quarta-feira, 31 de outubro de 2012

[Crítica] The Vampire Diaries - 4x03: The Rager


Aliados pela necessidade de matar.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Eu sei que andei reclamando sobre alguns aspectos neste começo de temporada, mas nunca falei mal realmente, convenhamos. E eu achei o episódio desta semana muito bom. Tivemos uma grande evolução na trama, que já está direcionando os espectadores para o ponto certo, "os cinco". De fato, eu parecia estar errado. O pastor realmente morreu e o caçador da tatuagem chegou para ficar. Bem, eu ainda não o considero o vilão da temporada, mas ele definitivamente será importante neste começo de tensão, afinal, novos inimigos estão vindo para Mystic Falls. Agora me digam, quando é que eles não vêm?

Primeiro, é sempre bom ver o Klaus em cena. Apesar do motivo ser um pouco fraco, mas eu tive que engolir para vê-lo na cidade sem grande demora. Convenhamos, ele voltou para a cidade com os seus poucos híbridos restantes para servir de proteção para o... Tyler? Tudo bem que ele deu a sua desculpa, dizendo que não podia se dar ao luxo de perder mais de seus criados. Mas não seria idiotice arriscar perder vários dos outros para proteger um híbrido que está fora do seu controle? Enfim. Pelo menos no final, Klaus ganhou um propósito maior para continuar em Mystic Falls. Todos comemoram!

Eu tinha mesmo esquecido sobre a cena em que o Jeremy consegue ver a tatuagem invisível no braço do caçador, sugerindo que ele não era comum. A explicação também foi bem rasa e, sinceramente, trouxe um propósito completamente clichê para o Jeremy. Se as tramas do garoto nunca foram muito boas, eu duvido que esta consiga emplacar. O destino dele é ser um caçador de vampiros? Sério? Tudo bem que ele passou um tempo odiando os vampiros, mas agora a própria irmã dele é uma. Eu pensava que ele podia ver a tatuagem pelo mesmo motivo dele também ter conseguido ver os mortos no passado. Ele é "especial", certo? Afinal, morreu e voltou (quem não fez isso nessa série mesmo?).

Sobre o caçador, simplesmente não gosto dele. E - choquem-se - isso é uma coisa positiva. Já chega desses vilões carismáticos que matam e aterrorizam meio elenco, mas acabam passando para o lado do bem e caindo nas graças do público. Até agora, a série não conseguiu mostrar nenhum vilão implacável. Todos os que tentaram foram domesticados (Damon, Katherine e Klaus - Este último ainda está em processo de domesticação). Então eu considero uma coisa boa agora que eu realmente odeio esta nova ameaça aos nossos vampiros de Mystic Falls. Ele é um legítimo caçador. Não está nem aí para perguntar quem é bom ou ruim, o negócio de disparar estacas. Atirar primeiro, perguntar depois.

Eu só não estava gostando do fato de todos os vampiros da cidade não serem suficientes para pegá-lo. Ainda bem que isso acabou neste episódio mesmo. Depois de um plano - meio extravagante - do Damon, o caçador acabou sendo capturado. Mas, no final deste mesmo episódio, os roteiristas sambaram na nossa cara, mais uma vez, ao mostrar que o caçador está em perfeito estado, porque foi salvo pelo Klaus. Isso me leva a perguntar por que o Klaus ainda o quer vivo? Se ele é um dos cinco ultimate hunters brutality, ele não deveria arrancar a cabeça dele na primeira oportunidade? Enfim, vamos descobrir no próximo episódio.

Neste último parágrafo, gostaria de ressaltar duas coisas. A primeira, é o estado da Rebekah. Ela é realmente uma sofredora, certo? Sinto pena dela até mesmo quando ela está tentando ser má. É tão carente e frágil que não consegue me despertar nenhum outro sentimento. Parece que ela encontrou na April a amizade verdadeira que estava lhe faltando. A segunda coisa fica por conta do relacionamento do Damon com a Meredith. Vejam bem, eu não estou insinuando nada romântico, mas os roteiristas já mostraram interesse em transformá-la em sua amiga de bar, substituindo o finado Alaric. Damon até que tentou chamá-la, mas acabou recebendo um fora que doeu até no meu coração. Espero que eles se aproximem ainda mais nos próximos episódios, gosto dos dois juntos.

PS. Outra dupla que se aproximou bastante foi o Stefan e a Caroline. Eles são fofos juntos e ela é perfeita para ajudá-lo a se tornar um vampiro melhor. Sua Lex 2.0.

PS². Bonnie nem deu as caras neste episódio. E nenhum dos amigos dela a citou. Sabe como é, agora que ela perdeu a avó dela no além, ela DEFINITIVAMENTE não precisa dos amigos. É muito melhor encarar o luto pela segunda vez SOZINHA. Ainda mais porque tudo o que aconteceu não tem nada a ver com a Elena & Cia. Sim, sarcasmo define.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Gostei da Crítica :) Também gostei muito do episódio.. Finalmente veremos vilões que são ameaças de vdd, já q esperava muito mais do Klaus como vilão u.u Gosto do Jeremy, mas transforma-lo em um caçador de vampiros quando sua irmã é uma vampira, acho q não é muito legal ¬¬ Sinto pena da Rebekah tbm e de toda essa rejeição q ela atrai, no fim o q o "Matt imaginário" falou pra ela é vdd... Queria que demonstrassem um pouco mais de cuidado com a Bonnie, pq ela sempre aguenta tudo e mesmo sofrendo do jeito q ela tava no episodio passado, a Elena ou a Caroline nem foram da uma força pra ela.. já q estão preocupadas em ir em festas, andar de moto ou ficar com o namorado.. enfim.. a série sempre me surpreende com a quantidade de coisas q acontece em cada episódio... vamos ver o que nos aguarda com essa história de "os cinco" e os flashbacks que nos aguardam =)

    ResponderExcluir
  2. Gostei da sua crítica. Eu acho Klaus um bom vilão, deu bastante trabalho, claro teve seus altos e baixos. E essa fase dele é interessante, porque lá no fundo o Klaus não é totalmente mal, acho que a falta de um amor verdadeiro na (longa)vida dele e as tensões familiares, o deixaram desse jeito. Acredito que ele se sinta rejeitado por ser diferente (hibrido) mesmo sempre tendo a Rebekah ao seu lado. E gostaria de vê-lo junto com a Caroline, foi uma personagem que evoluiu muito, e tem a magia de evoluir os outros personagens que se relacionam com ela, ela pode mudar esse jeito dele. E ela parece ser o único ponto fraco do Klaus. Sem sombra de duvidas esse caçador vai dar trabalho, extremamente cruel, mas sinto falta do Alaric, até mesmo com seu lado evil.

    ResponderExcluir
  3. Concordo 100% com a sua crítica sem mais nem menos.

    ResponderExcluir
  4. Parece q voce tirou cada palavra da minha boca.
    Atirar primeiro, perguntar depois. E bem a cara desse caçador.
    E eu pensando q o caçador tinha saido vivo, pq ele seria uma um tipo de raça q apareceu na serie, ele ia se suicidar, quem faz isso?
    Eu estava realmente pensando no relacionamento entre Damon com a Meredith o quão louco seria essa troca de casais. PauleNina/IaneTorrey na ficção claro \o/

    ResponderExcluir