segunda-feira, 26 de novembro de 2012

[Crítica] Arrow - 1x06: Legacies


Todos temos um legado.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Arrow já se mostrou um sucesso absoluto da CW. Só não consegue bater a demo de The Vampire Diaries, que continua sendo o maior sucesso da emissora. Particularmente, eu gosto da CW, até porque, assisto a maioria de suas séries, por isso torço que o seu padrão de audiência aumente. Nos últimos anos ela vem conseguido se superar com The Vampire Diaries e parece que ela acabou de encontrar outro hit. E o potencial de Arrow é tão notável, que conseguiu elevar a audiência de Supernatural, que se passa no mesmo dia (e temos que reconhecer os que Winchesters passaram por números ruins temporada passada). Quisera eu que Nikita estivesse em seu lugar, para ter o sucesso merecido.

Enfim, voltando o foco para o episódio desta semana, Oliver teve que pensar fora da caixa (ou seria do caderno de nomes do seu pai?). Às vezes, quando uma postura de herói é assumida, as responsabilidades são um peso. E agora que o Oliver parece ter ganhado não só um parceiro, mas também uma consciência. Uma espécie de grilo falante, que também responde pelo nome de Diggle. Neste episódio, ele abriu a mente do Oliver, que estava tão centrada em sua meta, que não considerava outros problemas que a sua cidade estava enfrentando. Temos que considerar bastante hipócrita isso, mas ninguém é perfeito.

O importante é que Oliver foi convencido a ajudar na base do drama familiar, providenciado pelo Diggle. E a surpresa foi ver que, apesar de não estar caçando um nome de um livro, a história da semana não poderia estar mais conectada com os erros do pai do Oliver no passado, dando a ele a oportunidade de fazer o certo. Esse é um dos motivos do episódio ganhar o título de "Legado". Está se referindo tanto ao péssimo legado deixado pelo seu pai, onde ele tentará consertar os erros da geração passada, como também o seu próprio legado, o bem que ele está fazendo ela cidade, limpando as ruas.

Não tivemos o meu casal favorito neste episódio, mas tivemos bastante interação entre a Laurel e o melhor amigo do Oliver, Tommy. Sinceramente, não consigo confiar no personagem. Por mais que ele pareça sincero e estava mesmo disposto admitir seus atos para o Oliver, algo nele não soa original. Acho que ele tem grandes chances de se tornar um vilão. Uma espécie de Lex Luthor 2.0. Mas não acontecerá tão cedo, então nos prendemos no que vimos esta semana. Ele parece mesmo determinado a ganhar o coração da Laurel, mas todos sabemos que ele já tem dono. Então é meio inútil e irritante vê-lo tentar.

Mas recebemos uma luz neste episódio. Algo que eu definitivamente não estava esperando. Thea é apaixonada pelo Tommy? Como assim? Eu também considerava a relação dos dois como se eles fossem irmãos. Pelo visto, isso assustou o Tommy também. Mas, tirando toda a parte bizarra desta ideia, eu até que gostei. Eles são fofos juntos e eu já cansei de dizer nas minhas críticas que essa garota necessita de um plot interessante, porque ela só sabe ser mal educada e beber até ficar louca nas diversas festas que tem em, basicamente, todos os episódios. Acho que esse romance é algo positivo, que pode abalar com as estruturas dessa garota. Além do mais, eles são fotos juntos.

E o que foram aquelas cenas dos flashbacks? O pai do Oliver apareceu para ele em uma ilusão? Sinceramente, eu desconfio que o velho ainda esteja vivo. Eu sei que parece impossível, mas ninguém desconfiava que todo "o povo de Lost" estava na ilha, mas eles estavam e até já torturaram o protagonista. Acho que tudo pode acontecer. Também gostaria de destacar o momento Mãe & Filho no final do episódio, que também foi fofo de assistir. Ela começou a série como se fosse a bitch da história, mas agora está sendo humanizada, apesar de sabermos que ela tem um pé no crime. Mas estou passando a gostar da personagem, o que é um bom sinal.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
3 Comentários

Comentário(s)

3 comentários:

  1. Só digo uma coisa... você demorou.

    ResponderExcluir
  2. "que conseguiu elevar a audiência de Supernatural, que se passa no mesmo dia (e temos que reconhecer os que Winchesters passaram por números ruins temporada passada)" A série era exibida de sexta-feira, e tinha uma ÓTIMA audiência por ser uma sexta-feira, apesar de ser considerada baixa.

    ResponderExcluir
  3. A última temporada de Supernatural se resumiu a 0.6-7-8 na demo. E como a diferença de números é pequena na CW, a audiência da temporada passada é claramente inferior a esta, que vem marcando acima de 1.0. Obrigado.

    ResponderExcluir