terça-feira, 22 de janeiro de 2013

[Crítica] Switched at Birth - 2x02: The Awakening Conscience

Nobody say it was easy...

Review:
(Spoilers Abaixo)

Mas é só essas famílias pensarem que vão ter paz que um maremoto de problemas cai sobre cada um deles. Estou começando a desconfiar de carma por que nessa semana, mantendo o ritmo da season premiere, Switched at Birth colocou quase todo mundo em problemas. E devo dizer que só fica melhor a cada dia.

Logo no primeiro ato do episódio, Angelo cuspiu toda a verdade sobre o suposto filho na cara da Regina, que já estava fazendo planos para os dois morarem juntos. Apesar de amar esses dois juntos, estou começando a acreditar que eles não são meant to be, afinal, quantas vezes eles vão ter de se desentender para finalmente ficarem juntos? Dessa vez não tenho a quem apoiar, pois como o próprio Angelo falou, foi caso de uma única noite e na época que ele e Regina estavam separados. Além do mais, quem resistira àquele sotaque italiano? As mina pira e abre as pernas, o resultado é esse aí, bagunça na vida de todo mundo. Uma cena super constrangedora disso tudo foi o encontro entre Regina e a tal garota, uma pirralha na verdade, ainda na faculdade. Por enquanto, é bom esquecermos o casal Angelo e Regina, pois nem tão cedo ela quer ver a cara dele, quanto mais de uma filha.

Mas por falar em casal, alguém me situa na série? Quando que Toby e Nikki viraram um casal? Se me recordo bem, ele chutou a garota e formou a banda com o Emmett; e do nada a garota surge aos beijos e sarros com Toby? Volta a fita produção! Infelizmente, nem tudo são flores. Começou com a Nikki deixando o Toby em ponto de bala pronto para adentrar na caverna negra dela para ela dizer que ainda não é hora do sexo, ok!, respeito ela, cada um com suas crenças, mas puritanismo demais enche o saco. Para colocar mais lenha na fogueira, alguém postou uma foto dela no site da banda louca da perseguida mostrando os boobs e de cabelo tingido. Converte, Jesus! A situação logo se resolveu quando Toby percebeu que também não foi um santo no passado e logo os dois estavam aos beijos com a lua como expectadora.

O restante do episódio tratou da Bay e da Daphne, verdadeiras estrelas da série. Uma personagem que vem crescendo muito é a Bay. Conseguiu convencer os pais a estudar na Carlton e realmente mudou a atitude rebelde. Logo de cara na Carlton, que agora tem um programa piloto para ouvintes, ela conheceu o Tae, provável novo affair dela, só para atrasar a volta com o Emmett. Tudo estaria bom, não fosse a Natalie, a surda revoltadíssima pela invasão da Bay ao único ambiente onde ela não precisava se adaptar ao mundo dos ouvintes. Achei compreensível essa revolta, mas não para tanto. #CoolOffNatalie

 
Daphne por outro lado resolveu abrir a van de tacos e fez sucesso... no lava jato. Tudo parte da super proteção do John, mas como sempre, Daphne se impôs e foi vender os tacos, ou devo dizer doá-los, no antigo bairro dela. Um gesto bonito, mas que revoltou o novo personagem, o Javy, pois a boa ação dela esvaziou mais ainda o restaurante do tio que já estava falindo. Há boatos de que até as moscas fugiram do restaurante. Isso tem cara de história clichê, de que depois desse conflito entre os dois vai surgir uma amizade e por fim um namoro. Desde já me ponho contra isso, pois espero desesperadamente pelo casal Traphne, chega de arrumar pessoas para atrapalhá-los.

Outro destaque do episódio vai para a campanha do John pro senado estadual, que agora é realmente oficial. Comentei semana passada que essa seria uma história overrated pra mim, mas até que ficou mais interessante depois da conversa que a Daphne teve com ele. É isso meus queridos, o terceiro episódio está chegando, logo tem mais. Até lá.

PROMO - 2X03: DUEL OF TWO WOMEN
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Parece que a Bay está cheia dos amigos no programa piloto, primeiro o Tae, depois o Noah, que inclusive fiquei com muita pena pela situação dele e se aproximou de Daphne também. Também fiquei com pena de Regina não poder mais ficar fazendo muitos exercícios físicos com a mão, pois ela teve que abandonar seu emprego de cabeleireira que ela trabalhava desde os 19 anos, não pode mais pintas e nem mais fazer sinais.

    P.S. Enfim Bay e Natalie fizeram as pazes após o retiro.

    ResponderExcluir
  2. Resumo da primeira temporada: Bay é um saco...Daphne é um anjo.
    Resumo da segunda temporada (2 capítulos): Daphne é um saco...Bay é um anjo.

    ResponderExcluir