sábado, 1 de dezembro de 2012

[Crítica] Emily Owens, M.D. - 1x04: Emily And... The Predator

Aprendendo a pensar e agir como a predadora.


Review:
(Spoilers Abaixo)

Pois é Emily, a vida nessa selva de macas, bisturis e seringas não é fácil. Para sobreviver, e ainda proteger seus amigos, você vai ter de incorporar a Cassandra e ser a maior bitch que o Denver Hospital já viu. Ok, empolguei com o título do episódio, mas é bem isso que resume a vida da Emily nesses dias.

Depois de levar um chute do amigo bonitão, ela resolveu agir, ou pelo menos tentar, como uma predadora e não como a caça e o resultado não foi dos piores. O objetivo maior de Emily foi manter Cassandra o mais longe possível de Will, e evitar que ela acabasse magoando o amigo. E claro que tinha muita dor de cotovelo por baixo de tudo. Mas, por hora, vamos acreditar que ela estava fazendo isso pelo bem estar do amigo.


Devo dizer que adorei o episódio e que não tenho raiva da Cassandra. Sabe aquela vilã que todo mundo ama, tipo a Chayene? Então, essa é a Cassandra. Para ficar de olho na mean bitch todo o episódio, Emily acabou entrando em um caso junto dela, fora os outros em que já estava metida, totalizando três. Agora imaginem Emily ter de ser virar entre uma indiana recém casada precisando de um transplante, uma irmã que serviu de barriga de aluguel para a outra e estava com problemas na gravidez e o caso da Dr. Bandari com a Cassandra. Nem o melhor caçador conseguiria dar conta de tanta caça.

Antes de tratar de qualquer outra coisa do episódio vou falar dos casos médicos. É incrível a quantidade de histórias e situações criadas. A menina indiana, por exemplo, a única pessoa apta a doar o rim para ela era o marido, mas ela não queria ter uma dívida eterna com o marido não tendo certeza dos sentimentos dela por ele. Foi bem cena de comédia romântica, no último minuto o marido salva a vida dela, começam a se conhecer melhor e se apaixonam. O eterno clichê, mas eu amo esses clichês.

Paralelo a esse caso ainda teve o caso de uma mulher que para recuperar o amor da irmã resolveu ser barriga de aluguel dela. Foi interessante, o eterno drama de irmãs que se amam, mas não conseguem se entender, a reconciliação foi linda.

Mas as melhores histórias do episódio ficaram por conta de Emily, Cassandra e Micah. É linda a confiança que o Micah tem na Emily, auxiliando-a na primeira cirurgia e deixando a Cassandra com a cara na poeira. Fiquei triste pela Cassandra nessa hora, é óbvio que ela só quer ser a melhor, mas infelizmente na primeira oportunidade acabou travando, diferente da Emily, que mandou muito bem na primeira cirurgia e está cada vez mais próxima do Micah.


Foi se aproveitando do sucesso da Emily que Cassandra mostrou que não é tão fácil superar a caçadora. No melhor estilo ninja bitch, ela amoleceu o coração da Emily e conseguiu passar à frente no caso da Dr. Bandari. Não fiquei com raiva dela, a Cassandra não passa de alguém que tenta provar que é boa, e para isso acaba sendo má e não tão honesta. Mas nada que prejudique alguém, são só maldades de uma menina de colegial mesmo.

No final de tudo, Emily foi dizer ao Will que pode sair com qualquer uma, menos a Cassandra, e o bonitão deu um fora nela. Não gostei disso, é melhor logo que o Will se acerte com a Cassandra, assim Emily fica livre para o Micah. Mal posso esperar pelas reviravoltas dessa história onde o caçador vira a caça, e a caça vira o caçador. Mas no fim todos vão pro abate.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário