quinta-feira, 23 de agosto de 2012

[Crítica] O Homem das Sombras


Direção: Pascal Laugier
Ano: 2012
País: EUA/ UK/ França
Duração: 92 minutos
Título original: The Tall Man

» Será distribuído pela Califórnia Filmes, direto em DVD, com o título O Homem das Sombras. Não é exatamente a tradução fiel do título original (algo como O Homem Alto), mas foi uma escolha inteligente dentro da proposta da história, além de ser mais chamativo comercialmente.

Crítica:

O medo assume uma nova forma.

Não é surpresa para ninguém que eu sou grande fã da Jessica Biel. Acompanho a atriz desde o lançamento do remake de O Massacre da Serra Elétrica. Quando soube que ela estava envolvida em um novo filme de terror, eu logo me empolguei. E as surpresas não paravam por aí! Pascal Laugier, aclamado por Martyrs (que eu infelizmente ainda não assisti), estava contratado não só como o diretor, mas também assinava o roteiro. É óbvio que eu fiquei empolgado, mas o material de divulgação não ajudou muito o longa, na minha opinião. Por este motivo, eu fiquei meio que com um pé atrás. Mesmo assim, eu iria conferir de qualquer jeito. Resultado? Veremos...

A história gira em torno de uma cidade pequena, onde diversas crianças têm desaparecido misteriosamente, sem deixar qualquer rastro. Há uma lenda na cidade sobre o "Homem Alto", que está envolvido diretamente com os desaparecimentos. Quando mais uma criança é raptada, sua mãe, Julia, vai atrás do Homem Alto, desesperada. Com todas as suas forças, ela terá que descobrir um jeito de encontrar o seu filho, antes que o mesmo desapareça para sempre, assim como os outros. Em paralelo, somos apresentados a uma garota, que parece saber mais do que as outras, sobre o assunto.

UAU! Eu estou sem palavras. Sinceramente, eu demorei algumas horas, desde que assisti, organizando as idéias na minha cabeça. Sabe aqueles filmes que nos deixam confusos e não sabemos nem ao menos o que falar sobre eles? Então, este é o caso. Continuando a linha de raciocínio que deixei aberta no primeiro parágrafo, devo dizer que não me decepcionei. Para falar a verdade, eu me surpreendi. Comecei a acompanhar o filme, achando que ele seria um de jeito, mas o roteiro acaba nos apresentando uma situação completamente diferente. Acho que ninguém irá se preparar para isso. Definitivamente.

Não estou falando de uma reviravolta final, deixando todos de boca aberta. A grande loucura na trama acontece antes mesmo da metade do filme. Tenho certeza que todos ficarão de boca aberta, tentando ver se entendeu direito. E o diretor faz um ótimo trabalho na direção, nos apresentando algumas cenas frenéticas, onde não tem espaço para respirar. Curiosamente, a primeira metade do filme é muito mais frenética que a segunda. Geralmente, este tipo de filme começa lento e vai aumentando a ação com o passar dos minutos. Este, não. Temos uma verdadeira quebra na trama, fazendo-a mudar completamente de rumo.

Uma coisa é certa: metade das pessoas irá detestar a reviravolta e irão preferir que o filme tivesse continuado sem surpresas, de uma forma linear. Mas, na minha opinião, a reviravolta é o que causa o choque no espectador e destaca esta produção das demais. O final ácido e inesperado, ainda nos faz pensar na própria sociedade e uma tentativa obscura para a resolução de alguns problemas. Eu achei muito interessante, ainda mais com a narração tocante que o filme se encerra.

Quero destacar a ótima atuação de Jessica Biel. Ela esteve fantástica no papel. E me atrevo a dizer que este foi um dos personagens mais difíceis que ela já encarou. Mesmo assim, Biel não esteve mediana em momento algum. Ela sempre brilhou, principalmente na segunda metade, onde uma nova camada de profundidade foi requerida. Jodelle Ferland (Terror em Silent Hill) também esteve ótima, sua atuação, apesar de não ter sido tão incrível quanto a de Biel, merece todo o destaque. Enfim, este é um filme super interessante, que foge do lugar comum, nos apresentando uma trama original, cheia de reviravoltas. Muitos não irão gostar, mas acredito que a grande maioria aprovará.


Trailer Legendado:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
13 Comentários

Comentário(s)

13 comentários:

  1. AONDE Q VC ASSISTIU? QUEIRA MUITO VER ESSE FILME ! SOU FÃ DA JESSICA E A JODELLE

    ResponderExcluir
  2. http://www.telona.org/the-tall-man-hdrip-xvid-rmvb-legendado/

    ResponderExcluir
  3. Nussa... já tem uma semana que estava doido pra ver a esse filme, e depois dessa crítica então, vou assistir AGORA.

    Depois volto para comentar!

    MarkynhO'z

    ResponderExcluir
  4. Agora que vc disse que é diferente do esperado eu fiquei com medo de assistir, pq eu tô esperando para ver esse filme a muito tempo, espero que eu goste!

    ResponderExcluir
  5. Eu estou completamente passado com este filme, não foi bem o que eu imaginava, mas achei muiiito bom... Realmente me surpreendeu bastante!

    MarkynhO'z

    ResponderExcluir
  6. VANESSA VASCONCELOS24 de agosto de 2012 22:59

    DOIDA PRA VER ESSE FILME, AMANHÃ SEM FALTA ASSISTIREI ELE,E TBM ADORO A JESS. AGORA SÉRIO QUE VC AINDA NÃO ASSISTIU MARTYRS? É DEMAIS,MAIS AO MESMO TEMPO É TRISTE E PERTURBADOR,NÃO É TODO MUNDO QUE GOSTA,MAIS COMO NOSSOS GOSTOS SÃO PARECIDOS TENHO CERTEZA QUE VC NÃO IRÁ SE ARREPENDER

    ResponderExcluir
  7. Assistam O Segredo da Cabana, melhor filme de terror do ano até agora.

    ResponderExcluir
  8. Nao indico pra ninguém! Esse filme é uma merda.

    ResponderExcluir
  9. Com certeza você vai adorar Mártires, porque se mudar alguns detalhes aqui e ali, você acabou de fazer uma crítica deste filme francês. Mártires possui pelo menos três grandes reviravoltas no roteiro que vão te deixar boquiaberto, e possui o mesmo ritmo descrito por você na crítica de Tall Man: começa de forma arrebatadora e frenética, e antes da metade do filme, assume um tom de suspense com um ritmo cadenciado, mas não menos impressionante.

    Por sua crítica, certamente assistirei Tall Man. Vlw.

    ResponderExcluir
  10. A propósito as crianças estão vivas ou mortas? Para onde foram levadas? Quem era o homem alto no final que conversou com uma mulher oferecendo dinheiro?
    Muita confusão e questionamentos?
    Alguém entendeu???assisti ontem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As crianças estão vivas. O homem alto era o marido da Julia ( Jessica Biel). O que entendi é que eles sequestravam as crianças ( que viviam em famílias desestruturadas) para dar uma melhor vida a elas.

      Excluir