domingo, 25 de novembro de 2012

[Crítica] Glee - 4x07: Dynamic Duets

Quem precisa dos Vingadores quando se tem o Glee Club, né?! 

Review:
(Spoilers Abaixo)

Essa semana a série veio mostrar que uma vez Glee sempre Glee, tive a sensação o roteiro desse episódio era pra ter acontecido na segunda temporada. Me falem se esse episódio não foi a cara daquela temporada? Foi de uma vergonha alheia surpreendente, não estou falando que foi ruim, mas que foi no minimo engraçado, isso foi. Sem falar que trouxe aquela velha mania que Titia tem de esquecer de dar continuidade as tramas e aos personagens. Primeiro, aonde Wade foi parar? Admito que só percebi que ele tinha sumido em Some Nights, mas de qualquer jeito, o personagem sumiu do nada. Não custava nada alguém comentar porque ele não estava ali. Acho isso uma tentativa dos roteiristas de nos enganar, e claro, falham miseravelmente. 


Outra incoerência é que, a não ser eu esteja desenvolvendo Alzheimer, temporada passada Sebastian disse que era veterano e que era o último ano dele nos Warbles. Eis que ele repetiu de ano (?) e está de volta aos Warbles como subalterno. Já que agora um ser (posso dizer que achei ele estranho com toda a atitude bad ass fajuta?) que se diz hétero - aham, sei -  assumiu a "capitania" dos Warbles. Posso ser sincero? Não compro eles como vilões, sinto falta do Vocal Adrenaline como os grandes inimigos dos New Directions. E pra que roubar o troféu? Eles acharam mesmo que Blaine ia se entregar por aquilo? Sejamos mais criativos, por favor.

E o que dizer de um episódio que trás enfoque no Blaine? Como se o personagem já não cantasse em média 2 músicas por episódio, ainda temos que aguentar o drama dele? Acho desnecessário, e quando a gente pensa que ele vai mandar os Warbles irem pra aquele lugar - pfvr, blog familiar - ele vai e fica em dúvida. Já está parecendo o Will que todo ano tem o arco de episódios em que ele vai deixar o clube do coral, agora todo ano vai ter o arco de episódios em que Blaine vai pensar sobre deixar o New Directions. E como assim Blaine + Warbles e não rolou Katy Perry? Ainda estou em choque.

E quem faz Blaine mudar de ideia? Acertou quem disse o Sam, o novo melhor amigo de todo mundo, é incrível com agora o personagem faz ponta em todo plot melo-dramático da série pra ajudar tudo e todos. E enquanto isso ele não tem uma história própria, já posso shippar ele com Tina? O casal samambaia? O problema, como eu já falei, é que a série está com muita gente. Pior que ônibus lotado. O jeito é sermos dramáticos e apelarmos pra mortes, já imaginaram Titia Ryan fazendo cospaly de George R.R. Martin?! 



Ri demais do Finn, como senão bastasse está fazendo um trabalho melhor que o Mr.SchueShine, ainda foi na casa dele, arrombou e roubou as roupas do personagem. Se a Emma engravidar vou querer teste de DNA, porque o Finn ficou tão parecido com o Will que até ela deve ter se confundindo. #Denúncia

Agora vamos falar dos novatos: Hell Kitty e Marley, Ryder (tendo que me segurar pra não escrever Blake) e Jake. Achei bacana a ideia do Finn de colocar eles juntos pra acabar com as diferenças. Mesmo que por um lado o plano está dando certo e do outro é tudo na base da falsidade.

Ryder e Jake podem estar no começo de um grande amizade e gostei de ver que mesmo reciclando alguns plots , a série está trazendo temas novos como dislexia, o Ryder está caindo na graça de todo mundo com essa sua dislexia. Fazer o quê? Até eu fiquei com dó do personagem. E Finn fez um excelente trabalho, ele está sendo pro Ryder, o que o Mr.Schue foi pra ele. Agora não me peçam pra entender o drama do Jake, ele é da minha cor e eu nunca sofri nenhuma espécie de bullying por ser meio branco, meio negro. Mas enfim, vai que nos Estados Unidos é comum a pessoa não ser aceita por ser "Parda", quem sabe?

Já Kitty e Marley estão em uma relação de amor e ódio, me lembrando muito - o casal mais shippado de todos - Faberry. Marley a cada episódio que passa desenvolve mais e mais a bulimia. E graças a Kitty, essa garota já é considerada a melhor vilã que já passou pela série, como assim desenvolver um transtorno alimentar em uma pessoa?! Crueldade define. As caras e bocas da personagem são ótimas. E aquela revirada de olho no meio da última apresentação? Amei demais.

Pra fechar, outro ponto que tenho que destacar é como a apresentação de Some Nights me lembrou da primeira apresentação de Don't Stop Believin da primeira geração. Vocês também acharam semelhante ou foi só eu?


So this is it? I sold my soul for this?
Washed my hands of that for this?
I miss my mom and dad for this?


Strangers waiting
Up and down the boulevard
Their shadows searching in the night
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
9 Comentários

Comentário(s)

9 comentários:

  1. Ok, eu amei o episódio, foi engraçado, Blaine foi sim entediante e o solo dele foi a única apresentação que não gostei, sobre o Wade/Unique desaparecer, já estou acostumado com isso em Glee. E também só fui perceber que Lea Michele e Kurt não apareceram no final, não fizeram falta... eu amo Rachel e ela faz muita falta... mas nesse episódio, a coisa passou que eu nem percebi.

    ResponderExcluir
  2. Não me importo com Rachel e Kurt, mas já chega de Blaine, quero ver mas de Tina, Sam, Brit, Sugar e Unique [que fez falta sim], tipo todos tem seu momento e eu acho que a coisa tem que ser melhor distribuida pois esses que eu citei quase não tem chance.

    ResponderExcluir
  3. Só me toquei que Wade/Unique não estava no episódio quando li aqui. '-' Eu hein, figuração tem limite.

    ResponderExcluir
  4. Também lembrei muito da apresentação de "Don't Stop Believin", com a última apresentação... pra mim ali mostrou que os novos personagens entraram de vez na série, gostei de como colocaram o drama do Ryder, vi alguns episódios de "The Glee Project", e acho que acertaram na escolha do personagem, a Kitty esta se saindo realmente uma grande vilã... e realmente tbm só senti falta de Wade/Unique qdo li aqui, rsrs, enfim episódio bem divertido, e senti falta da Rachel e Kurt...

    ResponderExcluir
  5. Na verdade o Sam também tem dislexia!!! só que quando ele contou a coisa mais sensível que disseram pra ele foi "quantas bolas você consegue colocar na boca??" kasosakoaskoasksaokasosako Isso é Glee!!

    ResponderExcluir
  6. adorei a historia do ryder.
    agora marley deveria ser uma garota mais inteligente e não acreditar na kitty.

    ResponderExcluir
  7. finn tá melhor que mr shue
    sam to adorado ele
    kitt irritante mais é uma vilâ de verdade
    jake tem personalidade gosto dele
    blaine um amor
    britany encantadora como sempre
    tina mais confiante
    ryder amei, super gato
    blaine encantador

    ResponderExcluir
  8. marley deve escolher o ryder para ser seu novo namorado.

    ResponderExcluir
  9. Glee precisa melhorar muito o roteiro pra que a serie seja merecedora de um 5 temporada....

    ResponderExcluir