segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

[Crítica] The Lying Game - 2x03: Advantage Sutton

Call me, maybe?

Review:
(Spoilers Abaixo) 

E não é que finalmente estamos progredindo? Depois de uma temporada inteira cheia de altos e baixos e com tramas desnecessárias, o jogo de mentiras conseguiu prender minha atenção. Agora temos romance de um lado, armações do outro, e em meio a tudo isso, um misterioso assassino, que continua em liberdade espreitando todos aqueles que podem revelar seu segredo. Algo me diz que estamos cada vez mais perto de descobrir o segredo que envolve a separação de Emma e Sutton. Então, façam suas malas, porque estamos indo para Scottsdale. Mas primeiro, vamos fazer uma breve visita ao presídio da cidade, onde um velho criminoso acabou de provar sua inocência.

Tudo começou quando Thayer encontrou um celular descartável na garagem da sua casa que poderia ser usado para condenar seu pai. Ele decidiu levá-lo até a polícia quando descobriu que a ligação feita a garçonete para incriminar Alec veio do aparelho, mas o tiro acabou saindo pela culatra. Além de comprovarem que foi o celular usado pra fazer a ligação, também comprovaram que ela foi feita de Flagstaff, no exato momento em que Alec jogava golfe com Thayer. Ou seja, além de ter ajudado o pai a ser solto, Thayer ainda serviu como testemunha pra provar sua inocência. Isso que é reviravolta, hein!

E o pior é que nem foi o Alec que armou. Rebecca tinha mandado alguém – talvez Jordan – ligar pra garçonete usando o celular, mas o cara era tão incompetente que fez a ligação em outro lugar ao invés de fazer no campo de golfe onde o Alec estava. E por que isso aconteceu? Simples, porque sua chefe também é uma incompetente.  Alec está solto, Ted e Kristin estão se aproximando, Sutton e Emma em pé de guerra... Que tipo de vilã é essa que deixa as coisas darem tudo errado? To começando a achar que a Rebecca é uma simples amadora e a Sutton a verdadeira vilã. Porque no quesito planos diabólicos e frases de efeito, ela está ganhando de 10 a 0.
E falando nas conquistas da Gêmea Bitch, já começou a disputa entre ela e Emma pra saber quem vive a vida de Sutton Mercer melhor. As duas decidiram num jogo de tênis quem ficaria ao ar livre e quem ficaria na cabana, sendo Sutton a vencedora apenas pela desistência da irmã. Foi um plot bem fraquinho, mas eu adorei ver essa disputa entre irmãs. As frases de efeito, as briguinhas infantis, e claro, Sutton esfregando na cara da irmãzinha que tinha dormido com Ethan na noite passada, mesmo que ele tenha saído da cabana dizendo que aquilo foi um erro.

Este foi outro plot que o episódio desenvolveu, o caso Ethan, Emma e Sutton. Enquanto a irmã malvada estava sendo rejeitada, ignorada, humilhada e provavelmente com a mensagem do facebook visualizada sem resposta, Emma estava ajudando Ethan a passar na prova daquele professor chato antes que lhe mandassem de volta pro reformatório. Mas Emma não fez a mosca morta diante das insinuações desprezíveis da irmã. Ela lhe respondeu no mesmo nível, tendo até roubado uma expressão de derrota no seu rosto, hahaha! Sutton sendo trollada pela irmã do bem?  Simplesmente amazeballs.

Se não fosse pela saída – provavelmente temporária - do Thayer no fim do episódio ela teria conquistado a vitória no jogo de tênis, mas enfim. Não podemos ter Thayer na cidade enquanto seu papai anda solto por aí, então é melhor que se afaste antes que a vingança de Alec consiga lhe atingir. Aliás, ela ainda não começou. Só tivemos uma cena bastante sugestiva entre ele e a Rebecca, que pode significar que ele vai começar a vingança por ela ou se fazer de desentendido pra realizar um plano maior. Bem, como eu torço sempre pros vilões, espero que Alec consiga tocar o terror naquela cidade e Sutton consiga... Bem, seja lá o que ela quer agora.

Fora isso, tivemos o drama do triângulo formado por Laurel, Mads e Jordan, que terminou em tragédia. Ta, eu exagerei, mas acho que perder uma amizade também é uma tragédia. Depois de saírem num quase encontro triplo e Mads pirar o cabeção, Jordan decide seguir os conselhos de Ethan e correr atrás do que quer, mas acaba sendo flagrado por Laurel no meio da pegação.  Então, acho que todos já sabem o quem por aí: Muito barraco, muita confusão Drama adolescente. Só espero que essa briguinha pelo boy magia fuja dos padrões e nos dê algumas surpresas, ou então, mais cedo ou mais tarde, encontraremos Laurel implorando por um bom plot na calçada da desgraça. Puxa o cabelo dela, joga ela na piscina, chama a Sutton pra fazer um extermínio, mas faça alguma coisa. E faça antes que a série seja a próxima vítima da ABC.

Promo 2x04 "A Kiss Before Lying" Legendado:
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário