domingo, 28 de abril de 2013

[Crítica] Glee - 4x20: Lights Out

Dançando balé na cara da sociedade. 

Review:
(Spoilers Abaixo)

Esses dias eu estava discutindo com um amigo sobre Glee e ele estava dizendo que essa quarta temporada estava tão chata, que ele abandonou lá no começo. Nas palavras do próprio, "virou Malhação". Não posso fazer essa comparação porque nunca assisti esse seriado teen da Globo, sempre achei um besteirol cheio de clichês. Mas a grande questão é que, se tem uma coisa que Glee não está sendo, é um besteirol cheio de clichês. A trama está se saindo cada vez melhor. O problema é que algumas pessoas já assistem as séries querendo fazer sua própria review, não sei se os meus colegas daqui seguem essa técnica, mas eu particularmente, assisto um episódio pra me divertir antes de ser crítico. E se tem uma coisa que essa temporada de Glee está fazendo, é me divertir.

Curiosamente, a cada episódio que passa, me apego mais a esses novatos, óbvio que eles ainda não tem o apelo que os Originais (não confundam com o spin-off de The Vampire Diaries, por favor) tinham na primeira temporada. E o principal motivo de eu estar me apegando aos novatos, é a Véia e o Ryder, os dois já me ganharam, ambos personagens estão sendo muito bem trabalhado por seus atores. Gostei muito da interação dos dois, e não teve como não shippar. O mistério de quem é Katie continua, mas agora, as apostas vão para a própria Kitty. Fiquei com dó dela quando o Ryder dispensou ela por causa do seu interesse amoroso virtual. Também achei interessante o modo como abordaram o tema de pedofilia, está certo que não aprofundaram no assunto, mas achei bem real as reações que tiveram. Ser abusado por alguém mais velho deve ser algo extremamente ruim pra quem está sendo abusado. Sinceramente, achei ridícula a atitude dos garotos do ND. 

Gente, só agora percebi como temos poucas garotas no New Direction, só tem Tina, Kitty, Britt (não mais por enquanto), Marley e Unique. Temos realmente mais vozes masculinas no Glee Club nessa temporada. O que é estranho já que antigamente tinha Santana, Rachel, Mercedes e Quinn que ofuscavam os garotos (que eram em menor quantidade na época). Por isso que praticamente só temos tido Marley nos vocais. O que faz questionar, porque não deixam a Tina cantar mesmo?!

Aliás, daqui a pouco Sue vai ter cantado mais que Tina na série, morri de rir com sequência de sonho dela ao som de Little Girls. Bom, concordo que ela faz falta no McKinley e já está na hora dela voltar pro colégio. A amizade entre ela e Becky é uma das mais verdadeiras da série, e é bacana ver a cumplicidade das duas. Outro motivo que me faz querer a volta da Sue é o fato de que a Roz está muito forçada esse ano, na temporada passada, talvez pela personagem ser nova, suas tiradas eram muito melhores.

Enquanto isso, em NY temos finalmente enfoque em Santanão. Esperava uma performance solo da personagem, mas infelizmente não rolou. Tivemos que nos contentar com At The Ballet - que valeu a pena só por ouvir Naya Rivera. E foi impressionante como as vozes de Rachel, Kurt e Santana casam bem. Ficam ótimas juntas. E olha que a música nem faz meu estilo, tenho que admitir que os vocais estavam ótimos, e a participação da Sarah acrescentou tanto na canção, quanto na busca de Santana. A cada dia, a amizade de Lopez-Hummel-Berry fica mais interessante, os três se completam de alguma forma. E é aquilo que já venho repetindo, incrível como o personagem da Naya cresceu, o que prova o talento dela e por que ela mereceu assumir um lugar de protagonista na série, por isso, o flashback de hoje é homenagem há ela. Foi muito bacana da parte da Rachel e do Kurt terem ajudado ela a se encontrar e estou louco pra acompanhar essa jornada dela como dançarina. E quão fofo foi aquela cena final com a Mini-Santana? 

Bom, temos só mais dois episódios até a Season Finale, estou curioso pra ver se o episódio que vêm vai ser um filler ou se vai ser um episódio-tributo que vai acrescentar em algo pra trama. Confesso que conheço pouco do trabalho de Stevie Wonder, então se o episódio for ruim, ao menos vou conhecer um pouco mais das músicas dele. Bom, agora sim, vamos ao flashback de Santanão. Gente, confesso que queria escolher todas as músicas em que ela canta, desde da sua primeira performance na série em Like A Virgin até as músicas mais recentes como Cold Hearted. Foi muito díficil escolher só uma, por isso escolhi três, mas se pudesse ainda teria muitas outras. Afinal, Santana já cantou com Brittany, Mercedes, Rachel, Tina, Quinn, Finn e etc. Fiquem com minhas três escolhas, espero que achem as minhas escolhas dignas, são as minhas performances favoritas dela. Apesar de gostar de todas que a Naya canta.

#FLASHBACK - The Edge Of Glory (3x22: Nationals)



#FLASHBACK - Smooth Criminal (3x11: Michael)



#FLASHBACK - The Boy Is Mine (Primeira Temporada)



#FLASHBACK BÔNUS - Santanão



P.S.
Se demorar pra carregar a review, vamos fingir que a culpa é da internet lenta. Ok?
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Gostei tanto da sua review!
    Ryder e Kitty são os melhores. Mas euu gosto, um pouco de Unique. Sinto vergonha de dizer, mas gosto muito da Kitty. Talvez você não concorde, (sussurrando) mas eu acho ela melhor (muito melhor) que a Quinn. Tipo a Quinn nunca fez nada! Tá, ok. :)
    Quero saber quem é essa Katie.. Enfim algo novo!
    E por último, eu também não assisto malhação, só por ser da Globo, ..., eu nem vou comentar nada!! Foi melhor seu amigo parar de assistir se ele não gosta mesmo. :p

    ResponderExcluir
  2. Curiosamente, eu estou começando a me apegar aos novatos também. Senti isso ontem! Kkkk
    Eu estou achando essa temporada ótima, e eu esperava muito pouco dela.

    P.S: Nem perco meu tempo vendo malhação, por que, como disse o terráqueo de cima, é da Rede Globo, mas eu acho que que GLEE fala de coisas importantes e eu tenho ABSOLUTA certeza que Malhação não faz isso naquele horário, naquela emissora, nesse país, etc.

    ResponderExcluir
  3. Acho que sou só eu mesmo que não consigo gostar dos personagens novos, né? Acho que dos novos integrantes a que mais gosto é a Kitty. Acho os outros todos "forçados demais".
    E pra mim, como sempre, a melhor parte do episódio foi NY, eu SEMPRE amei a Santana, ela sempre foi minha favorita - seguida da rachel, claro - desde a primeira temporada, e sobre os flashbacks eu achei que faltou ela cantando "mine" da Taylor Swift pra Brittany, achei aquela performance linda e ela arrasou nos vocais, é minha favorita dela! :D

    ResponderExcluir
  4. Esse episódio foi um pouco "fraco", digamos assim... Acho que eles estão enchendo linguiça pra season finale. A única apresentação que deu uma arrepiadinha mesmo foi a do Ryder mesmo.
    Quanto aos flashbacks você tem toda a razão. Difícil achar a melhor apresentação da Santana, ela simplesmente APAVORA e cresceu consideravelmente dentro da série. Eu não consigo lembrar de todas as vezes que ela soltou o gogó, mas concordo com a Larissa que comentou sobre a música"mine" da Taylor Swift que ela cantou pra Brittany no rompimento delas. Foi incrível!!!

    ResponderExcluir