisso e nos entregaram alguns flashbacks cortados, com os amigos do Owen atirando nele sem piedade. Mas é claro que estamos falando de Nikita aqui e nem tudo que parece... Realmente é.

Owen (ou deveria dizer Sam?) traficava drogas junto de seus companheiros. Ele era o líder da organização. Porém, sua liderança foi por água abaixo depois que ele flagrou seus "amigos" transportando lotes de drogas sem o seu conhecimento. Como já era de se imaginar, foi tiro para todos os lados e apenas o Owen conseguiu permanecer em pé. Bem, pelo menos até ele saber que um dos seus amigos tinha escapado do tiroteio. Sendo assim, com uma desculpa criativa, Owen levou Nikita até o local e terminou o serviço. Aposto que todos ficaram com pena da Nikita ao perceber que o seu amigo era um monstro sem sentimentos. Será que o velho e bondoso Owen vai voltar? Ou essa é uma máscara que ele tirou para sempre?

Enquanto isso, na Division, o caos se espalhou completamente. Alex estava prestes a entrar em curto-circuito, já que sua programação (made in Amanda) dizia para ela salvar a todos, mas os grupos distantes pareciam ficar cada vez mais voláteis. Ela foi irritante? Totalmente. Mas temos que perdoar. Ela não sabia o que estava fazendo. Em outras palavras, estava completamente insana. Pelo menos o Owen foi desmascarado pelo Michael, o que não ajudou no quadro geral, uma vez que os dois foram impedidos de sair das instalações da Division.

Agora, uma guerra interna está acontecendo dentro da organização. Nossos personagens favoritos estão presos e à mercê de um bando de assassinos treinados e descontrolados. Aposto que nem todos irão sair com vida e eu temo pela vida dos meus preferidos. Para completar a situação, Nikita está nas mãos da Amanda, que provavelmente irá de seus conhecimentos do mapa cerebral para fazer alguma coisa com nossa heroína. E, como última consideração, fiquei surpreendido quando foi revelado que a mulher que ajudou a Alex, quando ela foi capturada, nem sequer existia. Com a Amanda atacando sem ser vista, estamos testemunhando os dias finais da Division?
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário