sábado, 2 de março de 2013

[Crítica] The Lying Game - 2x07: Regrets Only

The Troca-Troca Game.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Gente, tipo, como, quando, onde e quem? Essa série está uma verdadeira bomba, mas daquelas boas, que apenas explodem em luz e nos banha com uma geniosidade sem igual. Podem me xingar muito no Twitter, mas como eu já venho dizendo, a série está sambando na cara da sociedade que gosta de Pretty Little Liars. Pra começar, a séries das gêmeas já é melhor simplesmente por ser mais crível, apesar de ainda ter elementos surreais que me fazer questionar a capacidade cerebral desses personagens, ainda dá pra acreditar em muitas coisas que acontecem por lá.

Mas enfim, na sua primeira temporada, grande parte de The Lying Game foi sobre o troca-troca das gêmeas e dos seus respectivos boys, agora parece que os adultos adentraram a moda e gostaram dessa brincadeira. Lógico, que com tudo sempre nas entrelinhas, afinal, a ousadia da ABC Family não é a mesma da HBO. Aliás, estava até imaginando quão mais gostosa seria a série se ela realmente fosse da HBO. O troca-troca seria ainda mais evidente e com muito mais conotação sexual. Algo um pouco mais forte que adultos casados se beijando entre as árvores em plena a luz do dia em um clube onde toda a cidade frequenta.

Não tem como não torcer por esse sentimento proibido entre Alek e Kristin. Os dois funcionam juntos e imagino Alek, Kristin, Mads, Thayer, Emma, Sutton e Laurel sendo uma grande família feliz. Mas claro que isso não pode acontecer enquanto temos um assassino a solta pronto pra dar cabo em qualquer um que se meta em seu caminho. E a vítima da vez é a noiva rebelde, Theresinha de Jesus, que abandona todos os seus compromissos pré-conjugais pra ficar de campana no cemitério, apenas observando o assassino ir colocar flores no túmulo do Derek. Juro que me senti assistindo um drama mexicano porque aquele "Você?" no final foi muito a la novela. Coitado do Dan, só acho.

Realmente a coisa está complicada pro Ted que a cada episódio que passa consegue ser cada vez mais odiado pelos fãs. Ele ficando com a Rebecca foi o cúmulo, achei ofensivo. Sem falar que o personagem se atola cada vez mais nas suas próprias mentiras. O que faz com que ele seja cada vez mais suspeito e começo a gostar cada vez mais da ideia dele ser o grande vilão da história toda. E analisando criteriosamente os acontecimentos da segunda metade da primeira temporada e essa segunda temporada, seria algo bem coerente e orquestrado, pois o maior beneficiado com o assassinato do Derek foi o Ted. Talvez até mais que a Rebecca. 

Estou ficando cada vez mais com pena da Sutton, quero ver o que vai sobrar pra ela quando tudo isso acabar, ela se envolveu com a mãegera, traiu a confiança de tudo e todos, mas simplesmente não consigo torcer pra um final ruim pra ela. A personagem é cativante demais, tal como o Alek, eles são malvados, mas mesmo assim quero muito um final sambista na cara da sociedade pra ambos.

Mais um excelente episódio pra soma dessa temporada que só teve dois episódios mais mornos, faltando três episódios pra mid-season ou series finale, acho que The Lying Game está no caminho certo e pronta pra nos chocar com os próximos episódios. 
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário