quinta-feira, 11 de outubro de 2012

[Crítica] Gossip Girl - 6x01: Gone Maybe Gone (Season Premiere)

Procura-se viva ou morta: Sabrina (Sobrenome desconhecido), de Wisconsin. 

Review:
(Spoilers Abaixo)

Tem algo engraçado no modo em que as coisas acontecem. De todas as séries que estrearam na Fall Season, Gossip Girl era a que eu menos esperava, mas foi a que mais me surpreendeu com seu retorno. Sim, estamos de volta, e com força total! Sem apelação, sem diálogos inúteis ou roteiros previsíveis. Gossip Girl voltou em sua melhor forma e por isso nós só temos a agradecer.

Quando o fim eminente está próximo e precisamos fazer uma era inteira valer, o que fazemos? É claro, damos a volta por cima, e nada melhor que usar a pergunta principal que esteve presente durante toda a série como referência. Onde está Serena? Como ela consegue desaparecer tão rápido? Por que Lily não manda imprimir rótulos pra caixinhas de leite só por precaução antes de cada verão? Era uma coisa que o elenco inteiro estava pagando pra ver.

Mas vamos começar do começo? Porque a temporada passada não acabou voando e muita coisa mudou. Como por exemplo, o dilema interminável sobre o final feliz de Blair e Chuck. Depois de promessas cristãs e casamentos de fachada que quase deixaram em coma uma legião de fãs, foi bom vê-los se acertando sem que precisassem colocá-los em negação durante os quarenta minutos do episódio. No entanto, nada tão certo, porque ainda precisam resolver várias coisas antes do começo do resto de suas vidas e blá, blá, blá. Confesso que foi um motivo meia boca, e se não fosse a auto paródia no diálogo que questionava tudo isso como nós telespectadores, teria sido apenas mais uma desculpa pra prolongar essa separação até o final.

Em paralelo a tudo isso, eis que Dan – de cabelo novo, porém não plausível - finalmente encontra uma inspiração pra escrever seu próximo livro de sucesso. Já que “Inside” escondeu nomes e contou uma ficção apenas baseada na realidade, ele decidiu mudar a abordagem de escrita e chamar Georgina Sparks como conselheira literária. Ela não seria a mais indicada se Dan quisesse escrever uma coisa bem light, mas como ele quer baphon, escândalo e censura +18, precisa da ajuda de alguém com experiência e pós graduação em todas essas áreas. Obrigado Dan por trazer a diva mór da série de volta, agora só falta você dar um jeito dela ficar pra ganhar o nosso respeito de novo.

Também tivemos um avanço na nova trama do Nate, mas sei lá, ele ainda me parece inútil demais pra ganhar uma credibilidade a essa altura do campeonato. Só o que ele fez foi chantagear a Gossip Girl pela localização da Serena com a única coisa que tinha contra ela, e então, teve algumas poucas falas até o final do episódio. Flertou com a nova personagem, vestiu um terninho cinza e soltou algumas frases de efeito. Sabem? O de sempre. Aliás, o episódio se superou nas frases de efeito. Os diálogos foram rápidos, sarcásticos, cretinos e bem organizados, quase um show verbal que faz qualquer fã vibrar.

Depois de todos esses tapas buracos pra temporada não começar voando, finalmente fomos pra história principal. Serena, a desaparecida. Oh meu pai, até quando? Sumir parece ser um santo remédio pra ela quando ela se sente forever alone. Já perdi as contas de quantas vezes ela já sumiu e o elenco inteiro ficou louco da pussy pensando que a Van Der Bosque tinha se machucado. Mas enfim, eu até que gostei de todo esse clichê e essa volta às origens. Teve até espaço pra uma sabotagem coletiva que eu já estava sentindo saudades e uma briguinha entre ela e Blair, bem como nos velhos tempos.

Mas afinal, alguém conseguiu ver algo de errado no que Serena estava fazendo? Se eu bem me lembro ela foi exonerada de seu cargo de BFF e rebaixada a “Pessoa que o amor da sua vida nunca mais quer ver”. Então o que ela fez? Caiu no mundo, virou vida loka de novo e tentou recomeçar. Porque ela sabia que mereceu ouvir tudo aquilo, mas não desistiria de si mesma e de ser feliz porque seus erros acabaram fazendo com que as pessoas mais importantes da sua vida se afastassem. Conheceu um cara legal com quem está tendo um romance, adotou o nome de Sabrina Aprendiz de Feiticeira e seguiu em frente. Acho que muitas séries seriam canceladas se os personagens pensassem da mesma maneira né? Mas enfim, ela já está de volta e eu não dou duas semanas pra sua vida escandalosa espantar o novo peguete.

Por causa desse vuco, vuco todo e o draminha pós-adolescente, os personagens acabaram ficando ocupados demais pra perceber mais uma armação em fase de crescimento. É sério gente, a Ivy simplesmente NÃO QUER sair da série. Tipo, vaza garota, ficou maluca? Virou stalker? Transou com o roteirista pra fazer parte do elenco regular? Porque né... Os únicos motivos que eu vejo pra mantê-la na série é aproveitar essa sede de vingança pra fazer essa ultima temporada virar novela das nove. Agora além de usurpadora, ela ta pegando o Rufus (!!). Se eu e Dan não tivéssemos visto, nem teríamos acreditado. Sempre achei que ela tinha cara de quem queria dar pra um vocalista de banda de rock mesmo, sem falar que Rufus foi abandonado pela esposa egocêntrica e agora ela mora com ele por “caridade”.  Então, simplesmente aconteceu. Quero que ela se dê mal sim, mas porque não fazer isso enquanto pega o tio Rufus? A Gossip Girl agradece.

PS: Não esqueci do novo segredo do Bart, só achei a trama ruim demais pra falar alguma coisa. Mais um segredo? Já não basta todos os outros? Se Liga GG, ou então o épico vai passar longe do seu grand finale.

Promo 6x02 "High Infidelity" Legendado
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. EU ñ posso dizer q Ameiii o episódio, mas simplesmente me surpreendeu. Sabrina/Serena numa boa, quando eu pensava q ela estaria na pior. Pensei q Chuck e Blair ia ficar um pouco na negação, mas eles foram logo pra cama no mesmo dia q se encontraram no cassino. Rufus com Ivy simplesmente essa eu ñ espera. Georgina Amooo ela, pra mim ela parece ser a vilã perfeita. Bart e seus segredos, e aquela tradutora jogou mto bem, eu ñ teria pensado tao rapido kkk. Dan sem sal como sempre e agora na companhia de Nate, ñ sei pq eles ainda estao na série. E pra mim a GG me pareceu mesmo um Homen e ñ uma mulher, e sinceramente como ele ia reconhecer alguem na quele video.

    Amei Serena ter voltado pra NY com o novo amor, e quero ver os bafos q ainda vão ocorrer, e ver se pelo menos ela dura com esse pq eu juro q se ela voltar com Dan eu relamnete vou no banheiro e corto os meus pulsos.

    ResponderExcluir