domingo, 30 de setembro de 2012

[Crítica] Glee - 4x03: Makeover



Ops, I Think I Did It Again…

Review:
(Spoilers Abaixo)

Eu odeio dizer “Eu avisei” mas bom, eu avisei que Tia Ryan é um noveleiro de plantão, eu sabia que ele ia fazer isso. Estava tão óbvio, eu só não imaginei que seria tão rápido na trama, mas é disso que o Brasil gosta. Mas calma, eu falo disso mais pra frente, por ora tudo que eu tenho a dizer é que essa temporada está melhor do que a segunda inteira, e olha que só temos três episódios.

A verdade é que esse episódio foi a preparação pras águas turbulentas que estão chegando, e o melhor, não teve nada de Hell Kitty, de Marley ou de Jake. Esse episódio foi voltado para os nossos veteranos, ou pelo menos, a maioria deles. A única coisa que eu estranhei foi Brittany tendo mais destaque do que Tina, quer dizer, a segunda nem foi citada nesse episódio. Bom, é como diz o ditado “Quem nasceu pra ser Mercedes, nunca vai ser Blaine”.

Falando em Blaine, ele foi um destaque dos episódios, parece que Titia acha que os 572 solos dele até agora não foram suficientes. Alguém fala pra ele que já cansou ouvir a voz dele episódio sim, episódio não. Saudades do Sebastian jogando slushes com sal grosso no olho dele e fazendo-o sumir por dois episódios inteiro. Mas bom, gosto quando os personagens mudam e a gente pode acompanhar isso, Blaine nesse episódio atualizou seu status do Facebook para “Solitário sim, solteiro nunca” (Sebastian curtiu isso).

E essa solidão toda se deve ao fato de que Kurt já chegou à Nova York divando e conseguindo emprego na Vogue.com, logo, ele não teve tempo pra ficar se importando com o namorado. Ainda bem, Klaine era o casal mais chato da história da televisão, sejamos honestos. Aliás, o Kurt está mais legal ou é impressão minha? Bem melhor ele em Nova York com Rachel, sem mais. Falando em Kurt, adorei a chefe dele, muito boa a participação de Sarah Jessica Parker.

Em meio a isso, Brody e Rachel ficaram ainda mais próximos quando ambos saem cantando por Nova York em uma sequência cheia de química. Desculpem, mas quando Finn chega ressuscitado das trevas, eu só conseguia pensar “volta pro exército, por favor”. Ryan Murphy, fica assinando SBT na TV Internacional dele, e acaba nos trazendo esses plots mexicanos. Mas sinceramente? AMEI. A cara de “Mamãe fui estuprado no exército e fui traído pela minha namorada” que ele faz quando ele vê o Brody é sensacional.

E como senão bastasse Blaine solar pela 572° vez, eis que Ryan decide usar de outro clichê: mais uma vez cogitar a possibilidade de Mr.SchueShine sair do Glee Club para fazer outra coisa qualquer. Bom, pelo menos dessa vez, a história não teve seu fim no mesmo episódio em que começou. Andaram ensinando a ideia de enredo pra Titia.

E em paralelo a isso tudo, ainda vemos a eleição para o novo presidente do grêmio, ou qualquer coisa assim, quem está concorrendo é Blaine (e seu vice GostoSam) contra Brittany e (seu vice CadeirArtie). Confesso que essa parte mais cômica do episódio foi a melhor. Dei muita risada na hora do debate, como não amar a Sue, né gente?

Mais um episódio maravilhoso da série, divertido, dramático, engraçado, tudo que Glee era e se perdeu ao longo dos tempos, agora, só quero uma coisa: Mais Santana e mais Puck, sério, muita saudades deles.

Até daqui a pouco!
E pras garotas (e alguns garotos também):



Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
5 Comentários

Comentário(s)

5 comentários:

  1. Realmente essa temporada está ótima, mas a audiencia só baixa, talvez nem tenha uma proxima temporada ... triste.

    ResponderExcluir
  2. Esta temporada está perfeita. CHORD DELICIA GOSTOS DESCAMISADO.E serio essa amizade dele com a Britt é muito fofa.AMIZADE porque Fabrevans e Brittana são vida.

    ResponderExcluir
  3. Ai voces viram a promo do proximo episódio,que lindinha ficou a Lea dizendo '' You are my first love...but i can't do this anymore'' sério,vai pros melhores quotes ever kkkk o episódio foi muito bom,adorei demais,e Rachel esta subindo no meu conceito a cada episódio e Lea esbanjando beleza e sensualidade,os personagens Kurt e Raachel são reaalmente as estrelas da série.

    ResponderExcluir
  4. Era óbvio que o Finn iria aparecer justamente quando a Rachel não aguentasse mais e acabasse caindo na tentação de trai-lo. Só não entendi a sequência de: "seremos só amigos" com um beijo pra selar o acordo e mostrar o quão amiguinhos eles eram. E se Finn não chegasse seria selado de outra forma...
    Eu to com muita peninha do Finn. Ele era o destaque do coral e do colégio, e agora foi largado no mundo sem saber o que fazer. Não sabe que faculdade fazer, que trabalho ter, onde morar... rs
    E eu não achava o casal Kurt e Blaine chato. Adoro eles dois e espero que Sebastian morra engasgado com raspadinha e pedras (como a raspadinha que ele jogou em Blaine).

    ResponderExcluir
  5. adorei a cena do sam foi muito legal. o cara é gostoso.
    rachel e kurt estão mais legais em nova york.
    adorei a chefe do kurt e a mudaça de visual da rachel já era tempo.

    ResponderExcluir