segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

[Crítica] The Vampire Diaries - 4x08: We'll Always Have Bourbon Street


Em busca de um momento de altruísmo no tempo.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Eu sempre adorei as reviravoltas desta série, nos apresentando situações interessantes, matando personagens carismáticos e viradas inteligentes no roteiro de fazer qualquer um cair o queixo. Não é de hoje que eu tenho a sensação de que o show não traz esse ar de inovação, onde a cada semana eu sei exatamente o que esperar. Até mesmo as reviravoltas já estão sacadas, como se os roteiristas só fingissem arriscar, dando uma leve sensação disso, porém, nada nunca muda. Estou esperando alguma morte significativa nesta temporada, para mexer com as minhas estruturas. Por mais que doa, a morte traz renovação e é exatamente isso que a série está precisando.

Já comecei a crítica de uma forma negativa, porque é essa a sensação que eu fiquei assistindo durante todo o episódio. Depois de três temporadas misturando a trama com o triângulo amoroso principal, a série se saiu bem. E, por mais que Damon, Elena e Stefan, tivessem destaque, nunca eram o centro da história. Até porque, se o foco fosse só neles, esse vai e volta dos personagens não duraria muito. E é justamente o que está acontecendo nesta temporada. Desde o começo, os outros personagens pouco fazem além de girar em torno do trio principal. E, convenhamos, depois de três temporadas acompanhando essa evolução nos teams, é cansativo ter que engolir isso em todos os episódios desta nova temporada.

E não, eu ainda nem cheguei na pior parte. Na semana passada, descobrimos que a Elena está ligada ao Damon, por isso não é capaz de controlar suas próprias ações. Essa foi uma decisão covarde que me deixou com raiva. É um desrespeito aos fãs que tanto esperaram por este momento. Acabaram recebendo a tão esperada cena como um banho de água fria, porque foi uma das reviravoltas mais desnecessárias de toda a série. Particularmente, eu gostava da evolução dos sentimentos da Elena, era algo legal de se acompanhar. E eu já cansei de dizer que o Stefan se torna um personagem muito melhor quando não está com ela. Até mesmo os fãs do personagem admitem isso. Então, ao meu ver, a série estava melhorando, fazendo seus personagens evoluírem.

Porém, depois de ver este episódio, posso dizer que é impressionante como um detalhe pode estragar diversos personagens, alguns até que pouco têm a ver com o núcleo central, como a Caroline. Além de revoltante, pouco me deu vontade de continuar assistindo. A trama não poderia estar pior e isso é lamentável. E não estou dizendo isso como um Team Damon fanático que não aceita outra coisa. Estou dizendo com o poder de uma opinião imparcial. Apenas um fã da série, querendo o melhor para a história da mesma. Sfetan chegou ao cúmulo do egoísmo. Apesar de ter falado do irmão durante todo o episódio, só faltou ele mesmo matar 12 pessoas para conseguir o que ele quer. Cansou de insistir que deve se afastar da Elena pelo bem dela, mas todos sabemos que é por ele.

No final, Damon não conseguiu mandar a Elena esquecê-lo. E eu fiquei com muita pena do personagem, que começou o episódio feliz, com a sua vida do jeito que sempre quis, mas acabou tendo que encarar uma realidade broxante, onde ele tinha que lutar contra a lógica do ácido Stefan e os reais sentimentos da Elena. Sinceramente, eu estava com muito ódio no final, por causa de tamanha injustiça. Ainda bem que os roteiristas não fizeram o Damon mandar a Elena esquecê-lo, deixando a resolução para a próxima semana. Será que eles não podem ficar juntos por um tempo? Será que é pedir demais? Os fãs estão surtando e a qualidade caindo.

E não foi só o Stefan que ficou chato durante esta semana. Caroline mostrou um pouco daquela personalidade enjoada da primeira temporada. A última coisa que eu quero, é que estraguem a personagem. Uma das minhas favoritas. Não estou reclamando pelo fato dela ser contra o Damon, apenas pelo fato de voltar o seu egoísmo para as decisões alheias, o que acabou me deixando com pena da Elena. Espero que foquem a Caroline no Klaus logo, porque os roteiristas têm que abrir os olhos. Klaroline é um dos casais que mais me importam, porque é algo novo. Enfim, essa crítica foi mais um desabafo de um fã do que qualquer outra coisa. Espero que a série volte aos eixos na próxima semana, quando teremos nossa Mid-Season Finale.

PS. Os motivos da Hayley não poderiam ser mais clichês.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
7 Comentários

Comentário(s)

7 comentários:

  1. É... Parece que The Vampire Diaries está começando a demonstrar fraqueza em suas histórias. E creio que parte do motivo para que isso aconteça se deve ao prolongamento de temporadas. Com certeza eles estão guardando as melhores histórias e situações para as temporadas seguintes. Ai vão ficar enrolando nessa de team Delena e Stelena.

    Poxa, já deu o que deu! Antes eu tinha o maior desejo do mundo de ver Elena com Damon. E alguns episódios nos deixavam loucos quando eles se beijavam, ou se encaravam com aquela trilha sonora romantica. Agora com essa baboseira de ligação por causa do sangue, eu fiquei completamente enjoado dessa história!! já deu! As únicas coisas que me fazem assistir ainda esta série são as situações de Klauroline que por mais poucas que sejam estão bem melhores que as do triângulo amoroso.

    Já deu o que tinha que dar. Sério. Agora a série está focada em lucro e audiência, estão esquecendo das boas tramas da segunda temporada, que nos faziam suspirar nos segundos finais de cada episódio, esperando ansiosamente pelo capitulo seguinte. já foi. Jà deu"

    Hora de renovar. The vampire Diaries está apenas na quarta temporada. Não pode ser dar ao luxo de ficar enrolando desse jeito. Não pode!

    Katherine, cadê você nesses trágicos momentos??????????????

    ResponderExcluir
  2. Mais flashbacks? Mais triângulo amoroso? E cadê a Katherine? Isso não se faz, hein Julie.

    ResponderExcluir
  3. Acho que o que desandou mesmo foi a história da ligação.. pq a temporada, para mim, tava indo bem até ai.. essa história só fez dramatizar algo sem necessidade que é a relação do Damon e da Elena.. eu tbm queria ver eles juntos faz tempo, mas acho q deveriam ter esperado um pouco e sem essa enrolação da ligação. A Carline chata do jeito q tá tbm nao pode.. ela é uma das melhores personagens, favor não estragar ¬¬

    Penso que a trama principal podia pelo menos dar as caras já.. pq o q sabemos são apenas suposições que temos por causa de algumas dicas q nem sabemos se são verdade.. enfim.. espero que Plec saiba que os fãs querem coisas maiores para TVD e não mais do mesmo...

    ResponderExcluir
  4. EU gostei do episódio, ao contrario de alguns.

    Gente sera q só eu chorei no final?!!

    ResponderExcluir
  5. Episódio ruim. E eu sei que todos os fãs de Damon dizem que Stefan é um pentelho quando está com Elena. É verdade, ele é mesmo. NO ENTANTO, Damon é tão chato quanto quando está com essa criatura. Ele é uma destruidora de personagens e eu juro que nunca vou entender como pode haver tanta gente que gostou daquele açúcar entre Damon e Elena no início do episódio.

    Damon perdeu totalmente a essência ali. Foi nojento, traumatizante e não importa quantas maldades ele ainda faça, sempre lembrarei da tentativa forçada deles se mostrarem um casal fofo.

    Tudo bem Damon e Elena tentarem se acertar, mas que se acertem continuando a ser Damon e Elena. E não um genérico falido de um casal que já é ruim (Stefan é meu personagem favorito, Elena vive o transformando num lixo e eu simplesmente odeio ela - afinal, a influência negativa dessa garota atinge mais da metade dos personagens dessa coisa)

    ResponderExcluir
  6. Eu sou Delena, porém, acho que Julie achou uma boa saída para essa reviravolta - mesmo que desnecessária. A ligação é rara, assim como nos livros. Porém, ele influencia somente nas ações e não nos sentimentos. Ou seja, Elena ama o Damon, mas é influenciada facilmente por ela. O motivo da Hayley foi muito clicê mesmo, mas de acordo com os produtores, Shane mentiu e tem uma grande segredo rondando tudo isso. Caroline foi chata sim, mas ela queria o melhor para Elena, na visão dela. Por que vamos combinar, ela foi usado por Damon na metade inteira da 1ª temporada e ele tentou matar ela no 2º episódio da 2ª temporada, sutilieza aê hein?

    ResponderExcluir
  7. Eu achei que tudo fosse melhorar com a Elena virando vampira, mas os dramas vampíricos dela são chatos demais!! A personagem em si até se tornou mais agradável, ainda mais por causa do romance com Damon. Mas os roteiristas estragam tudo com sua - como vc disse - covardia. Isso de "sire bond" só serviu pra estragar o rumo que a história estava tomando, que era promissor. Em outras palavras, os roteiristas deixaram bem claro que Elena pertence a Stefan e que o único jeito de ela gostar mais do Damon do que do Stefan é com magia. Aqui não entra em questão o fato de eu ser Delena ou Stefena, porque eu nem me importo tanto com esse triângulo amoroso (prefiro Caroline, Tyler e Klaus). Mas depois de 3 temporadas de enrolação nesse triângulo amoroso, já estava na hora de uma reviravolta. E, quando finalmente acontece, é sire bond?? Sem contar que Stefan está cada vez mais insuportável e ele não merece Elena se ele não consegue aceitar o que ela é agora, uma vampira. A própria Caroline, que deveria estar desenvolvendo sua personagem maravilhosa lá pelas bandas dos híbridos, agora está metendo o bedelho no triângulo principal e sempre tomando partido de seu melhor amigo insuportável.
    E Jeremy, que mais uma vez vai dar problema pra todo mundo??? Aff!!
    A única coisa que ainda me mantém interessada é o triângulo amoroso entre Tyler, Caroline e Klaus (e, particularmente, torço por ForWood, mas também acho fofo Klaroline). Delena poderia me manter interessada, não fosse pelo fato de ser tudo uma ilusão, um sire bond...

    ResponderExcluir