sábado, 4 de agosto de 2012

[Crítica] The Glee Project - 2x08: Tenacity


A maldade está em que escreve, não em quem assiste...

Review:
(Spoilers Abaixo)

E mais uma semana de The Glee Project chegou, e o tema é Tenacidade – e pra quem pensa que tem haver com marca de cola, sinto mas você está  terrivelmente enganado. Pra quem não sabe “tenacidade” vem do latim Tenacitus que significa “a habilidade de se fud*r mais que os outros”. Habilidade a qual todo gay que se preze domina, ou seja, Abraham se deu bem...Err, ou não. Brincadeiras a parte, tenacidade tem meio que haver com resistência e força. Em outras palavras, esse é o dia dos mentores montarem na maldade e obrigar os candidatos a ficarem horas dentro de um carro sem comer/beber/transar/usar banheiro/todo o resto...Ops, reality errado. Mas isso não quer dizer que os mentores do programa deixaram de usar ~ainda mais~ toda maldade contida naqueles coraçõezinhos heterossexuais. E Ah! Hoje teremos algumas figuras famosas dando sua opiniões aqui também, então segurem a emoção.

A homework foi Survivor (das Crianças do Destino, pra quem não sabe são as vilãs do Quarteto Fantástico). Aliás, a versão dos participantes está trilha sonorizando a crítica. Ai que luxo, uma review musical – se vocês curtirem a ideia, me avisem. Gente, eu amei todos na apresentação, com exceção do Abraham. Por favor, eu não gosto dele desde o começo e nesse episódio ele só foi fazendo a imagem dele piorar. O resto dos participantes pra mim podiam todos estar em Glee, encham bastante o saco de Titia Ryan agora que ele tem um Twitter. A convidada especial foi a Amber, mas achei ela muito sem sal nem açúcar, parecia obrigada a estar ali. Ela escolheu, muito bem, a Alien como vencedora... O que será que Jenna tem a dizer dessa apresentação?!


Eis que temos a grande revelação do episódio: o clipe inteiro seria gravado em um único shot, ou seja se eles errassem, ele teriam que começar tudo de novo. E isso repetidamente até ficar perfeito de uma vez só. E eu pensando que virar a madrugada pulando um ponteiro de relógio gigante era prova de resistência. E o detalhe, o clipe é todo numa vibe de Educação Fisica (mais conhecida como Educação Fudida, aqui onde estudo) , logo, os participantes deram sangue, suor, vômitos e lágrimas, literalmente. A música, que não poderia ser outra, é Eye Of The Tiger. Vejamos o que Mark tem a dizer sobre a ideia.


É agora que as coisas esquentam, mais uma vez não temos uma coreografia, já que a ideia do clipe nem abria brecha pra dança. Ao invés disso os participantes tinha que dublar enquanto pulavam corda; subiam escadas correndo; participavam de corridas com obstáculos; trocavam de roupa; pulavam dentro de pneus; jogavam baisebol; faziam carrinho de mão; e faziam cestas. Ou seja, tudo bem simples. Coisa que Dianna Agron, vulgo A Sofredora, faria com um cigarro na boca e as duas mãos nas rodas, não é verdade?!


Então vamos para o estúdio com a Nikki, e como sempre, ela foi quase que perversa com os candidatos, quer dizer, com o Michael. Além disso, a treta TurquengaXGordelicia continuou no estúdio, e na hora que todos foram cantar juntos, Aylin disparou “Essa vadia vai explodir meus tímpanos desse jeito...o que minha mãe vai dizer se eu voltar surda pra casa?”. Se eu fosse a Lily tinha montado no recalque e descido a mão nela ali mesmo. Mas não achei a atitude da Turca tão ruim assim não, eu gosto de como ela é sincera e verdadeira. Depois disso Nikki ficou mais uma vez de fora do resto da gravação por causa do seu bebe dragão.



Então fomos pra gravação do clipe, eu juro que fiquei abasmacado (oi?) com a complexidade daquele vídeo. Agora eu vejo o porque da genialidade de algumas sequências musicais de Glee, mas não vou julgar a capacidade técnica do Erik. É aí que os plots começam, primeiro, foi a dificuldade em pular corda dupla e dublar com perfeição que Michael, Abraham, Lily e Aylin enfrentaram. Coisa que levou três desses ao Bottom 3. Depois por volta da tomada 98 Abraham caiu e passou a fingir que estava machucado, “rude but it’s true”,o curioso é que ele ameaçou sambar de salto na cara de quem fizesse ele ficar repetindo a gravação e ele próprio atrapalhou várias vezes; Shanna vomitou; alguns participantes quase tiveram AVC; Lily teve que receber ajuda da Aylin pra tirar a calça - tarefa na qual a turca tem habilidade. Mas nada absurdo, não é? Como já diria Kelly Clarkson, “o que não mata, te fortalece” ou te deixa paraplégico. 

Então, por volta da tomada 102, os participantes começaram a acertar todo o resto, mas Alien continuava errando a cesta que ela tinha que fazer de costas.Por volta da tomada 319, ela teve uma ideia “que tal eles me levantarem, como se eu fosse uma deusa-diva-grega, e eu enterrasse a bola na cesta?”. Cansado de terem que ver tudo de novo, e de novo, e de novo, os mentores concordaram e eles terminam o clipe na tomada 320 ou 370, não tenho certeza. Vocês conferem essa delicia clicando aqui, nota 7.

Então temos o Bottom 3 formado, Lily MaeMichael e Abraham. Os três pelo mesmo motivo, terem atrapalhado a gravação na cena de PULAR CORDAS DUPLAS E DUBLAR. E eles ainda foram alvos de piadinhas do tipo, “como você se apresentaria se tivesse que pular cordar junto?!”. Eu teria mandado logo Tia Murphy tomar no c*. Eu adorei os mentores soltando o veneno e jogando Lily contra Aylin – que aliás estão morando juntas agora - ao mesmo tempo achei desnecessário jogarem o Michael contra Blake, estão tentando fazer o que fizeram com Damian e Cameron temporada passada. No final depois de uma apresentação da muito ruim e ter voltado pra falar um monte de baboseiras, Abraham foi eliminado. Todos comemora. Vejamos o que Harry (Mike), representante dos asiáticos na série, tem a dizer sobre a apresentação de Man In The Mirror.



Nos vemos daqui a pouco então, e se preparem que no próximo episódio, a homssexualidade e o romance estarão no ar.





Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. imagino como deve ser repleta de significado a vida da pessoa do comentário acima. não invejo.

    R_

    ResponderExcluir