sábado, 19 de janeiro de 2013

[EA] Fighters (De Lucas Chaves)


Olá amigos leitores, mais um final de semana de leituras doidas. Hoje o concorrente se chama Lucas Chaves e ele já passou por aqui. Ele levou os quatro Sim's e foi digno. Agora, vamos ver qual é a nova loucura urbana dele, e vamos ler se aprovamos.



Fighters

Prólogo:
A pacata Vogel City era famosa pelo boato de que há muitos anos fora dominada por vampiros que dali nunca mais saíram, aqueles boatos passavam de pai para filho e a cada geração a história aumentava ainda mais. As lendas diziam que um poderoso vampiro chamado Lorde Vogel, que era responsável pela mudança do nome da cidade e dono do Castelo de Vogel, era um velho, mas muito poderoso, vampiro. O homem nunca fora visto por ninguém da cidade, diziam que estava sempre em seu castelo com sua linda esposa Pammy, e que os dois saíam apenas para caçar durante a madrugada e, por serem muito rápidos, jamais haviam sido vistos .Havia também em Vogel City, um famoso exército chamado “O Exército Vermelho”, as pessoas que lá entravam não tinham permissão de falar sobre o que ocorria lá dentro, aquela era a regra de ouro do exército, os habitantes diziam que ele era uma espécie de “caça-vampiros”, mas aquilo também era apenas um boato.Os fundadores do exército vermelho eram Tess e Stefan Bulstrode, que as lendas diziam ser os piores inimigos dos Vogel. Estas são apenas algumas das lendas que cercam a bela cidade, mas a verdadeira história está prestes a ser revelada.

Capítulo 1:

Grande parte da cidade de Vogel ainda dormia naquela manhã de segunda-feira, mas na Beaton High School os alunos se agitavam pelos enormes jardins que se estendiam em volta da escola, era o primeiro dia de aula depois de dois meses de férias, dia velhos amigos se reencontrarem e novatos tentarem conseguir alguma amizade. Megan desceu do ônibus escolar e avistou o grupo de amigos de longe. Megan, e o irmão gêmeo Alex, eram conhecidos por serem filhos dos fundadores do famoso Exército Vermelho. Mas não era apenas isso que fazia Megan Bulstrode ser tão popular na escola, sua beleza fazia com que todas as garotas implorassem para ser suas amigas e arrancava suspiros de cada garoto de Beaton High School e de toda a cidade. Os cabelos lisos caíam numa cascata dourada até o final das costas, terminando em pequenos cachos na altura da cintura, os olhos eram de um azul hipnotizante e a garota sabia que tinha um corpo tão perfeito quanto o rosto.

-Meg. – Chamou alguém atrás dela.

A garota se virou com um sorriso ao ouvir a voz do namorado, os garotos do time de futebol desviaram os olhos do belo decote da garota quando viram Jason Kazama, namorado de Megan, se aproximar dela.

-Jay. – Falou ela, atirando os braços em volta do pescoço do namorado e puxando-o para um beijo.

Os adolescentes a volta deles bufaram de inveja ao verem o casal perfeito se beijando apaixonadamente, Megan Bulstrode não poderia ter escolhido um namorado melhor. Jason era instrutor de Muay Thai em Beaton e já havia vencido vários campeonatos em todo o estado, o garoto possuía descendência japonesa, os negros olhos levemente puxados lhe davam um charme especial, assim como os cabelos intencionalmente bagunçados, que eram imitados por grande parte dos garotos da escola. Jason ainda possuía braços musculosos que sempre exibia com camisetas apertadas, que também davam uma bela visão de seu corpo perfeito.

-Onde está seu irmão? – Perguntou Jay, passando os olhos pelo jardim lotado.

-Ele preferiu vir de carro. – Respondeu Megan, revirando os olhos. – Você sabe como o Alex é nojento.

-Não fala assim do meu brother, Meg.

Megan deu de ombros e Jay pegou a mão da namorada, conduzindo-a para a entrada da escola, onde os outros já os esperavam. Bethany soltou um guincho de alegria ao ver a melhor amiga caminhando em sua direção, Megan repetiu o ruído da amiga e correu para ela, abraçando-a com força.

-Porque vocês precisam ser tão escandalosas? – Perguntou Jay, largando a mão da namorada. Mas as amigas não responderam.

-Sua vadia, não acredito que ficou fora as férias inteiras! – Gritou Megan, apertando a amiga.

-Eu quase morri de saudade, sua vagabunda! – Respondeu Bethany, rindo.

Bethany era a melhor amiga de Megan desde os sete anos, as duas eram vizinhas no condomínio fechado onde os Bulstrode moravam, os Williams haviam se mudado de Blue Falls há nove anos e a conexão entre as duas garotas havia sido imediata. Bethany se tornara desde então seguidora fiel de Megan, as duas dominavam a escola desde que haviam entrado para a puberdade, o tempo havia feito muito bem à Bethany, os cabelos castanhos e rebeldes haviam sido substituídos por belos cabelos loiro-platinados que desciam-lhe até o meio das costas, a pele havia adquirido um tom bronzeado de causar inveja em qualquer garota e o corpo perfeitamente esculpido pela freqüência assídua na academia do condomínio davam o toque final na beleza da garota.

-Michelle. – Falou Megan, virando-se para a garota que estava parada ao lado de Bethany.

-Megan. – Respondeu ela, a expressão de desprezo explícita em seu rosto. – Ganhou alguns quilos nestas férias?

-Chelle! – Falou Jay, lançando um olhar de censura à irmã.

Michelle deu de ombros e revirou os belos olhos azuis, suas feições delicadas continuavam perfeitas mesmo com a expressão de nojo que ela trazia no rosto ao olhar para Megan. Seus longos cabelos negros estavam presos num rabo de cavalo alto e o uniforme de líder de torcida valorizava suas belas curvas. As duas garotas eram inimigas mortais desde que Michelle chegara à cidade e sua beleza exótica começara a tirar alguns dos holofotes de Megan, seu namoro com Jay despertou ainda mais raiva em Michelle e desde então as duas haviam se tornado rivais, que mesmo se odiando, continuavam andando juntas por conveniência.

-Onde está o Alex? – Perguntou Bethany, tentando quebrar o clima de tensão entre as garotas.

-Seu namoradinho nojento veio de carro. – Respondeu Megan, revirando os olhos.

-Ele não é meu namorado, Meg. – Falou a garota, aproximando-se da amiga e sussurrando. – Ainda.

-Vagabunda!

-Olha lá, o ônibus de Grove Town acabou de chegar. – Falou Michelle, atraindo a atenção dos amigos para o local onde ela olhava.

Grove Town era a cidade vizinha à Vogel City, as lendas sobre os vampiros que invadiam a cidade também eram contadas naquele lugar e grande parte da população temia que os demônios um dia se cansassem daquele lugar e resolvessem migrar para sua pacata cidade. Mas, mesmo assim, muitos dos cidadãos de Grove Town mandavam seus filhos para estudarem em Vogel, por ser uma cidade maior, a qualidade do ensino era significativamente melhor e os pais não ligavam de expor seus filhos aos terríveis “vampiros” pensando que estavam se arriscando para dar a eles uma educação melhor. A porta do ônibus se abriu e logo Michelle, Bethany, Jason e Megan não eram os únicos que tinham as atenções voltadas para ele, a maioria dos estudantes havia interrompido suas conversas para observar as pessoas que começavam a sair. Os primeiros adolescentes desceram do ônibus e os outros notaram uma leve expressão de desprezo em seus rostos quando olharam para a escola, os outros estudantes começaram a sair e esperaram até que os três primeiros começassem a andar para acompanhá-los.

-Nós já meio que podemos perceber quem são os líderes do bando, certo?! – Sibilou Michelle, abrindo um sorriso maldoso. – Assim fica mais fácil caso precisemos nos comunicar com eles, já sabemos quem devemos procurar.

-Ual, Michelle. – Falou Jason, olhando rapidamente para a irmã. – Quando eu penso que você não pode ficar pior.

A garota deu de ombros e continuou concentrada nos três adolescentes que lideravam o pequeno grupo de estudantes de Grove Town, duas garotas e um garoto, que mantinham a mesma expressão de desprezo desde que haviam descido do ônibus. Uma das garotas tinha longos cabelos vermelhos que chegavam até a cintura e vinha de mãos dadas com o garoto, tinha uma pele pálida e usava um short que dava uma bela visão de suas pernas musculosas, ao lado dela vinha um adolescente, que provavelmente era seu namorado, o garoto tinha cabelos cacheados e negros que brilhavam à luz do sol, era tão pálido quanto a namorada e usava várias pulseiras de couro nos braços, ao lado deles vinha uma garota morena, os olhos estavam cobertos por enormes óculos escuros e os longos cabelos negros estavam puxados sobre o ombro, descendo até o meio da barriga, a adolescente usava uma saia tão curta quanto o short da amiga, o que atraiu a atenção da maioria dos garotos que estavam no jardim e fez as meninas lançarem comentários maldosos na direção delas.

-Eles estão vindo para cá? – Perguntou Bethany, observando que os garotos se aproximavam cada vez mais deles.

Ninguém precisou responder à pergunta da garota, os três adolescentes pararam diante deles e o grupo que vinha atrás deles também parou, se mantendo levemente afastados como se tivessem medo de se aproximar demais.

-Você deve ser a Michelle, certo? – Perguntou a garota de cabelos vermelhos, abrindo um sorriso explicitamente falso.

-Sim. – Respondeu Michelle, abrindo um sorriso tão falso quanto o da outra.

-Ótimo. Meu nome é Mandy, e esta é minha amiga, Lana. – Falou a garota, apontando a amiga com a cabeça. – Quando falaram de você para nós imaginamos alguém bastante. – Mandy parou de falar, olhou Michelle de cima a baixo e depois continuou. – Diferente.

Bethany, Megan e Jason lançaram olhares debochados na direção da garota, a expressão no rosto de Michelle demonstrava que ela não gostava nem um pouco do jeito com que a novata estava falando com ela.

-Enfim. – Falou Lana, parecendo entender o motivo do silêncio constrangedor. – Nós estávamos pensando em nos inscrever para os testes de líderes de torcida e, como você é a capitã, pensamos em vir falar diretamente com você.

-Oh querida, eu sinto muito. – Falou Michelle, encolhendo os ombros e mantendo a expressão o mais falsamente calma que conseguiu. – Na cidade onde você mora vocês provavelmente nunca ouviram falar de uma coisa que se chama quadro de avisos, mas nós costumamos usar isto aqui, se vocês seguirem pelo corredor irão encontrar uma lista onde vocês podem assinar o nome de vocês e lá vão ver todas as informações sobre os testes.

-Tão engraçadinha com essas tiradas estilo “Meninas Malvadas”, não pensei que você poderia ser tão... fofa. – Sibilou Mandy, dando ênfase a última palavra e demonstrando que não era aquilo que ela pensava.

Michelle apenas levantou as sobrancelhas, fuzilando a garota com os olhos, Mandy acenou levemente com a cabeça e os três entraram na escola, acompanhados pelos outros adolescentes, que passaram por Michelle, Bethany, Jason e Megan de cabeça baixa.

-Podemos entrar? – Perguntou Megan, após alguns minutos de silêncio.

Bethany deu de ombros e agarrou a mão da amiga, puxando-a para dentro, Megan soprou um beijo para Jay, que já encontrara os outros amigos, e caminhou ao lado de Bethany e Michelle para dentro da escola.

-Lá estão minhas garotas. – Falou Michelle, quando viu um grupo de lideres de torcida acenando para ela. – Nos vemos mais tarde.

-Até que enfim. – Murmurou Megan, observando a garota se afastar. – Eu não ia agüentar ficar ao lado dessa cobra por nem mais um segundo. Se bem que eu gostei bastante do jeito com que aquela tal de Mandy falou com ela.

-Meg. – Falou Bethany, balançando a cabeça. – Você sabe que o Jay não gosta quando você fala assim da Michelle. Vocês dois já brigaram umas cem vezes por causa disso.

-E eu sempre tenho razão no final das contas.

Bethany deu de ombros e as duas pararam em frente aos seus armários. As garotas conversavam animadamente sobre os novos professores e matérias daquele ano quando alguém chegou tapando os olhos de Bethany, ela segurou as mãos que estavam sob seus olhos e sorriu.

-Alex. – Falou ela.

-Caraca! – Falou o garoto. – Você me reconheceu pelas mãos.

Alex soltou uma risada incrédula e puxou Bethany para um abraço, a garota soltou um suspiro e virou os olhos para Megan, fingindo um desmaio nos braços musculosos do garoto. Bethany e Alex haviam tido um romance quando se conheceram, mas para a tristeza da garota, ele não havia durado nem duas semanas. Alex era do tipo de garoto que podia ter a mulher que quisesse, os cabelos loiros caíam em uma franja que cobria sua testa, ele tinha um sorriso que fazia qualquer garota se derreter e os olhos azuis eram ainda mais bonitos que os da irmã, o corpo era definido e ele já havia sido garoto propagando de uma marca de roupas de banho local, o que lhe trouxera ainda mais fama.

-E então, animadas para o primeiro dia de aula? – Perguntou ele, após dar um beijo na bochecha da irmã.

-É claro. – Respondeu Bethany, sorrindo de um jeito que fez Megan revirar os olhos.

-Eu perdi o meu namorado pra um bando de lutadores trogloditas e tive que caminhar por cinco minutos com Michelle Kazama, mas fora isso, estou super animada.

-Nada tira o ânimo da minha rainha gelada. – Brincou Alex, usando o apelido que algumas garotas invejosas haviam dado à irmã.

-Você sabe que eu odeio esse apelido, Alexander!

-E você sabe que me ama, Meggy! 

 A garota revirou os olhos e os desviou para a porta, esperando que o namorado finalmente estivesse vindo ao seu encontro para acompanhá-la à sua primeira sala de aula, mas ao invés disso, viu que um pequeno tumulto se formava na entrada, as pessoas esticavam os pescoços para enxergar algo que ela não podia ver e se encolhiam para cochichar umas com as outras.

-O que está acontecendo ali? – Perguntou ela, fazendo Bethany e Alex virarem-se para olhar.

Os garotos finalmente puderam ver o motivo de tanto alvoroço, duas garotas caminhavam lado a lado pelo corredor, seu jeito de caminhar lembrava à Alex aquelas super modelos que a irmã insistia em idolatrar. A mais alta delas tinha os cabelos pintados de um verde claro que chamava atenção, a franja comprida cobria um dos olhos, mas eles podiam ver que o outro era de uma cor acinzentada maravilhosa, a pupila era uma fenda negra, o que dava uma aparência maldosa à garota, os lábios se curvaram para cima quando ela viu as expressões surpresas dos adolescentes, ao seu lado vinha uma garota com um rosto praticamente idêntico ao seu, os cabelos eram roxos e estavam presos num coque frouxo, que lhe dava uma aparência desleixada mas ao mesmo tempo sensual. As duas eram pálidas, o que contrastava com as roupas negras que mostravam suas belas curvas.

-Quem são estas? – Perguntou Megan, cruzando os braços, como uma criança que vê outra segurando um brinquedo melhor que o seu.

-Eu nunca as vi por aqui. – Respondeu Bethany, os olhos vidrados nas recém-chegadas. – Provavelmente são de outra cidade.

-Não podem ser de Grove Town, nós vimos todas as pessoas que desceram do ônibus.

-Provavelmente são de outro mundo! – Corrigiu Alex, que tinha um sorriso frouxo nos lábios.

-Cala a boca, Alexander! – Falou Megan, dando um tapa na cabeça do irmão. – Vamos Bethany, pelo visto o Jason não vem.

-Deve estar hipnotizado pelas novas garotas. – Provocou Alex.

-Engraçadinho!

[Continua]

OBS: Não houve edição na postagem deste texto.

Nefferson: Acho que você é o primeiro participante a nos apresentar dois textos excelentes. E consequentemente, o recordista de votos positivos. Simplesmente não tem como não gostar do que você escreve, e acho que todos aqui concordam comigo. Bem, meu voto é SIM. Espero que você seja Team Nefferson na próxima fase, Hahaha! 

Ricardo: O que eu estou lendo? The Vampire Diaries e True Blood mandaram um oi, me senti tão incomodado lendo algo que me pareceu uma cópia incrementada dessas séries já citadas, que a qualidade do texto foi ofuscasa pelo tema EXAUSTIVAMENTE usado. Vampiros, vampiros e mais vampiros, até Bella Swan se revirou no seu caixão do esquecimento com o uso das mesmas histórias de novo e de novo. Apesar da FALTA DE CRIATIVIDADE e ORIGINALIDADE, a qualidade do texto foi boa. Foi coerente, teve alguns poucos erros e o autor pareceu ter conhecimento sobre o que estava escrevendo, afinal, ele não transformou os vampiros nos novos x-men. Por isso, pra mim é SIM

Luiz: O texto está recheado de erros, como sempre, mas não acho que isso comprometeu a narrativa. Você se saiu bem, de um modo geral, e é exatamente por isso que já está na próxima fase. Então, meu voto é SIM. E pense muito bem antes de escolher seu time, viu? Team Lamenha é o poder KKKKKKKKKKK. 

João: Eu não sei, tem algo na história que não me desceu. Com certeza não é o tema, porque eu simplesmente AMO histórias de vampiros. E também não é a narraçáo, porque você soube conduzir muito bem seu texto. Então, acho que vou simplesmente dizer que não me conectei com a história, ou os personagens, ou na base em que ela foi criada. Não parece um Web-Livro, parece uma simples Fanfic sem propósito algum, e não é isso que estamos procurando. Então, meu voto vai ser NÃO. Mas que fique claro, apenas porque você já está na próxima fase. Desculpa. 

Mateus: Que isso, Lindoley? Acho que você vai ter que dar muitas explicações no chat do Facebook, hein, HAHAHAHA! Boa sorte!

E vocês, tão esperando o que pra dar seu voto? A caixinha de comentários ta aí pra isso, bebê!

Bom final de semana pra todos nós, e um bêj.

Para alguns, na boca, HAHAHAHA!

Twilightney Spears também tem algo a dizer:
Eu te amo, NHOIM.










               
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Adorei,essa história só reforça que vc merece estar na próxima fase e quero ler a continuação.

    PS:Tenho certeza de que as recém-chegadas são vampiras :D

    ResponderExcluir