quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

[Crítica] The Vampire Diaries - 4x13: Into the Wild


Formando novas e inesperadas alianças.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Depois de tanto reclamar, já posso dizer que The Vampire Diaries está voltando aos eixos. Não estou dizendo que ela está perfeita, mas definitivamente está bem melhor que o começo. Falta inovar no foco e parar de fazer os personagens tomarem atitudes irracionais, mas ainda assim me agradou. Tudo bem. Tudo bem. Talvez eu seja um pouco suspeito para falar, porque este episódio teve uma das cenas mais fofas envolvendo Klaroline. E vocês sabem que eu adoro Klaroline.

Hoje eu estava conversando com uma querida leitora (ei, você!) e estamos apreensivos. O que será de The Vampire Diaries sem os nossos queridos Originais? A série certamente não está melhor por causa de Delena ou Stelena. Os personagens que tornam a série emocionante são justamente os Originais. E, sem eles, Mystic Falls simplesmente iria afundar em um mar de desilusão vermelho de sangue (Drama mandou oi). Enfim, a grande questão é que eu não imagino The Vampire Diaries sem Klaus e Rebekah, que têm se apresentado com os melhores personagens atualmente. Ou vocês iriam preferir assistir a um episódio onde a Elena teria que escolher um dos Salvatore a cada semana? #FujamParaAsColinas.

E já que eu dei um jeito de falar do Klaus nos dois parágrafos acima, vamos começar por ele. Primeiro que foi muito indelicado a Elena ter deixado os restos mortais do Kol no chão de sua cozinha. E segundo que eu estou necessitando desesperadamente que o Tyler morra. O híbrido-vadia entrou na casa da Elena mandando e se gloriando. Contando exatamente os seus planos para o fim do Klaus. Mas ele não contava com a astúcia do híbrido mestre, que acabou pegando a Caroline e a mordendo. Sinceramente, quando ele a machucou, um alarme ficou disparando na cabeça (#FimDeKlaroline). Até ela ficou surpresa, vocês perceberam?

Mas, apesar de termos ficado com nossos corações batendo loucamente, sabíamos que a Caroline não morreria. E se tem uma coisa que eu adorei assistir nisso tudo foi o Tyler se humilhando para ter o seu amor de volta. É incrível como eu passo a gostar menos do personagem a cada semana. Porém, a grande questão é que a Caroline sofreu na pele (literalmente!). Fiquei de coração partido quando ela pediu para ser levada de volta para casa. Mas, inteligentemente, o Tyler a trouxe de volta para o Klaus, pois sabia que os dois sozinhos iriam se resolver. E se resolveram. Depois de algumas palavras (que incluem "Me peguei querendo esquecer todas as coisas horríveis que você fez." #morto4life), Klaus cedeu e alimentou. Tudo nessa cena foi linda, inclusive o jeito que ele a segurou. Tudo bem que ela disse aquelas coisas na esperança de viver, mas vocês sentiram alguma realidade naquilo? Eu também.

Agora vamos comentar a parte mais chata - que deveria ser a mais importante para a trama em geral. Em uma ilha cheia de perigos, todos os personagens conseguiram se separar em algum momento. Calma aí, pessoal! Isso não é pique-esconde. É uma caçada pela cura mortal. Mas ninguém parece saber disso. Os momentos mais relevantes foram os que tiveram a Rebekah. Ela simplesmente sambou na Elena, inclusive salvando a pseudo-bitch da morte certa ("Se você tiver que morrer, que seja épico"). E nós ainda fomos obrigados a testemunhar mais um conflito Delena sem graça.

Pensem comigo, ok? Seu grande amor está ligado a você. E você tem medo que ela deixe de te amar depois que encontrar a cura. O que você faria? A) Aproveitaria todos os momentos para ficar junto dela, assim não se arrependeria de nenhum segundo que esteve longe. B) Mostraria a sua melhor face, provando que merece o amor dela. C) Começaria a matar o elenco, fazer o badboy e terminar com ela. É acho que vocês entenderam quão idiota foi a cena. Quem estiver cansado desse drama levante a mão. Calma, se todos levantarem eu não conseguirei contar. Enfim, mais #Klaroline #Estebekah. Menos #Stelena #Delena. Beijo pro recalque!

PS. O que foi a Bonnie passando a mão loucamente no peitoral sarado do Jeremy? Todos aprovam a safadeza da bruxa. Simplesmente possuída pela Expressão. Aliás, que tatuagem feia. Removam, achei ofensivo.

PS². Esse texto está cheio de hashtags. #voltei #a #usar #twitter

PS³. Shane cita que precisa de três massacres para trazer Silas de volta à vida. Só que apenas dois foram executados. E o Damon não acha que é importante compartilhar isso com o grupo. Só decisão inteligente, afinal, brigar com a Elena é bem mais produtivo.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário