domingo, 21 de outubro de 2012

[Especial] Avenida Brasil - A Novela Bilionária


Nesta Sexta, 19 de Outubro, o Brasil inteiro congelou. Foi ao ar o ultimo capítulo da novela mais gostosa dos últimos tempos, Avenida Brasil, atingindo 50.9 pontos de audiência e deixando uma nação inteira em depressão coletiva. E agora, o que vamos postar no Facebook? O que faremos das nove às dez e meia? Existe vida após oi oi oi? Bom, a novela já foi imortalizada no Brasil inteiro e nas redes sociais, mas eu, como bom e fiel seguidor de Carminha, me senti na obrigação de imortalizá-la aqui também, no Meu Mundo Alternativo. Prontos para dar o ultimo Adeus? É, nem eu.

• Fenômeno


Apesar de ter terminado no auge, Avenida Brasil nem sempre foi um tremendo sucesso. A novela chegou a registrar 36.9 pontos de audiência nos primeiros 56 capítulos, quase o mesmo que sua antecessora, Fina Estampa, considerada uma novela com um nível de audiência abaixo da média. Porém, a partir do que a trama foi evoluindo, a novela só cresceu, e acabou rendendo nada mais, nada menos que R$1 BILHÃO de reais pra TV Globo. Considerando que uma série/telenovela de 180 capítulos custa em média R$180,000,00 pra ser produzida, a teledramaturgia se tornou um dos negócios mais lucrativos no país. E adivinhem? Isso é tudo culpa da Rita.

O único motivo para que as novelas ainda não consigam ir mais longe é o preconceito. Geralmente as produções do Brasil são subestimadas, e com muita razão, pois dinheiro não falta para que produções do mesmo nível das Americanas sejam feitas. Mas, o Brasil faz questão de se limitar em suas obras, e acaba perdendo muitos créditos com aqueles que sempre vão optar por algo que fuja mais do padrão.  Pra se ter uma ideia, um filme de terror bem feito por aqui ainda é uma lenda, quando seria fácil superar os slashers Americanos apenas com um pouco mais de foco.

No caso de Avenida Brasil, houve uma quebra de estereótipos. Geralmente as novelas da Globo são voltadas pro povão, abordando temas como pobreza e romances proibidos, justamente para que a maioria da população de um país de 3º Mundo se identifique com a novela, e veja coisas que acontecem no seu dia-a-dia. Mas, e quando uma trama qualquer sobre moradores do subúrbio se transforma numa das trajetórias de vingança mais emocionantes dos últimos tempos? Eu paguei pra ver, e agora o oi oi oi não quer mais sair da minha cabeça.

• Enredo

Quando pequena, Rita (Mel Maia) foi jogada num lixão do Rio de Janeiro pela madrasta Carminha e seu amante Max (Adriana Esteves e Marcelo Novaes) após um golpe dos dois que resultou na morte de seu pai Genésio (Tony Ramos). Enquanto ela era adotada por uma família Argentina e ganhava a chance de recomeçar sua vida fora do lixão, a megera estava casando com Jorge Tufão (Murilo Benício), um jogador bem sucedido do Flamengo que carrega a culpa de ter atropelado Genésio sem querer e caiu em sua armadilha.

Anos depois, após Carminha ter construído um império ao lado do amante, Rita decide voltar ao Brasil para finalmente dar um fim naquela história.  Atendendo pelo nome de Nina (Débora Falabella), ela se infiltra na mansão como cozinheira pra vigiar Carminha de perto, e salvar toda a família de Tufão antes que ela e Max façam com eles a mesma coisa que fizeram com seu pai. O único problema é que o garoto por quem se apaixonara no lixão foi adotado por Carminha, e essa paixão pode estragar seus planos de vingança.

No começo, a novela foi bastante comparada com a série Revenge, do canal americano ABC Family. Além do enredo ser parecido, ainda foi criado uma promo idêntica a da série, que logo começou a dividir os fãs.

Pra ser honesto, Revenge começou pegando fogo enquanto Avenida Brasil não saia da mesmice, até que as duas inverteram os papeis, e Avenida Brasil conseguiu sobressair-se. Mas enquanto uma já encontrou seu fim, a outra ainda dá frutos, e promete virar o jogo novamente. Eu particularmente sempre preferi Avenida Brasil, e isso, é óbvio, não quer dizer que Revenge também não faz um ótimo trabalho.

• Porque Amamos 


Porque Avenida Brasil nos deu exatamente o que queríamos: Uma história complexa e ao mesmo tempo divertida sobre uma vingança ambientada no nosso país, que conseguiu superar várias outras produções Americanas com o mesmo tema.

Enquanto muitos ainda prezam a “vingança fina”, onde tudo acontece por debaixo dos panos com frases tão elegantes quanto humilhantes, Avenida Brasil nos presenteava com um barraco todos os dias, e não poupava puxão de cabelo, tapa na cara e linguagem chula. Isso deixou a trama mais gostosa de assistir, por sempre haver uma disputa e um acerto de contas cara a cara ao invés de um sorrisinho falso.

Também amamos por ter nos apresentado a melhor vilã de todos os tempos, na pele da talentosa e gostosa bagarai, Adriana Esteves. Ela não atuou, simplesmente HUMILHOU toda e qualquer aspirante a atriz que já tenha dado uma volta na carroça do antagonismo da rede globo.

Histérica, Convencida, Mal Humorada, E Exagerada no limite, Carmem Lúcia tocou o terror na vida dos suburbanos e acabou ganhando a novela só pra ela. Tratava os empregados como lixo, humilhava a filhinha gorda, fazia questão de transar com o amante na cama do maridinho corno e saia na porrada com todo e qualquer ser humano que ousasse criticar sua pessoa. Seu hobbie favorito era dar showzinhos públicos só pra todo mundo ver o quão poderosa ela era por estar casada com Jorge Tufão.

E como toda e qualquer vilã que se preze, Carminha nos fez soltar várias risadas com seus bordões engraçadíssimos, e seu jeitinho histérico de ser.

“Só o que me faltava, eu morrer e ainda aparecer na capa dos jornais com esse boné horroroso”
– Carminha enquanto descia o morro disfarçada pra fugir dos sequestradores.

“Ta na praia?”
– Carminha para Zezé quando percebe que a empregada está relaxada no chão do quarto.

“Vai pro diabo que te carregue”
– Carminha se despedindo da Rita fake na rodoviária.

“Ela que vá fritar ovo na labareda do inferno”
– Carminha falando mal de Nina para Zezé.

“Você não viu naaaaaaada meu amoooooooor!
– Carminha antes de quebrar o salão de Monalisa.

Esses foram alguns dos momentos memoráveis da vilã, mas é claro, tem MUITO mais. Vocês podem assistir a maioria deles nesse Remix Ungido aqui embaixo, que por acaso, foi o que me fez começar a assistir a novela na metade do segundo tempo.


• Personagens 


Como dediquei todo meu amor a Carminha ali encima, nada mais justo que falar também dos outros personagens, que também fizeram história. Como por exemplo, nossa justiceira. Acho que Nina foi o papel mais complexo que Débora Falabella já fez desde Mel, em O Clone. Ele exigiu demais da atriz, uma vez que manter a pose de vingadora, enfrentar uma vilã feito Carminha e ainda conquistar o público requer mesmo bastante talento. Por isso não vejo ninguém melhor pra interpretar a personagem. Mesmo que tivesse feito besteira no decorrer da novela, como deixar Carminha virar um jogo já ganho, eu simplesmente amo essa mulher. Acho que o Brasil inteiro também ama e torceu pra ela dar uma lição na megera do jeito que ela merecia.

Cauã Reymond interpretou o par romântico de Nina, Jorginho, um dos personagens mais estúpidos da novela inteira. Era um suburbano do tipo cabeça esquentada, que por qualquer coisinha queria bater, gritar e sair quebrando tudo como se sentar pra conversar fosse refinado demais pra ele. Isso sem falar que ele passou o que, metade da novela beirando a mediocridade e mais perdido que cego em tiroteio? Quem são meus pais biológicos? Minha namorada é uma delinquente e lésbica masculina? Minha mãe não presta? Quem eu sou? Avá Jorginho, se não fosse sua história de amor no lixão a Nina provavelmente só teria aproveitado esse seu tanquinho pra te fazer de objeto sexual.


Acho que o restante da família Topeira Tufão também seguiu o exemplo do garoto. Muricy, a matriarca, foi uma cobra insuportável até mesmo quando descobriu que a norinha que tanto defendia era uma biscate. Sinceramente, um dos maiores erros da novela foi ter terminado sem que alguém desse uma surra nessa mulher. Assim mesmo a filha. Ivana, a irmã de Tufão, conseguia fazer a gente ter pena do seu marido Max até quando sabíamos que ele enganava toda a família. Aquela voz de bebê, aquele jeito infantil, estava mesmo pedindo pra ser enganada né gente? Mas convenhamos, ser insuportável não é motivo pra comer o pão que o diabo amassou como aconteceu com ela na reta final da novela e por isso, ela ganhou um final feliz ao lado de um personagem que também foi chutado, hahaha.

Também temos Ágata, a irmã mais nova de Jorginho. Tadinha, penava nas mãos da mãe só porque estava acima do peso. Essas foram as partes mais revoltantes da novela, quando Carminha passou dos limites e humilhou uma criança, sua filha, apenas porque não tinha um corpinho de modelo como todas as outras crianças.  O pior era ver a garotinha o tempo todo querendo a aprovação da mãe, comendo pelas bordas, sentindo-se feia demais até pra própria mãe amar. Bom, Carminha não tinha mesmo escrúpulos, era só isso que podíamos esperar dela. Ainda temos Leleco, o pai de Tufão que acha que tem 18 anos, mas a única coisa em que ele se destacou foi no caso que teve com Muricy enquanto namorava uma mulher mais nova depois que o casamento terminou. Sabe? Nada de mais. Era só um complemento pra família mesmo.


Quanto aos outros núcleos, a novela também conseguiu se sair muito bem. Acho que o mais importante depois do principal foi o protagonizado por Alexandre Borges, onde seu personagem tinha três famílias e mentia para todos durante anos. O desenvolvimento da trama não foi muito bom, mas depois que as três mulheres chegaram num acordo para dividi-lo e ele foi a falência, não teve como não gostar. Foi uma história bem legal de se ver, e terminou do jeito que imaginávamos: Ele e as três mulheres, sendo felizes para sempre numa casinha do subúrbio. Destaque especial pra Camila Morgado, que na minha opinião, foi a melhor mulher das três.


Outro destaque foi Suelen, a Miss Piriguete 2012, ou, como o bairro inteiro gostava de chamar, Ariranha. Suelen era o tipo de personagem que armava pra se dar bem, e só conseguiu ganhar mesmo o público quando foi salva de bandidos perigosos e engatou romance com Roniquito, o garoto mais próximo de homossexual que a novela teve. E juntos de Leandro, o amigo sofredor por quem Roni obviamente era apaixonado, eles formaram um trio ternura. Eles podem ter terminado como um casal de três, onde os dois garotos se davam bem nas costas da única mulher. Mas a verdade é que isso só foi pra esconder o real significado de tudo aquilo. A relação deles era aberta, e tanto os dois poderiam pegar Suelen ao mesmo tempo quanto poderiam se pegar amigavelmente. Infelizmente tiveram que mostrar outra visão, porque o Brasil ainda não está preparado pros homossexuais.

Sei que a novela teve outros personagens bem legais, como o Adauto, a Olenka, o Darkson e etc. Mas eu só comentei o que tiveram mais destaque de forma resumida, porque em sete meses é muita coisa pra contar e ninguém pode ficar lendo este artigo pra sempre.

Agora, vamos dedicar um momento especial para ela, a diva da novela, o xodó dos brasileiros, a empregada mais sexy que o Brasil já conheceu. Zezé, a indomada. Zezé, a invejada. Zezé, a mulher sedutora nunca igualada. Um dos maiores motivos pelos quais a gente vai sentir falta de Avenida Brasil.

Zezé é simplesmente a melhor empregada de todos os tempos. Ela era uma moradora de favela negra e gorda – como boa parte das melhores divas do planeta – que aparecia só pra que o clima dentro daquela mansão recebesse uma pitada de humor. Era o tipo de empregada enxerida, que ouvia a conversa dos patrões e depois clamava o nome de algum santo porque o babado era sempre fortíssimo. Sem falar que barraco era com ela mesmo, principalmente se fosse pra alfinetar Nina, sua companheira de cozinha de quem sentia inveja.

Ela era o braço direito de Carminha, e como todo ser humano que fica do lado da vilã, recebia esporro todo santo dia. A melhor cena delas duas foi quando Carminha usou Zezé como escadinha pra pular o muro da mansão e fugir, hahaha. Super impagável! Foi a melhor parceria da novela.

Ainda temos a cena ÉPICA em que Zezé faz faxina enquanto canta seu hit “Eu quero ver tu me chamar de amendoim”. Fez mais sucesso que Lady Gaga, Rihanna e One Direction! Tem como não amar? Se você ainda não viu, é só dar play aí embaixo. E se já viu, dê play mesmo assim, porque isso vale a pena ver de novo pelo menos umas 100 vezes.


• Melhores Momentos
Se eu pudesse narrava a novela inteira aqui, eu juro. Mas como não posso, fiz uma ungida seleção de melhores momentos pra encerrar este artigo de forma animada.

- Briga Épica entre Carminha e Monalisa.
Carminha arma um escândalo no salão de Monalisa após descobrir que ela teve um caso com Tufão, e acaba levando uma SURRA. Tudo isso enquanto Suelen vibra na plateia, hahaha!. Simplesmente épico! OBS: Se você está interessado(a) em ver apenas a parte do fight, pule pro minuto 5:28

- Me serve vadia! Me serve!
Depois de quase ter sido enterrada viva, Nina usa as fotos que tirou de Carminha e Max fazendo sexo para chantageá-la. Ela transforma o ser humano mais orgulhoso do mundo em sua empregada doméstica, e tem a chance de descontar todos os maus tratos recebidos pela vilã desde sua infância até o momento em que começou a trabalhar na mansão. A melhor cena da novela inteira! Tão épico que virou funk, hahaha. OBS: Quem encontrar o video da cena original manda o link, porque no youtube só consegui encontrar a versão com o funk.

• O Grande Final 


Infelizmente, essa é a vida. Tudo que é bom acaba cedo, e com Avenida Brasil não foi diferente. A única coisa que está confortando meu coração é saber que a novela ganhou um final digno, que honrou todos esses sete meses em que esteve no ar. Ela foi justa no desfecho de cada personagem, e conseguiu fazer com que o perdão prevalecesse no final sem que a barra fosse forçada.

Nina e Carminha emocionaram o Brasil inteiro com o abraço sincero que deram no final, e eu que achava que isso só terminaria com uma das duas morta, viu. Mas, tudo foi resolvido, pelo menos o suficiente para que as duas parassem com aquela guerra. Só não esperem que elas se tornem melhores amigas e façam festa do pijama, porque aí já é querer demais.

Sei que muita gente não gostou do final da Carminha, e até riu por ela ter terminado como mocinha. Mas eu não vi final melhor pra alguém que fez o diabo e penou tanto na vida. No final, ela era apenas uma mulher que conheceu o sofrimento muito cedo e jurou não se deixar sentir este tipo de dor novamente, mesmo que tivesse que machucar outras pessoas pra isso.

Então, quem já está com saudades? Querem uma reprise o mais rápido possível? Querem um Spin-Off apenas com a Zezé? Querem uma continuação anos depois como fizeram com a série Dallas? Claro que sim, né? Pode não estar numa lata de coca cola zero oficial, Mas quanto mais Avenida Brasil, melhor.

Agora uns gifs roubados do Papel Pop pra homenagear a vilã das vilãs.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
11 Comentários

Comentário(s)

11 comentários:

  1. Admito, ODEIO novelas, talvez pelo preconceito. Talvez por estar TÃO ACOSTUMADO a ver coisas não-brasileiras. Não acompanhei essa, mas dos poucos capítulos que vi, acredito que foi muito superior que várias por aí. E acho que ela começou a ter esse sucesso todo depois do "me serve vadia, me serve", era gif pra todo quanto é lado no TUMBLR, UASHUAS.

    O principal motivo de eu odiar novelas é ter várias tramas chatas e desnecessárias. Se Avenida Brasil fosse só sobre Nina (Ou Rita, não sei) e Carminha poderia até achar ótima, mas tem mais 98748978945 coisas acontecendo... Fora isso, é o número absurdo de clichês que eu posso suportar.

    ResponderExcluir
  2. Sdds Zezé diva mor do Brasil <3 Avenida Brasil foi A+

    ResponderExcluir
  3. E o olhar que a Zezé lançou pra Janaina quando ela abraçou aquele homem no jogo? kkkkkk prfvr shippando Zezé e Janaina <3 Nina e Carminha também era OTP igual Roniquito e Suelen que deu parcialmente cero, mas OK.

    ResponderExcluir
  4. Na parte dos bordões das Carminha esqueceu daquele do último capítulo.

    Ela no lixão morando com Lucinda:

    - Você como eu gosto do meu café, né? Sem açucar. Porque era o que me faltava ficar gorda.

    DIVA CARMINHA!

    ResponderExcluir
  5. Vou sentir saudades da novela,principalmente da Suelen,Nina e Carminha.Esperando Vale a Pena Ver de Novo :D.

    ResponderExcluir
  6. Assim como vc eu tbm sou fã de Av.B daqueles que não saia na hora da novela ou se saísse tinha que assistir na net o mais rápido possível. Aqui mesmo no blog fui "zoado" por comparar Revenge com a novela, só que com 52 pontos de ibope 74% de share e até errado comparar o fenômeno que a novela foi com a série americana.
    As cenas tensas que a novela teve pra mim são as inesquecíveis, o humor rico que a novela passou tbm é especial. Pode dizer que a novela foi uma história simples, Vingança, mas foi temperado da melhor forma possível e nunca visto. Adriana Esteves foi um mostro na atuação, Murilo e Debóra tbm arrasaram, os núcleos segundarios se tornaram tão fortes que até não existiam. As empregadas ganharam tanta forte que se tornaram parte genial da novela.
    Sem contar com uma direção de primeira e fotografia superior.
    Tá mto difícil dizer Adeus, tô com o coração doendo, um País inteiro nessa "depressão", vai ser difícil não jantar mais com a Família Tufão e Divino.
    Georgie é uma PENA, mas não espere pra ver essa novela no Vale a Pena ver de novo pq não rola mais, o MP não permite novelas das nove no período da tarde ainda mais Av.B que teve tanto sofrimento.
    Assim como Vale Tudo, Roque Santeiro, Rainha da Sucata, TiTiTi, marcou uma era, AVENIDA BRASIL marcou essa época.

    ResponderExcluir
  7. Como assim não vai passar no Vale a Pena Ver de Novo gente? A única novela que eu acho que vala a pena. KKKKKKKKKKK Eu quero que saia em DVD. Assim como fizeram com Roque Santeiro e outras. Adriana arrasou. Ela foi criticada no passado e realmente realizou uma vingança contra o filho da puta que falou mal dela. But... Voltando a novela. Eu sempre soube que seria uma boa novela e vi desde o início. Mas eu não acho justa a comparação entre Avenida Brasil e Revenge. Mesmo que eu prefira a série. Quem tem um trabalho perfeito. Eu não acho Victoria Grayson mais diva que a Carminha de jeito nenhum, mas ela também é foda. Debaixo daqueles sorrisinhos cínicos Satã tá só de boa. Emily Thorne é uma vingadora muito melhor que Nina, podia até entrar para os Vingadores com o poder da Desgraça Total. A mulher incorpora Nikita em algumas cenas. Foi tão bom rir com Zezé, o pequeno amendoim brasileiro. Vou sentir falta *-* Fico inconformado como uma novela desse nível foi curta, enquanto outras pareceram durar um século. Adriana fez eu sentir orgulho de uma brasileira, e isso não tem preço ♥ João, sabia que tu ia fazer um resumão KKKKKKKKK E foi uma crítica super diva!

    ResponderExcluir
  8. PARAISO TROPICAL FOI MUITO MELHOR QUE ÉSSA NOVELA.

    ResponderExcluir
  9. CARA NA BOA, ACHO QUE EXAGERARAM MUITO SOBRE ÉSSA NOVELA. 1= ACHEI A NOVELA MUITO PARADA SOMENTE EM UM ASSUNTO. NÃO É ATOA QUE A MAIORIA DOS CONGELAMENTOS OU DAVA NINA OU DAVA CARMINHA. MUITO PARA E COM POUCA DINAMICA! 2= A ABERTURA MUITO CHULA E BREGA COM A AQUELA MUSICA RIDICULA DO OI,OI,OI. 3= SENTI A FALTA DE UM ARTISTA TOP COMO ANTONIO FAGUNDES, TONI RAMOS, GLORIA PIRES, FERNANDA MONTE NEGRO, REGINA DUARTE E ETC... E ETC... E ETC... CARA NA BOA, ÉSSA NOVELA FOI BOA, MAIS LONGE DE SER UMA DAS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS. PRA MIM NÃO FICA NO TOP 10! DESSAS ULTIMAS, ACHEI INSENSATO CORAÇÃO MELHOR TAMBEM! AGORA PARAISO TROPICAL, FOI A MELHOR DISPARADA DOS ULTIMOS 5 ANOS! NEM SE COMPARA! MUITO MAIS DINAMICA, A ABERTURA COM A MUSICA COPACABANA, SIMPLESMENTE UM ESPETACULO. TINHA VARIAS TRAMAS E NÃO FICAVA PARADA SOMENTE EM UM ASSUNTO. E SEM FALAR QUE TINHA GLORIA PIRES, TONYRAMOS, WANGER MOURA E ETC... PARAISO TROPICAL FOI MUITO MELHOR.

    ResponderExcluir
  10. Carminha foi a melhor vilã ? Nazaré não te lembra algo ?

    ResponderExcluir
  11. EXCELENTE MATERIA! PARABENS... ETERNIZEI SEU LINK EM MEU FACEBOOK.

    E ESTOU MERGULHANDO EM SEU BLOG.

    VALEU.

    ResponderExcluir