sábado, 23 de fevereiro de 2013

[Crítica] The Lying Game - 2x06: Catch Her In The Lie

Apenas pega na mentira.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Confesso que esse episódio foi bem morno, devagar quase parando. Não estou dizendo que foi ruim, mas foi muito parado. Todo o episódio que se propõe a trazer respostas pra alguns mistérios acaba tendo um ritmo mais lento mesmo. Ainda mais depois do episódio ter sido tão frenético, esse veio terminar alguns ganchos já abertos, mas o curioso é que não foi acrescentado nenhum mistério novo. Parece que a corda no pescoço de The Lying Game está pra ser apertada, um grande absurdo na minha opinião, mas acho bom ver que os roteiristas estão levando a série pra um final coerente. E não é que estou ficando cada vez mais curioso pra descobrir quem é o verdadeiro assassino dessa história toda? Sutton, Thayer, Rebekalcada, Dan, Alek ou Ursinho Ted? 

Já vou começar falando de Emma e Thayer, o mais novo casal 220 volts. Gente, eu, sou shipper dos dois, na verdade, não me considero nem um "shipper", mas eu prefiro mais Thayer e Emma do que ela com o Ethan. Entretanto, sinto que a história deles é sempre deixada de lado em prol do mistério e - não que eu esteja reclamando - mas isso está fazendo a relação deles parecer muito superficial. Confesso que falta a química  que rolava entre Emma e Ethan. Outra coisa é que na temporada passada fizeram um alarde por causa da virgindade dela, agora com Thayer ela simplesmente decide se abrir - literalmente, até parece que a personagem é crente. 

Falando neles, parece que finalmente Sutton vai vir trabalhada no recalque contra tudo e todos. Chega fiquei com pena da personagem, quando ela falou "I am done with you, all of you", quis ir dar uma abraço nela. Mas quem mandou ela ser tão vadia? Mesmo assim, não consigo ver ela como a grande vilã dessa loucura, acho que ela é mimada e está sendo manipulada Mãegera, lógico que estou louco pra ver quando a Sutton descobrir que a Momis não é quem ela pensa. Ou será que a Sutton não é quem a gente pensa? Já Emma está ficando cada vez mais parecida com Sutton, manipulando, mentindo, escondendo, omitindo, sapateando na cara da sociedade com planos mal sucedidos e etc. Daqui a pouco nem a gente vai conseguir diferenciar quem é quem. 

Agora, alguém me fala porque a existência dessas garotas é tão secreta desse jeito? A ponto das pessoas matarem só pra esconder que existem duas dela, sinto que vão precisar inventar alguma coisa bem grande pra justificar tanta loucura. Alguém matou o Derek por causa disso. Daqui a pouco a única justificativa plausível é que as duas são a chave da sobrevivência da humanidade. E o pior que minha lista de suspeitos vai só aumentando, atualmente minha lista tem sete pessoas. Oito, se contar o Jordan, mas de todos, acho ele o mais improvável. Ele é muito avulso pra ter esse tipo de importância. 

- Guarde essas desculpinhas para a sua mãe...Ah não pera. #MadsDaDepressão

Falando em avulsos, achei muito bullying deixar a Merd's de lado, já não basta a storyline está bem chatinha, ainda temos que lidar com o drama de "apenas excluída". Daqui a pouco ela passa pro Team Perversos e quem sabe ela e o Ethan não consigam ter alguma função maior na série agora que os dois andam conversando e bebendo até o dia amanhecer, como todos os adolescentes normais...Err, ou não. Enfim, só sei que tentar emplacar um Ethads (Mads + Ethan) não é de hoje;

Falando em casais que tentam emplacar, depois de semanas fazendo a vítima e o enojado, Ted decidiu que dançar com Bitchbecca não faria nem um mal, afinal, ele não está tentando salvar o casamento nem nada. Essa mulher é uma quenga de marca maior, né? Adoro as caras de "I get it" que ela faz quando não tem ninguém tá olhando. Enquanto isso, outros adultos que preparam pra ter uma noite animadinha, foi o meu mais novo ship, Alek e Kristin. Gente, esses dois nasceram um para o outro, as cenas dos dois por mais estranhas que possam parecer, exalam muita química. Esse bem bolado do roteiro, é claro, patrocinado pelas casas de swing - que são uma tendência que a série pretende abordar de um jeito subliminar e conservador, porque a emissora de família.

Faltando quatro episódio pra, até então, sua Series Finale, é inevitável fazer comparações entre The Lying Game e a sua irmã gêmea rica, Pretty Little Liars. Por mais que eu esteja adorando a loucura atual das Pequenas Mentirosas, preciso admitir que em questão de qualidade e coerência, a série das gêmeas está bem melhor, realmente uma pena ver que ela é tão desvalorizada. Talvez o que falte pra The Lying Game, sejam cenas como essa:

M-O-R-R-E!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário