quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

[Crítica] Grey's Anatomy - 9x13: Bad Blood

Welcome, welcome, to the first edition of Seattle Grace Mercy West Hunger Games.


Review:
(Spoilers Abaixo)

Nona temporada cada vez melhor. Não sei o que deu na Titia Shonda, mas ela está de parabéns. Depois da revelação cretina no último episódio, ela conseguiu manter o nível da trama e colocar mais sementes de dúvida na nossa cabeça.

Com a chegada da Alana ao hospital, todos os médicos ficaram apreensivos com o que aconteceria depois de todas as mudanças que ela implantou. O fechamento do PS não foi a única coisa que mudou. A implantação de câmeras nos leitos, SO e padronização nos procedimentos do hospital foram outras medidas tomadas.

Durante o treinamento do novo procedimento para hérnias, Richard não foi nem um pouco aberto às mudanças. Diferente da Miranda, que estava se sentindo a própria Katniss Everdeen em chamas, tudo para não ser o primeiro alvo nas demissões. Aliás, gostei do jeito ranzinza do Richard, pois o que esse novo procedimento vem propor é diferente de tudo que eles já fizeram e transforma os médicos em verdadeiros robôs, sem contato algum com o paciente. Então, dessa vez, eu estou com o Richard.


As câmeras instaladas nos quartos dos pacientes acabaram rendendo boas risadas por causa da Yang. Vê-la batendo de frente com o médico Big Brother foi hilário, mas essa história envolvendo ela também me tocou como nunca antes. Digamos que foi um pouco pessoal demais para mim. O caso médico que ela trabalhou envolvia um paciente que por razões religiosas não aceitava transfusão de sangue. Gostei da maneira como a série abordou esse tema tão polêmico. Mesmo querendo aplicar o sangue no paciente, Yang se mostrou uma verdadeira profissional, enquanto a interna dela revoltou-se e quase transfundiu sangue no paciente, não fosse o médico vigiando ela pela câmera. Por um momento achei que a Murphy fosse dizer que já foi testemunha de Jeová, isso explicaria ela ficar tão revoltada.

Alex, Callie e Arizona trabalharam juntos para convencer uma menina de doze anos, ex-ginasta e recém-saída de uma cirurgia no quadril a voltar a andar. Foi simplesmente hilário ver Callie e Alex voltando frustrados e suicidas, desgostosos da vida. Aquela menina era do mal! Foi preciso Arizona chegar de mansinho e depois se transformando na malvada para levantar a diabinha da cama.

Paralelo a tudo isso, ainda teve Derek e April trabalhando juntos numa proposta de cortes em vários setores do hospital para evitar o fechamento do PS. Ao mesmo tempo, Owen e Alana faziam uma cirurgia juntos. Era a tentativa do Owen de mostrar a ela a importância de não fechar o PS. Infelizmente, mesmo depois de tantas tentativas de ambas as partes o PS parece não ter salvação, pois o trabalho da Alana ali é deixar o hospital com uma boa cara para o novo comprador.

Isso mesmo, o Seattle Grace será vendido. E aí que começam os Jogos Vorazes. Toda venda implica em cortes, cortes implicam em demissões. Quem sobreviverá? Só o tempo dirá. A menos que uma medida milagrosa seja tomada e o PS não feche ou o hospital seja vendido.

Espero vocês no próximo episódio que por acaso vai ao ar hoje, e pela promo está SENSACIONAL! Segue a promo abaixo...

PROMO - 9X14: THE FACE OF CHANGE



- Bônus: 
Por um momento achei que o bebê da Meredith estivesse em perigo. Mas, suspirei aliviado por Shodanás não resolver matar mais um McBaby e tudo não passar dos primeiros chutes desse bebê que logo deve estar dando as caras pela série.


Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Imaginei que ela fosse falar também que era uma ex tj

    ResponderExcluir