segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

[Crítica] Pretty Little Liars - 3x15: Mona-Mania

Mona, Mona To-Toby Banana-Fana To-Toby Fee-Fi-Mo Mona Mona! ♪

Review:
(Spoilers Abaixo)

Pois é, Pretty Little Liars voltou a todo vapor. Para aqueles que não se animaram tanto com o episódio da semana passada, o dessa veio pra dar um gás à série. Só tenho uma prece a fazer depois que terminei de vê-lo: que a série não se enrole nos próprios segredos como antes.

Sem dúvida, a grande estrela dessa temporada é a Mona. Finalmente estamos vendo o team –A em ação, começou episódio passado com a perseguição ao Lucas. Aliás, esse é um dos poucos pontos que me incomodaram até agora, já perdi as contas de quantas vezes os produtores apontaram pra Lucas como traidor e parte do team –A para no final chegar com uma história meia boca que não convence e inocenta ele. Todo o medo dele da Mona existe por que ele não quer mais ser o office boy dela, papel que exerceu durante todo o tempo de internação da Mona apenas para ela não tornar público o tráfico de gabaritos que ele estava fazendo. Qual é, dá pra ser mais criativo! Mas, notaram qual foi uma das tarefas dele? Pegar um pacote com o Jason. Dúvidas de que esse pacote era o dinheiro que ele pagou por informações sobre o corpo da Ali? Ao menos na minha cabeça a história faz sentido.

Team –A também resolveu assustar Emily e Paige. Sem dúvidas falta bom senso e neurônios nas cabeças dessas meninas. Como em sã consciência você está indo para uma festa onde o vento faz a curva, para o carro no meio do nada e vai dar uma volta pela floresta sombria para passar o ataque de pânico da namorada? Bitch please, depois de tudo o que essas meninas passaram achei que elas ficariam mais espertas, mas parece que só regridem. Resultado? Toby furou o pneu do carro e ainda rolou perseguição e quase descoberta da identidade dele pela Emily, foi o único ponto positivo dessa história.

Mas o melhor do episódio ficou por conta de Hanna, Spencer, Aria e companhia. A começar pela Hanna e Spencer. Lembram do carinha que se acidentou no fim do último episódio e que esqueci de comentar na review passada? Então, ele era o capitão do time acadêmico da escola, vaga que Spencer queria desesperadamente. A princípio cheguei a cogitar a possibilidade do acidente ter sido uma “boa” ação do Toby para ajudar a Spencer a conseguir o que queria. Do contrário, tudo foi parte de um plano maior para tirá-lo do caminho e introduzir Mona. A batalha entre Mona e Spencer foi simplesmente ÉPICA! A melhor cena do episódio de longe e eu quero mais disputas entre as duas.

#VRAAAAAA

Também teve embate entre Hanna e Mona. Toda trabalhada na revolta, Hanna finalmente mandou a real na cara da vadia, o que sem dúvida deixou a Mona mais raivosa. Cuidado!, ela já provou que não é nada boba, e nem mesmo a tentativa fail do Lucas de tirá-la do caminho, que acabou caindo na Meredith, deu certo.

Essa parte do episódio ainda serviu para introduzir um novo personagem, o Andrew. Também do time acadêmico e visivelmente apaixonado pela Spencer. O que você está esperando Spencer? Larga o Toby e cai nos braços do nerd magia enquanto ele acerta a hipotenusa dele no seu ângulo reto, if you know what i mean...


Um ponto deixado aberto no último episódio, e que foi mais explorado nessa semana, foi o do diário da Ali e a referência que ele faz ao Byron. De fato, o paradeiro dele naquela noite é um mistério, ou era, ou meio que é. Segundo Ella, naquela noite eles beberam vinho, ela apagou e quando acordou ele estava do lado dela. Segundo Meredith, na mesma noite ele foi ao apartamento dela furioso e dizendo que ia procurar a Ali. O que aconteceu depois disso? A tal conversa que o Garrett viu ele tendo com ela. Até agora todos os pontos estão se encaixando.

Byron não é tão inocente quanto aparentava. A primeira coisa que quem tem culpa no cartório faz é tentar encobrir as provas, e ele fez isso quando foi revirar o quarto da Aria à procura das páginas do diário, que por sua vez foi roubada pela Meredith, que por sua vez devolveu-as à Aria. Agora parece que a namoradinha e filhinha do papai vão se unir na busca por resposta. Só espero que esse não seja mais uma daquelas histórias que rodam, rodam e não dão em nada, só em um mal entendido e em coisas que não eram. Adoraria que o Byron fosse realmente culpado, e agora estou acreditando nisso.


O episódio terminou com uma daquelas cenas que nos dão o que pensar. Mona e Toby com o uniforme do team –A, Byron saindo do escritório e Toby enterrando as máscaras usadas por –A no Halloween perto da Universidade. Será para incriminá-lo? Can’t wait for answers! O que promete mesmo é o próximo episódio. É a descoberta de Toby como integrante do time do mal por Spencer. Chega logo terça que eu quero enlouquecer! Até lá liars.


PROMO - 3X16: MISERY LOVES COMPANY

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Nos livros Spencer e Andrew tem meio que uma relação de amor e ódio, pois um quer ser mais nerd que o outro. Só que ele já está desde o primeiro livro.

    ResponderExcluir
  2. Só uma coisa a dizer: A is alive!!!!! Tudo indica a isso!!!! Não é possivel que estamos sendo trolados!!!

    ResponderExcluir