sábado, 2 de março de 2013

[Crítica] Smash - 2x04: The Song


Tá muito glee, mas como o diabo vai voltar, então que vire American Horror Story.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Ai gente, acho descaso com o cliente o que tá dando em Smash. Não entendo o por quê depois de um primeiro episódio tão foda, as coisas voltaram a quase ser o que eram antes, mas mesmo assim, ainda tá MUITO glee.

Nada contra, só acho que pra mim, Glee acabou no décimo episódio da segunda temporada. Me desculpem. Bem, vamos ao episódio.

O Jimmy é um garoto problema, mas mesmo assim, a rainha da virgindade, Karen quer porque quer ele no show de Veronica Hudson. E como a montagem do show da moça começou a dar problemas por sua mãe ficar dando pitacos na direção de Derek e ele como não é nada fofo, quase perdeu essa promoção também. Ele e Tom trabalhando juntos é interessante, pois os dois não se cruzam. Só mesmo quando a coisa merece dar liga. E foi o que aconteceu com Jimmy. O menino tem talento, e a música que escreveu em cima da hora pra Veronica cantar foi atraente. Por mais um motivo ela ficou excitante: Karen e Ivy fazendo back pra ela HAHHAHAHAHAHA. Parece até ironia. Se eu gostei? Óbvio. Acho que ainda elas serão grandes amigas, mesmo Ivy querendo bancar a do bem, a conselheira e a ainda um pouco invejosa.

Como não me apaixonar?

Eileen tomou bonito. Não deixou Nick levar a culpa sozinha. Com tudo isso o show vai continuar, mas Jerry irá produzir. ECO. Nick apareceu, se entregou aos federais, e pelo jeito, Eileen vai comer o pão que o diabo amassou na mão de Jerry. Ou não. Esperamos que vire o jogo. Acho que mesmo com tantos clichês e cenas a La Glee, coisa que me irrita muito, porque o carinha saindo na rua, cantando, ai que blá blá blá. Boring.

Voltando a falar em Veronica antes de entregar a bomba do episódio, o que tornou a coisa mais interessante, Veronica é meio deprêzinha. Primeiro porque a mãe manda em tudo. Segundo porque ela não tá tendo vida social, e por último queria que ela fosse mais grossa, mais rude. Como em Dreamgirls HAHAH. Tá que uma coisa não tem nada a ver com a outra, mãs né.

Karen deu um "beijinho" no Jimmy, achei que Kyle apareceria ali e ferveria o caldeirão. Porque já vimos que ele tem tesão e amor pelo Jimmy. E seria uma briga interessante. Pensa a Karen perdendo pra um gay. Aí sim, depois de Ivy, deem a corda pra ela. Ivy que me preocupa. Queria muito que ela voltasse a fazer maldades. Mas isso acaba me fazendo gostar ainda mais da Megan e espero que o cd dela saia logo pois quero ouvir. AMO a voz dela.

QUERO PEGAÇÃO JÁ!

To tentando enrolar mas não dá. O meu final de episódio seria perfeito. Alguém entraria no gabinete do Jerry e o mataria. Aí a Eileen podia voltar com tudo. Ou sei lá, ter mais problemas. Quero ver sangue gente HAHAHAH Mãs como não foi assim que se sucedeu, Ellis tá voltando. Pelo menos eu acho que sim. EU imaginei que ele não ficaria muito tempo longe de rolo. E descobrimos que foi ele quem ajudou Jerry a ferrar com Bombshell. E agora, se ele volta, mesmo Jerry dizendo que não quer nenhum contato mais, a gente sabe que ele não fica quieto e vai aprontar mais. Sem dúvidas. Eu espero que apronte algo pro lado do bem,  que ajude Bombshell, agora que Julia e Peter estão enfim se acertando (espero que vão pra cama logo HAHA); a bombar!

Obs.:
  • Cadê o DiMaggio da Julia?
  • Ela tacando o livro na cara do Peter foi lindo.
  • Tom tá afastando do namorado por que? Nem fala mais nele! Vai comer o Kyle?
  • Apesar que nem sei o quê Tom é na real, ativo ou passivo. Enfim.
Bom final de semana pra nós,

bêj.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário