quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

[Crítica] Once Upon A Time - 2x13: Tiny


The moment you break, is the moment you change. (Letra).

Review:
(Spoilers Abaixo)

Certo. Eu prometo para vocês que o atraso termina aqui. Mas sabe como é, faculdade no final do período, então o tempo começa a apertar um pouco. E já que todas as minhas outras séries estão a ponto de bala, outras vão ficando para trás. Não me levem a mal, a série não está ruim, mas vocês devem reconhecer que os episódios estão um pouco mornos. E isso é normal. Não se faz vinte e dois episódios bombantes e mortais todas as semanas (Bem, o antigo The Vampire Diaries fazia, mas continuarei calado).

A questão é que estamos em um período mais parado da série. Enquanto Emma e o Rumpels continuarem fora, a ação da série terá que se segurar um pouco. Afinal, nada de muito importante pode acontecer com a Emma - a Salvadora - fora da cidade. E o próximo episódio terá foco justamente nessa jornada da Emma com o Rumpels para encontrar o filho dele. Existe uma revelação bombástica no meio de tudo isso. Até mesmo a promo do próximo episódio revela isso. Mas é sério que vocês nem imaginam que revelação é essa? Enfim, eu ficarei bem calado. E eu espero que os comentários reveladores carreguem um lindo [SPOILER] na frente. Porque nem todos sabem.

Bem, voltando ao episódio desta semana, voltamos a acompanhar a história do gigante que a Emma enfrentou alguns episódios atrás. Além de acompanhar sua história no passado, também o acompanhamos no presente, já que a Cora o levou de brinde para Storybrooke para sambar na cara dos mocinhos. Tudo bem que ele começou pequeno, mas nada que uma Regina Evil não possa resolver. Aliás, reconheço que estava com saudade de suas expressões de maldade. E foi impagável aquela risadinha cretina dela, parece que está dizendo implicitamente "You have no idea what I am capable of". Alguém lembra? Enfim, o importante é que a Regina passou para o lado do mal novamente.

Mas, assim como nós, nem ela acreditava que o gigante conseguiria fazer qualquer coisa de útil. Tanto que, mesmo com o gigante com sede de sangue pelo Encantado, ela disse que ele serviria como mera distração. E, de fato, não tinha a menor chance dele fazer impacto na história. E, para sambar na cara dele ainda mais, a Snow chegou a dizer que enfrentar o gigante foi divertido. Sabe como é, uma aventura boba não faz mal a ninguém. Então não reclamem quando até eu menosprezei o episódio. Apesar de reconhecer que a origem do personagem é realmente interessante e foi bom acompanhar um pouco mais do irmão gêmeo do David.

Talvez quem tenha brilhado mesmo nos flashbacks seja a Jack. Uma nova e misteriosa personagem. O que ela tem de linda, tem de perversa e, considerando que ela não havia aparecido em nenhum outro momento da história, já era de se considerar que este seria o seu fim. Mas, será? Digo, tudo pode acontecer. A grande questão é que o James era mesmo um cretino malvado. E foi bem estúpido ninguém pensar nele quando o gigante disse que reconhecia o David e o contrário não acontecia. E o pior ainda foi o combate da Jack e o James VS. GIGANTES. Será que, quanto maior, menor cérebro? Não é possível. Se eu fosse um gigante, iria arrancar uma pilastra e sair esmagando os humanos. Mas como essa é uma série de família, é melhor se deixar morrer.

Agora, unidos pelo bem, o ex-gigante se tornou um dos anões, com o nome de Pequenininho (Tiny, do título). Engraçado foi o David perguntando por que ele nunca recebeu uma picareta daquelas. E a resposta foi uma incógnita, já que os "anões" são até maiores que ele. Dentre outras coisas que merecem consideração, temos a Bela que está compactuando com o forasteiro. E a falta de controle e magia do Senhor das Trevas no mundo real. Eu fiquei com pena do Rumpels. Será que ele estava com medo de voar? Será que o filho dele vai aceitá-lo? Não perca o próximo capítulo... Imediatamente.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário