quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

[Crítica] Dexter - 7x12: Surprise, Motherfucker! (Season Finale)

Just keep calm and kill LaGuerta.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Enfim chegamos ao grande final mais esperado dessa Fall Season. Foram muitas semanas ao lado de vocês, expondo minhas ideias, criando teorias malucas e com certeza, discordando um do outro, no caso de alguns leitores. Mas agora vamos ter que enfrentar mais um hiatus antes de finalmente embarcarmos na ultima temporada de Dexter. Portas já foram abertas, segredos vieram a tona e sangue inocente foi jorrado, formando assim mais uma Season Finale Épica pra série que já se tornou uma lenda. Porque no fim, a sobrevivência é sempre do mais forte.

Já começamos este episódio testemunhando o momento em que o Bay Harbor Bucher entrava pela primeira vez na Miami Metro Homicides sendo algemado. Essa cena conseguiu me deixar boquiaberto, mas eu sabia que tudo terminaria em pizza. Ainda tínhamos mais quarenta minutos de episódio pra trama desenrolar, então o embate entre Dexter e LaGuerta só foi uma amostra grátis do que estava por vir. Eles dois discutiram suas teorias perante todos os amigos de trabalho, e terminaram com LaGuerta sendo acusada de tentar incriminá-lo só pra limpar o nome do seu ex parceiro.

Não posso dizer que não fiquei feliz quando Dexter conseguiu se salvar, mas esperava bem mais desse confronto. Na verdade, estava esperando que LaGuerta pulasse encima dele e iniciasse um escândalo naquela delegacia, fosse despedida e no final, levasse sua obsessão até as ultimas consequências. Algo como sequestrar Deb pra atrair o Dex a algum lugar, matar o Bay Harbor Bucher com as próprias mãos, seria bem mais dramático que ter deixado suas cenas marcantes apenas pro começo e pro final. Porque o restante do episódio focou nas tramas secundárias, enquanto ela apenas insinuava que não tinha desistido de sua teoria.

Mas enfim, expectativas a parte, não posso negar que o episódio fez um ótimo trabalho com aquilo que propôs. Logo as insinuações da LaGuerta se tornaram uma grande ameaça a vida de Dexter e sua irmã, e ele precisou fazer uma grande escolha. Poderia seguir o conselho de Harry, a personificação de seu subconsciente, e simplesmente fugir pra bem longe com sua irmã. Ou poderia lidar do jeito que seu passageiro sombrio achava melhor: Eliminando a ameaça. Foi assim que ele decidiu que o melhor a se fazer era apresentar LaGuerta ao ceifador mais próximo da cidade. Porque além de ser sua stalker oficial, ela também era uma vadia sem coração, que destruiu a carreira de muita gente pra conseguir o que quer.

É aí que entra Hector Estrada, o mandante do assassinato de Laura Moser que havia fugido das mãos do Dex no episódio passado. Ele foi capturado e levado ao mesmo contêiner de antes, com o propósito de atrair LaGuerta e fazer parecer que um havia matado o outro. Como LaGuerta não tem um cérebro de lagarto, acabou caindo na armadilha, e levando uma agulhada naquele pescocinho corrupto que os fãs tanto queriam que quebrasse. Foi nesse momento que Deb apareceu, segurando uma arma, completamente transtornada, e tendo que enfrentar a escolha mais importante da sua vida. Atirar no Dex e matar um assassino, o atirar em LaGuerta e salvar a vida do irmão?

A partir daí não teve como segurar o coração. Ainda mais com uma interpretação assassina igual a da Jennifer Carpenter, que faz o telespectador sentir sua dor e ficar tão abalado quanto ela. No momento do disparo, temi que o pior tivesse acontecido, mas parece que seu amor por Dexter – seja como irmão ou conjugue – sempre vai estar acima de tudo. Ela atirou no peito da LaGuerta e depois correu para abraçá-la, tendo mais uma crise de choro, e partindo nosso coração mais uma vez. Uma sábia escolha, que ainda pode lhe custar muito na temporada que vem.

E foi assim que terminamos mais uma temporada dessa série maravilhosa. Dexter saindo ileso, LaGuerta morta, e Deb entrando de vez no mundo do irmão. Não faço ideia do rumo que a série vai tomar agora e o que vai ser do nosso serial killer preferido, mas, apesar de tudo, ainda acho que esta ultima temporada será de caçada ao Dexter. Ou de caçada aos Morgan, porque Deb acabou de matar uma Capitã pra salvar um serial killer, e já não é mais inocente. De qualquer forma, estarei aqui com vocês, eu e meu passageiro da luz, resenhando Dexter e todas as outras séries polêmicas da atualidade. Então, até ano que vem.

PS: Quanto a Hannah, só o que sabemos é que ela conseguiu fugir da cadeia e depois passou no apê do Dex pra deixar um presente. Espero que ela apareça no próximo ano, porque se ela consegue sambar até na cara de Debra Morgan, com certeza merece participar da ultima temporada de Dexter.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. a cada temporada que passa, torço cada vez menos pro Dexter, ele é nosso killer preferido, mas n deve se safar de todo o mau que ele causou.

    ResponderExcluir
  2. vanessa vasconcelos reznor19 de dezembro de 2012 22:23

    kralhooooooooooooo,que episódio foi esse? fiquei com muita pena da Debra,mas todos nós já sabiamos que ela iria poupar o Dexter e matar a Laguerta,ela ama demais o irmão em todos os sentidos da palavra ainda por cima. só de pensar que ficaremos um bom tempo sem Dexter me dá um aperto no coração,já não basta ficar sem the walking dead,é foda velho.

    ResponderExcluir