sábado, 20 de outubro de 2012

[Crítica] Arrow - 1x02: Honor Thy Father


Como ela pode se afastar se ele continua se aproximando?

Review:
(Spoilers Abaixo)

Quem está curtindo esta série? Já se tornou uma das minhas estreias favoritas dessa Fall Season. E parece que não sou apenas eu, já que a audiência está ótima. CW tem que ficar muito orgulhosa mesmo, porque duas de suas novas séries (incluindo Beauty and the Beast) estão arrebentando em termos de números. Para vocês terem uma ideia, Arrow conseguiu 1.3 na demo, nestes dois primeiros episódios, tendo alcançado uma média de mais de 4 milhões de espectadores na Series Premiere. E apesar da audiência total sofrer uma leve queda, a demo conseguiu se estabilizar em 1.3. Estou muito contente, porque na Fall passada, a CW amargou uma péssima audiência, tendo a maioria de suas séries, uma média de 0.5. Tenso!

Bem, falando do episódio em si, foi cheio de adrenalina, assim como o anterior. Além disso, tivemos o prazer da presença de China White, personagem criada pela DC Comics para a série Green Arrow: Year One. Era óbvio que ela não iria partir desta para melhor (ou pior, porque o inferno a aguarda) neste episódio, porque parece ser uma personagem importante e que dará muito trabalho para o nosso Arqueiro Verde. Ela parece ser bem bitch e ainda usa um cabelo branco de franjinha, como se fosse a Lady Gaga na época de Poker Face. A atriz que a interpreta é Kelly Hu, que já circulou por Mystic Falls, como a mãe da Anna.

E para mostrar que não está de brincadeira, China White já chegou dando sugestões mortais. Porque ficar aturando processos quando você pode matar todo mundo? Por este motivo, Laurel esteve sob grande perigo. Ainda bem que o nosso querido Arrow estava lá, tentando abrir o seu coração. Engraçado que no episódio passado ele tentou afastá-la. Eu sabia que eles estariam juntos novamente, era só uma questão de tempo. Mas me surpreendi com a rapidez. E só para constar, eu não realmente reclamando, porque estou torcendo muito para os dois, eles têm bastante química. E confesso que achei fofa a cena entre eles dois e um dos momentos mais legais do episódio, principalmente quando ela sai correndo para abraçá-lo depois deles serem atacados.

Além disso, destaco a participação de Emma Bell, como uma cliente da Laurel buscando justiça pela morte de seu pai. Curiosamente, eu citei uma atriz presente no episódio passado que esteve no elenco de Premonição 5, e, neste episódio, temos Bell, a própria protagonista deste filme. Será que estamos tendo uma reunião com os personagens do filme? Me pergunto que irá aparecer mais algum. Bem, voltando ao assunto, o caso da semana foi normal. Não me sensibilizei com o caso e só serviu mesmo para por a Laurel em perigo. Afinal, nós adoramos uma mocinha indefesa, certo? E devo dizer que a Katie Cassidy está muito linda com os seus cabelos escuros (Harper's Island - O Mistério da Ilha feelings).

Outra situação interessante é a que acontece entre o Arrow e o pai da Laurel. Ele odeia esse "herói" mascarado, sendo ele o pretendente de sua única filha que ainda está viva. Todos pontos desta trama entre dois me lembrou bastante o que foi apresentado em O Espetacular Homem-Aranha, onde o Peter Parker é apaixonado pela Gwen Stacy e o seu sogro odeia o seu "herói interior". Pessoalmente, eu gosto do pai da Laurel. Ele é um dos personagens mais interessantes apresentados pela história. O cara tem um histórico de sofrimento ao perder uma de suas filhas, sem contar que ela era uma quenga. E é óbvio que ele não quer a sua outra filha se envolvendo com o mesmo homem que levou a outra ao túmulo - indiretamente. Então acho totalmente aceitável ele se comportar desse jeito.

Quanto aos outros personagens, ainda não tive a chance de gostar deles. O guarda-costas pessoal do protagonista parece ser gente boa, mas ainda não encontrei nada que me deixasse torcendo por ele. Já a irmã do Arrow, eu espero muito que a explorem de outra forma, que está muito chata. Todo esse plot dela é clichê demais. No final, foi interessante ver que o protagonista terá que fingir ser algo totalmente contrário do que se tornou para poder alcançar os seus objetivos. Só espero que a relação entre ele e a Laurel só cresça, porque torço muito pelos dois. Quanto os vilões, espero que todos sejam riscados daquela lista, ficando aos pedaços e sendo jogados no mar aberto... Errei de série, mas Dexter curtiu.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Episódio foda. Eu realmente estou amando essa série! Melhor coisa em anos que estreou. Foi só eu que ficou em estado de exstasse quando começou a trilha sonora da luta do Arrow vs. China White?! Fiquei eufórico, com certeza essa série me deixa alucinado. As cenas de ações são ótimas! Meus personagens preferidos são mesmo o Oliver e a Laurel, são fodas juntos, mau vejo a hora deles formar a dupla Arrow e Canário Negro. Aaah... Discordo com você, odeio o pai da Laurel, insuportável. Entendo que ele passou por muitas coisas e afins, mas não precisa ser cuzão assim, deus me livre! Ódio mortal desse cara! Enfim... Ótima crítica!

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que que vai demorar muito pra Laurel virar a Canario Negro ou se virar né, não sei que rumo a serie vai querer da pra esse plot. Dificilmente acho que vai aparecer heróis com poderes nessa serie, incluindo a Canario Negro.

    ResponderExcluir
  3. Imagina a Katie Cassidy de Canario Negro? Espero que isso aconteça um dia.

    ResponderExcluir
  4. Essa serie é muito foda, pra mim foi a melhor estreia da fall season!

    ResponderExcluir