sábado, 16 de março de 2013

[Crítica] Switched at Birth - 2x09: Uprising


Desligue o som e por quarenta minutos sinta o que é perfeição.

Review:
(Spoilers Abaixo)
GENIAL! Essa é a palavra que define esse episódio de Switched at Birth. Sou daqueles que não acompanham spoilers das séries que assiste, no máximo a promo do próximo episódio e fim. E qual foi minha surpresa e alegria quando Bay e Daphne apareceram na tela dizendo que após a primeira cena, todo o resto do episódio seria sinalizado. Fiquei hiper mega animado com o anúncio e ansioso pelo que vinha. Para variar, não fui decepcionado.

O episódio focou principalmente no fechamento da Carlton, e para nos ajudar a entender como isso afetaria os surdos, ele nos colocou no lugar deles durante todo o episódio. Foi impossível não se emocionar com todos eles relembrando os momentos na Carlton e em como a escola era o lar deles. Vários outros momentos foram tocantes como quando a Daphne finalmente descobriu que a mãe estava bebendo de novo, tentou conversar com a Bay e disparou o alarme de casa sem querer. Essa cena foi genial e tocante, todos desesperados com o barulho do alarme – que por sinal não ouvimos – e a Daphne confusa perante eles. Enfim, sem muitas delongas, foi momentos como esse que fizeram sentir-nos na pele de um surdo.


Para não perder a escola, eles resolveram montar acampamento nela até conseguirem o que queriam. A princípio, foi uma coisa só para os surdos, mas depois, quando viram que não conseguiriam sozinhos, a ajuda da Bay teve de ser requisitada. Tudo foi combinado da seguinte forma: Natalie pegaria as chaves da escola, Travis ficaria responsável pela entrada e no final da peça todos iriam para lá fechar tudo. Como o guarda estragou a segunda parte do plano, foi preciso uma medida drástica e Bay acionou o alarme de incêndio distraindo todos e permitindo que o plano seguisse adiante. E assim tivemos Bay, Daphne, Noah, Emmett, Travis e todos os outros surdos num único lugar.

Com tanta gente reunida, problema é o que não vai faltar. A causa deles começou boa, com o apoio de várias pessoas ao redor do país, mas alguns surdos começaram a passar uma imagem distorcida da causa e usou a ocasião para exaltar o consumo do álcool. Coube à Daphne tomar o comando e estabelecer medidas que não agradaram a todos e culminou na saída de dois surdos. Grande confusão também foi formada na hora de estabelecer as exigências deles, como a saída de todos os ouvintes, consequentemente, Bay e Noah. Isso causou conflito entre as irmãs, principalmente pelo fato da Daphne ter beijado o Noah, o que não foi só um beijo técnico. A Bay ainda não sabe disso, mas esse talvez seja o motivo da Daphne não querer a irmã por lá no próximo ano.


Enfim, as coisas vão ficar complicadas mesmo no próximo episódio, com a chegada da polícia. Mesmo com o apoio da Melody à causa deles, os outros pais não estão nada contentes com o movimento dos filhos, principalmente o John. Estou ansioso pelo próximo episódio, que aliás, já saiu. Spring finale chegando com grandes emoções, espero vocês lá. Queria muito que fosse mais um episódio totalmente sinalizado, esse realmente me surpreendeu e deixou com gosto de quero mais. Mas, enquanto o outro não chega, vamos nos deliciando com essa série que surpreende a cada episódio.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Onde está a review do 2x10?

    ResponderExcluir
  2. Pelo jeito vocês pararam mesmo com as críticas e nem colocaram na abandonadas para explicar o motivo...

    ResponderExcluir