terça-feira, 27 de novembro de 2012

[Crítica] 666 Park Avenue - 1x08: What Ever Happened to Baby Jane?


Enquanto uns descem, outros sobem.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Semana passada não tivemos episódio inédito de 666 Park Avenue por causa da exibição do American Music Awards 2012. Mas, mesmo sem dar as caras nas telinhas, foi uma semana conturbada para a série. Como eu já havia adiantado nas minhas críticas, a audiência vinha caindo a cada semana e a ABC optou por cancelá-la de vez. Eu fiquei muito triste, porque ficaríamos com diversas perguntas sem respostas, mas recentemente os produtores disseram que a série terá um final programado, porque a série foi cancelada a tempo deles poderem reescrever os últimos episódios. Estou muito aliviado com essa notícia, porque o cancelamento já era um fato, então pelo menos agora teremos a chance de assistir a um final digno.

O título do episódio desta semana remete um clássico do suspense, de mesmo nome, do começo da década de 60. No Brasil, recebeu o nome de "O Que Aconteceu com Baby Jane?". Curiosamente, um trecho deste filme foi exibido durante A Casa de Cera, na cena onde a protagonista se esconde dentro do cinema. Achei um detalhe interessante e que tem tudo a ver com o episódio, já que a Jane desapareceu depois de ter descido a escada que foi revelada por uma passagem secreta no mosaico. Jane realmente ficou desaparecida por um tempo, mas a própria promo deste episódio revelava que o seu sumiço não iria muito longe. Até porque, Jane é um dos principais elementos da série. Sem ela, a série teria apenas metade do potencial, se tornando um 333 Park Avenue.

Brincadeiras a parte, o episódio desta semana nos respondeu poucas coisas. Em compensação, nos jogou diversos fatos novos, sem qualquer explicação. Espero que os próximos episódios sejam reveladores, porque estamos no oitavo episódio e seria ótimo que nos dessem algumas respostas. A única parte esclarecedora da trama, foi as motivações da Alexis, a quenga que vem atormentando o relacionamento do Brian. Não foi nenhuma surpresa ver que ela estava prestando serviços ao Gavin, mas até que foi interessante saber que ela não é uma bitch, na verdade. Não estou dizendo que ela é um bom ser humano, mas pelo menos sente o peso dos seus atos na consciência.

E parece que a Alexis vai mesmo conseguir o que quer. Depois de armar um joguinho sujo, indo até a casa do Brian e falando sobre um caso que ela está tendo com a mulher dele, Louise, as coisas ficaram mesmo tensas. No começo o Brian agiu como qualquer outro, não comprando as palavras da loira biscate, que insiste em dizer que eles têm um destino juntos. Mas depois que o bloqueio criativo bateu a sua porta, assim como a falta de tinta e os lápis quebrados, ele não teve outra escolha a não ser correr atrás da diaba vagaba. Vendo por esse ângulo, não parece tão absurdo. Essa influência demoníaca sobre a sua escrita pode ser confundida por um desejo verdadeiro por ela. As palavras têm grande poder e a Alexis usou as dela muito bem.

Enquanto isso, Jane, que estava desaparecida, foi encontrada vagando pela Times Square (what?). Sem conseguir se lembrar o que aconteceu desde que desceu as escadas, ela foi mantida no hospital para observação. A questão é que todos estavam achando a garota maluca. E as opiniões se fortaleceram quando ela teve um verdadeiro ataque na hora de tirar a pressão. Mas algo muito ruim e traumático aconteceu com ela. Algo que ainda não sabemos. Vale destacar que o policial conseguiu ajuda para a Jane e a tirou de lá. Neste episódio foi bem claro um clima entre eles dois, pelo menos por parte do policial. Acho que a Jane estava abalada demais para pensar sobre isso. Porém, Henry viu os dois conversando e percebeu algo.

Já no núcleo demoníaco da série, o torturado Shaw ainda conseguiu tempo para jogar com a cabeça do Gavin, revelando que a sua filha tinha se matado, na verdade. Transtornado, ele tirou satisfações com a sua mulher, que contornou a situação muito bem. Mas o erro de Olivia viria logo a seguir, confiando nas palavras desesperados de um homem perto de receber a execução. Acredito que ele falaria qualquer coisa para sair daquela situação e a Olivia deveria ter previsto isso. Entendo que a hipótese de sua filha parece irresistível, mas os riscos são altos demais. Ainda mais quando o Gavin finalmente conseguiu a sua caixa novamente.

PS. Acredite que haja uma chance da filha da Olivia estar viva realmente. E que Shaw usará a Olivia como moeda de troca para colocar as mãos na caixa novamente.

PS². O que será que acontecerá com a Jane dentro daquele apartamento? Será que descobriremos pelo que ela passou. Nona perguntou se ela estava pronta para isso, então devemos esperar algo aterrador.

PS³. Adorei a cena do Gavin na igreja. Simplesmente épica, assim como a sua rápida conversa com o padre.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Vc percebeu que na Times Square tinha uma propaganda gigante de Once Upon a Time? A ABC tinha que colocar alguma propaganda né...

    ResponderExcluir
  2. Tambem gostei da cena na igreja, a pia de agua benta tremendo com a passagem de Gavin foi demais!

    ResponderExcluir