sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

[Crítica] Grey's Anatomy - 9x12: Walking on a Dream

É hora de organizar essa bagaça!


Review:
(Spoilers Abaixo)

Mais uma vez um episódio que vem mantendo um nível excelente sem precisar recorrer a desastres, parece que Shondanás finalmente achou a luz. Espero que ela mantenha-se assim até o fim dessa temporada que está cada vez melhor. Sem mais, sigam-me ao Seattle Grace.

Para resolver os problemas financeiros do hospital e não fechar de vez as portas, o conselho contratou uma conselheira médica para avaliar onde poderiam ser feito cortes e melhoria. Basicamente ela avaliou o desempenho dos médicos em cirurgias, ritmo do hospital e assim por diante. Adivinha quem foi o maior relutante nessa ajuda? O Derek, um dos contribuintes para a falência do hospital. Qual é McDreamy, se não ajuda também não atrapalha. Deixa a Alana fazer o trabalho dela.

Em meio a tudo isso ainda rolou os dramas dos nossos médicos. Um deles envolvendo Arizona, que depois de quase recuperada agora está sendo assombrada pela Síndrome do Membro Fantasma, quando o corpo não aceita o trauma que sofreu e sente desde dores a outras sensações onde não existe nada além da prótese. Meu medo maior foi de que a nova médica e conselheira, a Alana, acabasse demitindo ela pelos momentos de crise e tudo mais. O que eu gostei de ver foi o Hunt ajudando a Arizona nesse processo, aliás, ele tem grande experiência com amputações e métodos para aliviar os sintomas, e assim, aos poucos, Arizona vai descobrindo como aliviar sua dor e voltar a ser uma esposa para a Callie.

Agora vamos à parte engraçada, dessa vez envolvendo a Meredith. Como primeiro trimestre no fim é hora dos hormônios atacarem. E durante o episódio vimos uma Meredith que ia de normal ou alegre a raivosa e chorona em poucos segundos. Também pudera, colocaram logo o Ross como interno dela. Essa parte da história mostrou também a superação do trauma dela em andar de avião. Tudo ao seu tempo, e o dela finalmente chegou.

Derek por sua vez, depois de bater de frente com a Alana, performou a primeira cirurgia depois da recuperação da mão. Vinte e três horas seguidas e uma cirurgia que foi um sucesso. É o McDreamy de volta à ação.

Já a April estava meio que descontando toda a frustração por perder o Jackson na Edwards, mas isso também serviu para ensiná-la como colocar ordem no PS. A história ainda rendeu um novo pretendente para a April, um paramédico vindo diretamente de Switched at Birth. Desculpa Jackson, mas já quero que o paramédico leve a April para uma noite muito louca na ambulância.


Por fim, depois de avaliar os médicos, a conselheira chegou a uma medida: fechar o PS. A medida gerou grande revolta, principalmente por parte do Derek. Foi a Miranda, no melhor estilo Nazi, que calou a boca dele, mostrando que nem todos ali tem milhões no banco e dependem do emprego. Então, mesmo que seja preciso fechar o PS número um de Seattle para salvar o hospital, é algo que todos devem aceitar calados. Principalmente o Derek, a menos que ela resolva doar seus milhões. É aquela coisa: os fins justificam os meios.

Como as coisas ficarão a partir de agora só o próximo episódio dirá. Mal posso esperar, Grey’s só melhora a cada episódio. Até lá pessoal.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. A Izzie usou a grana dela na clínica e is novos milionarios leia-se McDreamy querendo graça ... Com a grana dele e da Mer parava de trabalhar né gato kkkkk
    Fiquei com dó da Arizona...ela é a sobrevivente q mais se fudeu... Mas gostei de ver Hunt ajuda-lá ... Mas não gostei dó jeito bitch frustrada da Alana e a April merece um pega na ambulancia kkkkk e quero mais Jackson please

    ResponderExcluir