Especial

Foto:

[Crítica] Arrow - 1x15/16: Dodger/Dead To Rights

Do morno ao ponto de ebulição.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Pra começar, queria explicar que essa review dupla, não é por conta do meu atraso , e sim porque eu praticamente não tinha muito o que falar do décimo quinto episódio de tão filler que foi. Me arrisco a dizer que senão fosse a recente entrada de Felicity no grupo, o "Dodger" teria sido o pior episódio da temporada. Não sei o porquê da audiência americana ter tanto apego com fillers e procedurais. Sinceramente eu já não tenho paciência.

Engraçado que foi feito todo um alarde em volta do Dodger e do episódio, só porque tanto um dos maiores vilões dos quadrinhos, quanto o ajudante do Arqueiro, também nas HQ's, iriam aparecer. Mas confesso que achei os dois bem flopados, primeiro que o vilão foi um tédio de marca maior. Achei ele bem sem graça e tudo que ele conseguiu ganhar foi meu ódio por ter colocado uma bomba no pescoço da Felicity e ameaçado explodi-la pelos ares. Agora, como é que as pessoas estão vendo alguém com um negócio daqueles no pescoço e não percebem que tem algo de errado acontecendo? Ora pois.


Já o Ricardito - sinto uma vergonha alheia toda vez que pronuncio esse nome - não fez grande coisa. Esperava uma entrada mais triunfal, ou quiça, mais importante, colocar ele como par romântico em potencial da Thea não é exatamente o jeito que eu o introduziria na série. Mas sendo mais analítico, acho que não cabe um novo ajudante nesse momento da série, já temos Diggles e Felicity, acrescentar mais um personagem nessa equipe só traria um excesso desnecessário de pessoas, ainda mais agora que o Tommy sabe de tudo. Estou apenas aguardando a morte do Diggles mais cedo ou mais tarde, mesmo que não seja ele, alguém precisa morrer pra poder dar lugar aos outros personagens.

Por sua vez, o décimo sexto episódio veio pra fazer aula de sapateado na cara da sociedade, acho o Malcom um personagem interessantíssimo e queria mais destaque pra entender mais do personagem. Pra mim está mais que na cara que ele vai morrer e passar o legado do Arqueiro Negro pro Tommy. Falando nisso, cheguei a ficar com pena quando o Tommy pergunta pro Oliver se ele planejava contar sobre sua identidade, ele responde que não. Segredos entre melhores amigos, quando descobertos, sempre acabam com a amizade.

Quentim consegue me irritar cada vez, ele aceita a ajuda do Vigilante sempre que pode, faz um trabalho de bosta como policial, e deixa outros bandidos fora da cadeia só pra prender o Arqueiro. Que obsessão absurda, e o pior, ainda é baseada em nada. Porque tudo que o Vigilante faz, é o que a policia na consegue por motivos de incapacidade mesmo.

Cada episódio que passa sinto a McKenna e o Oliver mais superficiais, simplesmente não consigo shippar os dois juntos, a relação deles parece ser muito forçada. Não é como o Diggles e aquela ex-cunhada dele. Já emendando o assunto, de onde veio aquela informação de que o Deadshot matou o irmão do Dig? Tipo, from hell, porque não lembro de terem comentado isso antes.  Outra informação que veio pra sambar na nossa cara foi a de que a irmã da Laurel pode estar viva. Isso, aquela que vemos se afogando nos flashbacks  pode ter sobrevivido e apostaria um rim de que ela vai voltar montada na vingança. E apenas torcendo pra isso, já imaginaram que delicia de se ver? O jeito é esperar pra ver.
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário