domingo, 3 de fevereiro de 2013

[Crítica] The Vampire Diaries - 4x12: A View to a Kill


Não mexa com quem está quieto.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Vamos deixar o recalque de lado e comemorar. Eu sei que tenho falado mal da série neste ano - o que não deixa minhas palavras menos verdadeiras -, mas já deu para notar uma melhora na qualidade desde o retorno da Mid-Season. Vocês podem odiar os Originais, mas eles deixam a trama mais animada e distrai um pouco do triângulo principal, que está mais para feijão com arroz sem tempero. E uma das melhores personagens dessa temporada é a Rebekah, definitivamente. Ela consegue ter todos os elementos que um personagem poderia ter, e isso que é divertido. Devemos admitir que ela sempre eleva o nível com sua participação.

E já que começamos falando dela, vamos nos aprofundar na personagem. Aconteceram ótimas coisas com ela essa semana. Primeiro que ela guarda a última adaga que pode colocá-la para descansar. Bem esperta, já que não iria demorar para alguém enfiá-la em seu coração. E esse foi o plano, mais uma vez. Fiquei bastante apreensivo, já que o Stefan estava para trair a Original mais uma vez. E ele tinha dois lados a favor de uma traição. De um lado, Klaus queria a adaga para enfiar no Kol e, do lado, tinha Elena querendo que o Stefan empalasse a própria Rebekah. Ele até começou com o plano, mas desistiu no último momento. Todos shippam. Todos comemoram.

Vocês não podem dizer que o Stefan não é divertido quando está com ela. E não é apenas por causa do sexo casual. Eu gostaria que eles passassem a gostar um do outro de verdade. E esse episódio foi fundamental para estabelecer um começo entre eles. Eles se aproximaram bem mais do que o esperado, cada um confessando alguma coisa sincera. E foi justamente a confissão da Rebekah que tocou o coração do Estripador. A vampira loira estava a um passo de ser empalada, mas lançou as palavras certas. No final das contas, Rebekah só quer ser amada e se tornar humana novamente. Realmente comovente!

E se o clima de romance e conhecimento está sendo exposto em um lado da história, no outro, tínhamos um plano sórdido da Elena de matar o Kol. E não é que ela conseguiu, junto do Jeremy, matar um original? E o mais surpreendente de tudo isso foi que eles conseguiram acabar com o vampiro Original completamente sozinhos, sem qualquer ajuda da bruxaria satânica da Bonnie, como era previsto. A cena de perseguição dentro da casa foi boa e trouxa a ação que a série estava precisando. Na medida certa, desta vez. É claro que temos que considerar que a Elena poderia ter morrido quando o Kol a empalou, então vamos apenas dizer que ele foi bonzinho para ela. E logo no episódio que ele está para morrer, eu começo a gostar dele. Os momentos de conversa entre o Kol e a Elena foram interessantes. Gostaria de ver visto um pouco mais.

Bonnie, que deveria estar ajudando os irmãos maravilha, estava presa em uma reunião familiar. Really? Achei muito estúpido e já detesto o pai dela. Espero que morra o mais dolorosamente possível. E sabemos que é apenas uma questão de tempo, considerando que os adultos tendem a ter um prazo de validade nessa série. Também tivemos o retorno da mãe da Bonnie, mas foi irrelevante. Esse plot só valeu para fazer os Gilbert agirem sozinhos e provarem que são dignos de carregarem a série e também para mostrar do que a Bonnie possuída pela Expressão é capaz. Estou amando a personagem dominada pela magia satânica. Está em sua melhor fase.

Destaque também para a reação do Klaus no final do episódio. O ator foi tão genuíno e sincero em sua interpretação que eu, de fato, senti a sua dor. Foi muito bom ver que os Originais se odeiam, mas não querem que os seus irmãos morram. Outro momento interessante com o Klaus foi a sua conversa com o Damon. Ele pediu conselhos para ser perdoado, mostrando que ainda se importa com a Caroline e o que ela pensa dele. Eu gostaria muito de ver os dois interagindo novamente, já que a Caroline está desaparecida há alguns episódios. Enfim, o importante é que o Klaus está preso dentro da casa dos Gilbert e os nossos heróis irão viajar em busca da cura, uma vez que morreram tantos vampiros que a tatuagem do Jeremy não só ficou completa como também ficou visível para todos. Estou ansioso e vamos torcer para que o nível continue alto. E, claro, mais Klaroline, por favor.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Excelente episódio.. focaram novamente na ação, sem deixar muito de lado os relacionamentos (q dessa vez foi o de Rebekah e Stefan).. Acho lindo os dois juntos e torço para ficarem juntos.. e ele fica mais divertido com ela.. Gosto cada vez mais de Rebekah :)
    Todo o plano da Elena foi legal (da Elena.. quem iria esperar?). Sim, nossa mocinha dramática enfim tá tomando jeito :) A morte do Kol foi incrivel, muito mesmo.. Bonnie possuída pela expressão está cada vez mais legal..com certeza, na melhor fase da personagem.. Só senti falta da Caroline que deve estar consolando o Tyler..
    Gostei do confronto Damon e Stefan no fim do episódio.. gostei do q Klaus falou para Damon, q a Elena ter perdoado ele por todos os erros serem mais q a ligação.. ela o ama, não adianta kkk. agora q a marca está completa, todos atrás da cura!

    ResponderExcluir