segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

[Crítica] The Vampire Diaries - 4x10: After School Special


A detenção dos outros é um tédio, a deles é mortal.

Review:
(Spoilers Abaixo)

A série finalmente voltou da tumba do seu descanso de final de ano. E apesar da série não ter empolgado muito neste começo de temporada, eu ainda estava ansioso para o retorno. E, apesar de ainda apresentar alguns problemas, The Vampire Diaries finalmente parece estar entrando na linha. Vamos ver se a série consegue se recuperar e nos apresentar a mesma qualidade que mantinha na segunda temporada. É claro que eu ainda estou esperando uma morte chocante que mexa com as nossas estruturas. Se vocês pensarem, todo final de temporada é mortal para alguém inesperado. E espero que este ano não seja diferente. Temos muitos personagens avulsos que podem receber uma visita da dona morte.

É inegável que parte do sucesso deste retorno fica por conta de uma das minhas originais favoritas, Rebekah. Eu admito que ela nunca aprende com os seus erros e que permanece mais tempo empalada do que viva, mas acontece que ela é um dos personagens mais interessantes da série. Sua história desde que se transformou em vampira é completamente trágica. Ainda tenho esperanças que ela passe para o lado do bem e encontre alguém que a ame de verdade. Mas enquanto isso não acontece - e nem está perto de acontecer - temos que nos deliciar com o seu jeito vingativo de ser.

E é claro que o primeiro alvo dela seria o Stefan, que praticamente enfiou a estaca no coração dela no último encontro entre os dois. Sinceramente, o último episódio que a Rebekah apareceu continua sendo o melhor desta temporada até agora. Além, é claro, de ser o mais emocionante. Mas voltando o foco ao episódio desta semana, testemunhamos novamente que as linhas da parceria não estão definidas e qualquer um pouco fazer um acordo com o seu inimigo a qualquer momento. Se Rebekah começou o episódio querendo torturar o Stefan, ela terminou fazendo uma parceria com ele. E confesso que espero bastante desses dois. Vamos ver o que acontece a seguir.

A brincadeirinha de jogo e verdade na escola pode ter sido um meio infantil, porém, surtiu efeitos incríveis no psicológico dos personagens. Aliás, apenas no psicológico do Stefan. E eu leio os comentários de vocês e concordo plenamente quando vocês dizem que a Elena é uma egoísta. Estar ligada ao Damon não é desculpa para não se importar com os sentimentos dos outros. Ela reconhece que pode amá-lo sem estar ligada, mas se esconde por trás da ligação quando se diz respeito dos sentimentos dos outros. Então esse episódio foi ótimo para o Stefan extravazar a raiva dele. O ponto alto de tudo isso foi quando ele implorou para a Rebekah remover suas memórias. Eu achei esta cena poderosa!

Enquanto isso, em outro núcleo, temos o Jeremy treinando para virar Buffy. E apesar dele já estar todo forte, ainda não está no ponto do abate (não é o que vocês estão pensando). O importante é que o Klaus sempre tem um plano extra na cabeça, então mostrou que tem maneiras muito criativas de fazer o Jeremy matar quando quiser. Pena que sobrou para a piriguete da pizza, que foi empalada sem dó. E o que é o Matt nessa série, gente? Ele só está lá para ser shippado com o Jeremy, já que dois homens se agarrando/salvando/lutando é mais do que necessário para animar os fãs.

Voltando a cena de perseguição na escola, achei tudo muito sem graça. A parte psicológica estava interessante, e eu pensei que o ponto alto seria o Tyler atacando todo mundo e causando o caos. Mas nada aconteceu. Ele mal se chocou com uma porta e já foi embernar peladinho. Queria bem mais perseguição. Caroline nem sofreu nenhum perigo e eu pensei que ela passaria por maus bocados, já que se separou do ex-casal 20. Enfim, o importante é que a história da temporada começa a ser desenhada (Só se for no braço no Jeremy. Rá!). O Shane está querendo ressuscitar o Silas sob motivos desconhecidos. E eu não espero que ele tenha bons motivos. Essa ideia parece idiotice sob qualquer pretexto. Bem, vamos ver o que acontecerá. Todos ligados.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
10 Comentários

Comentário(s)

10 comentários:

  1. Tá preciso comentar: nao concordo com alguns pontos da review. Primeiro: achei o Stefan muito egoísta na parte que pede para apagar as memórias dele. Achei ridículo. Se compararmos com o Damon (o que é inevitavel) ele amava a Elena, mesmo ele nao sendo a opção dela. E ainda ajudava o irmão e tal. Agora só pq ela se apaixonou pelo Damon, o Stefan fica com essa história "Odeio meu irmão!". Sem comentário né ¬¬

    Segundo: acho o Matt meio q o equilibrio da série entre natural e sobrenatural. Ele é o q está sempre apoiando os outros e tal.

    Fora isso: Rebekah excelente como sempre. April revoltada com todo mundo, foi bem legal. Bonnie praticando expressão e quase matando April: Foi uma grande cena. Caroline abraçando o Tyler após a transformação: me lembrou os melhores momentos do casal, quando ele sofria com a transformação e ela sempre o ajudava. Achei genial isso da Rebekah hipnotizar a Elena para saber o que ela realmente sente pelo Damon e pelo Stefan. E foi bem coerente as respostas dela.

    Agora, a procura da cura começa a separar aliados e inimigos. Run for the cure! Achei um ótimo episódio de retorno e que nos mostrou um pouco do ritmo dos próximos episódios..

    ResponderExcluir
  2. A Elena resumiu tudo o que eu penso do Stefan em uma frase: "Para o Stefan, eu sou como um brinquedo quebrado."

    ResponderExcluir
  3. Todos dizem que os episódios 4x14 e 4x15 serão épicos, talvez os melhores da série. Expectativas no céu hein? Concordo completamente com o anônimo! Completamente. Matt é a base da série, na verdade. Ele é quem está sempre ali para apoiar, mesmo depois de sofrer muito, ele tem esse dom de consolar as pessoas.

    ResponderExcluir
  4. Psé, também concordo com o anônimo. Pra mim quem está sendo egoísta é o Stefan, porque ele só quer achar a cura para Elena voltar para ele. Enquanto o Damon quer achar a cura para ela ter sua vida de volta.
    Na parte da perseguição de Tyler eu queria que ele mordesse a Caroline, para o Klaus poder salvá-la de novo *-* .
    Eu quero mesmo é ver a Katherine e o Elijah.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Katherine e o Elijah? Não! Pfvr! Vampiranha e o Teffinho rippah sz forever.

      Excluir
    2. acho legal a ideia de Katherine e Stefan.. sei lá.. ela já falou que amou msm ele e tal.. nao sei se ainda existe possibilidade, masss...

      Excluir
    3. Acho que Katherine e Stefan não cola mais. O Stefan devia ter outro interesse amoroso além da Katherine e Elena.
      Eu já quis que Elena e Elijah dessem uns amassos, mas, Elena só quer saber dos Salvatores. Então que ela fica logo com Damon x.x ' .
      Katherine & Elijah sz.

      Excluir
    4. Elena com Damon com certeza.. E, sim, deveriam achar um interesse amoroso pro Stefan, mas acho q não é a hora.. acho q o Stefan deve tipo ter uma jornada pra se descobrir primeiro, pra depois encontrar alguém que ele não tente concertar kkkk

      Excluir
    5. Stefan rippah now, love after. Super concordo. Stefan e a Bekah até que cola, são fofos. Pode-se dizer. Mas minha Vampirinha e o Teffinho Rippah seriam perfeitos!

      Excluir
  5. Nossa, como tem gente tola! Stefan egoista? Só porque ele não quer sofrer mais e deixar a Elena amar o Damon, é egoismo? Nossa!
    O Stefan SAMBOU na cara da Elena, e de quem fala mal dele e paga pau pro Damon!
    O problema de vocês, é ver que a atenção do Stefan esta maior, e pelo que eu havia pensando desde que o sire apareceu, que a Eleninha vai correr atras do Stefan! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD
    E vocês são muito puritanos (as) , quando o Stefan diz ''Odeio meu irmão'' , até parece que o Damon não odeia, ou não fez de tudo pra destruir a felicidade do irmãozinho Stefan! Ahhh, vão catar coquinho gente!

    ResponderExcluir