sábado, 15 de dezembro de 2012

[Crítica] American Horror Story - Asylum | 2x09: The Coat Hanger (Mid-Season Finale)

Inri Cristo ataca novamente.

Review:
(Spoilers Abaixo)

É, pessoal. Parece que nem as séries curtas conseguem escapar do hiatus. American Horror Story já está entrando em sua reta final, mas agora teremos que ficar um mês em abstinência por causa das festas de fim de ano. Sem Pepper, sem Lana Del Gay e Sem Dominique-Nique-Nique. Não vejo motivos para termos uma pausa a essa altura do campeonato, mas em contra partida, Asylum conseguiu se despedir de 2012 em grande estilo, apresentando um episódio bem elaborado e cheio de surpresas. Que de uma forma ou de outra, vão acabar nos levando a mais um encontro com o anjo da morte.

Logo no começo do episódio somos apresentados ao mais novo personagem da mitologia de Asylum: O filho de Bloody-Face, na pele do ator Dylan McDermott, o protagonista masculino da temporada passada. Ele estava tentando seguir os passos do pai para ser o Bloody-Face dessa geração, mas como não tinha as habilidades necessárias para tirar a pele de alguém da maneira que ele fazia, acabou não obtendo sucesso. Sua primeira tentativa foi com Teresa, a recém casada que apareceu há alguns episódios e foi levada por um novo Bloody-Face. Finalmente o mistério foi desvendado e agora sabemos quem estava por trás da morte dos três impostores que tentavam imitar o lendário assassino. E para entendermos melhor como é possível Thredson ter gerado o anticristo, tivemos que voltar a 1964, época em que Lana Winters estava recebendo a notícia de que esperava um bebê.

Não achei necessário haver outro plot envolvendo maternidade, uma vez que esse foi um dos temas mais explorados da temporada passada, mas acabei gostando da série ter seguido esse caminho. Foi um ótimo complemento para a história de Lana não ficar cansativa, e também, para explicar os eventos do presente, que ainda estavam todos muito confusos. O único problema é ver nossa Lana Banana sofrendo com os maiores tipos de atrocidades enquanto os vilões só conseguem se exaltar.

Essa semana, por exemplo, ela e Kit resolveram fazer com que Thredson confessasse seus crimes para que enfim pudessem matá-lo, mas a nova badass do Asilo Briarcliff e dona de um rubi defecado nunca deixaria isso acontecer. Após gravarem uma linda confissão do Bloody-Face e Kit esconder a fita num local de fácil acesso, Sister Mary Eunice libertou Thredson do seu cativeiro, e se certificou de tirar todas as armas de Lana para que não pudesse tirar seu bebê. Porque o diabo sempre sabe de tudo, mas ele também curte dar uma de onipotente, ta? E nesse quesito, ele está muito bem sucedido, obrigado.

Outra que comeu o pão que o diabo amassou nas mãos do demônio gay foi a Sister Jude, mas essa todos sabem que merece tudo o que lhe acontecer. Se não fosse por causa de sua doutrina sádica e criminosa, Lana não estaria ali, grávida de um serial killer e trancafiada no único lugar onde não merece estar. Por isso, Sister Mary Eunice resolveu lhe dar o castigo perfeito. Ela armou para fazer todo mundo pensar que Jude havia matado Frank e estava desequilibrada, só para trancafiá-la em Briarcliff. E agora Jude está a mercê de todos os loucos que tanto adorou maltratar, e prestes a provar do próprio veneno.

Não existe castigo mais perfeito que esse, não é? Eu vibrei quando ela apareceu no solão e deu de cara com a Lana Banana. Achei que Lana soltaria uma gargalhada diabólica igual a Paola Bracho, mas fazer o que? Ela ainda estava transtornada pelo que a Sister Mary Eunice havia feito e por estar com o anticristo no ventre, não podia se dar ao luxo de sorrir. Com Thredson livre, Jude com certeza é o menor de seus problemas.

Em paralelo a isso, tivemos Kit fazendo parceria com o Doutor Arthur em busca de contatos com os extraterrestres que levaram o corpo de Grace. Como eu disse na Review passada, eles estão interessados no Kit, e está levando as mulheres que ele engravidou para estudá-las em seu planeta. Mas Arthur quer muito mais que o conhecimento sobre a existência desses seres. Ele quer contato, quer explorá-los, saber o que pretendem e porque escolheram Kit dentre vários outros humanos. Para isso ele convenceu o garoto a deixá-lo provocar sua morte, pois se sua teoria estivesse certa, os alienígenas apareceriam novamente para impedir que sua valiosa cobaia morresse.

Embora a trama tenha ganhado um desfecho interessante, ela não evoluiu em nada, e acabamos voltando de novo a estaca zero. Apenas vimos Grace grávida, Pepper cuidando dela, e Kit... Bom, ninguém sabe se realmente morreu, mas espero que Arthur consiga fazer a ressurreição a tempo. Acho que já está na hora de termos algumas respostas sólidas a respeito dos alienígenas e o que eles pretendem. Mas enquanto elas não chegam, vamos nos contentar com as inúmeras teorias que rolam pela internet. Como aquela em que o sêmen de Kit é a chave para curar uma terrível doença alienígena. Esse povo consegue viajar mais que o próprio Ryan, hahaha!

PS: O papai noel do mal também continuou fazendo das suas. Logo após ser batizado pelo espírito santo, ele afogou o padre na água sagrada e o pregou na cruz, exatamente como Jesus Cristo. Espero que este seja o fim do Monsenhor, porque vou te contar um negócio pra tu, ô personagem chato. 

Promo 2x10 "The Name Game" Legendado
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Foi a Sister Eunice q deixou o Thredson escapar mesmo? Não ficou claro pra mim. Ah, bem lembrado, na temporada passada também tínhamos uma grávida,e eu nem relacionei quando a Lana disse q tava esperando um filho, essa temporada tá com uma abordagem super diferente. E as suas reviews tão muito boas, viu? Rio mt com esses trocadilhos.

    PS: A Jude não tinha matado o papel noel do mal no episódio anterior com uma faca? Vish, q nem quando ela atropelou a menina, mas ela sobreviveu. A Jude precisa pedir conselhos ao Thredson urgentemente, pq as tentativas de assassinato dela sempre falham - mesmo as que são sem querer.

    ResponderExcluir
  2. Achei a historia da gravidez meio forçada! Pra mim a historia que se passa no presente nem existiria!

    ResponderExcluir
  3. É pela promo o Monsenhor esta vivo ainda, e a Jude ainda vai comer o pão que o diabo amassou em varias refeições. Gostei muito do desfecho da história do presente. Acho que um dos segredos do sucesso de AHS é o elenco, nunca vi um elenco tão talentoso em uma única serie.
    Muito boa sua review ta de parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Comecei a assistir a série recentemente e tenho certeza que não poderia escolher outra melhor: atuações, roteiro, tudo perfeito. E suas reviews estão de parabéns!

    ResponderExcluir