segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

[Crítica] Suburgatory - 2x06: Friendship Fish

Quem quer um pedaço de amizade?

Review:
(Spoilers Abaixo)

Olá, moradores de Suburgatory. Como vocês já perceberam, estamos atrasados novamente. Mas acho que mereço um desconto, né? Porque sou lindo vida de seriador não é essas maravilhas que todo mundo pensa. Além de ter várias outras séries pra acompanhar, ainda temos que esperar a boa vontade desses legenders de lançar um episódio. E vocês sabem, pra evitar confusões, como já aconteceu algumas vezes, é melhor esperar a legenda oficial ser lançada. Infelizmente o destino continua trollando Suburgatory e ela sempre acaba sendo a ultima da minha lista a ser lançada corretamente. Então, espero que entendam.

Mas agora vamos ao que realmente interessa. O episódio dessa semana foi centrado em duas histórias. Na primeira, Lisa decide passar uma noite na casa de Tessa na tentativa de resgatarem a amizade, mas acaba transformando a festa do pijama num show de bizarrices. Além de colocar melancias na cabeça e posar pra um desenhista, ela queria que ambas comessem O Peixe da Amizade, que estava há um mês defumando dentro de seu armário apenas aguardando o momento em que selaria a amizade de duas pessoas. Por que pintar as unhas e falar de homens é pros fracos, né Lisa? Hahaha!

E já que dizer a verdade pra ela poderia gerar drama, Tessa optou por mentir pra tirá-la de sua casa. Ligou pra tia Sheila fingindo ser um inspetor de incêndio e revelou que Lisa tinha um defumador no quarto que poderia causar um incêndio. Só assim ela se viu livre para continuar namorando seu tablet, em mais uma história de amor melhor que Crepúsculo. Não se preocupe Tessa, eu te entendo. Também estou em um relacionamento sério com meu computador, e de vez em quando fazemos um ménage a trois com a minha cama. #MomentoSaliente

Essa história toda terminou com Tessa indo se redimir com a amiga após um pesadelo com o peixe bicentenário, e pedindo desculpas por ter escolhido uma máquina ao invés da melhor amiga. Deveria ter escolhido também não comer o peixe, né coração, porque aquilo era uma armadilha de Satanás pra te fazer parar no hospital. Pelo menos ela e Lisa agora estão numa boa, e sua avó – que lhe buscou no hospital – vai começar a cuidar melhor da querida netinha.

Também tivemos um plot pro George no episódio, envolvendo a mudança que ele sofreu depois que começou a morar em Chatswin. Ele recebeu a visita de alguns amigos de Nova York e logo foi julgado por ter se adaptado ao subúrbio. Mas quem ri por ultimo ri melhor, e quem ri melhor é super super duper. Então, com a ajuda de sua namorada esteticamente modificada, ele armou um plano para boicotar as propostas dos amigos pra reforma do centro de Artes Scarsdale, apresentando um projeto bem melhor que o deles.

Mas isso acabou terminando em pizza. Nem ele e nem seus ex amigos ficaram com o projeto, e eles não conseguiram resolver suas diferenças. Agora, quem liga pra isso? George já conseguiu provar que mesmo usando suéter sobre a camisa e sabendo fazer salgadinhos de forno ainda consegue ser um arquiteto bem melhor que os normaizinhos de Nova York. Então, ponto pro subúrbio mais uma vez. Mas da próxima vez, tente dividir o peixe da amizade com seus amigos, George. Aposto que essa amizade duraria pra sempre.

Apenas divando na arquitetura -.-







                                  
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário